O luto e o pesar são questões bastante complexas e estressantes. A maioria das pessoas passa por isso em algum momento. Todos são diferentes e se recuperam em ritmos diferentes.

A reação à morte é muito individual e pessoal. Existem vários estágios comuns do luto e pode ser difícil atravessá-los, mas isso ajuda a concluir o processo. Suprimir o luto não o faz desaparecer. Os amigos e as pessoas bem-intencionadas podem tentar distraí-lo do seu pesar porque a situação é desconfortável para eles. É preciso coragem para passar pelo luto, pois esse processo costuma ser difícil e doloroso. Você deve ser encorajado a conversar sobre seus sentimentos com alguém que ouça com atenção e guarde sigilo.

Quando você deve pedir ajuda?

Muitas pessoas necessitam de ajuda extra, como o aconselhamento no luto ou um grupo de apoio. Buscar ajuda nunca é sinal de fraqueza. Se você precisa de ajuda, procure por ela, consulte o médico ou entre em contato com uma organização de atendimento ao luto.

Não são poucas as pessoas beneficiadas pelo aconselhamento no luto, e existem grupos de apoio. É melhor enfrentar o pesar e a ansiedade nos estágios iniciais do que deixar que se manifestem durante meses ou mesmo anos.

coonsolando
Quando fica claro que não se consegue sair de um estágio específico do luto, talvez seja necessária buscar ajuda. (Crédito: dragana991/iStock)

A maioria das pessoas passa pelos estágios comuns do luto. Essas fases não acontecem em uma ordem específica e podem ser revividas muitas vezes, mas ajudam a concluir o processo de luto. Quando fica claro que não se consegue sair de um estágio específico do luto, talvez seja necessária a ajuda de um profissional. Por isso, é importante pedir ajuda nas seguintes situações:

1. Se você tem dificuldade para suportar o sofrimento e não consegue lidar com os sentimentos fortes ou com as sensações corporais.

2. Se percebe que as emoções não estão se normalizando com o tempo e você apresenta tensão crônica, confusão, sensação de vazio ou exaustão.

3. Se continua a ter pesadelos ou a dormir mal.

4. Se está tentando não sobrecarregar os outros com seus sentimentos.

5. Se você não tem alguém ou um grupo com quem partilhar suas emoções, e sente necessidade disso.

6. Se percebe que muitas vezes é desajeitado e se acidenta com muita frequência.

7. Se continua a fumar ou beber demais ou usa drogas desde a época do evento.

8. Se há prejuízo do seu desempenho no trabalho.

9. Se os seus relacionamentos estão sendo prejudicados.