Dizem que saudade é exclusividade da nossa língua. Apesar de ser tecnicamente incorreto, essa e outras palavras do português não existem no inglês.

A vastidão da língua e sua engenhosidade são compreensíveis quando se pensa na pluralidade cultural que se tem nos países lusófonos.

Mesmo com o constante trânsito de informações com os países de língua inglesa, algumas palavras e conceitos permanecem nossos.

Leia também: Os 18 erros de português mais comuns

Separamos mais algumas palavras que são exclusividade da Língua Portuguesa, confira:

Louise Cyrillo/Canva

1 – Vaidosa

Tradicionalmente traduzida como Vain, essas duas palavras não possuem o mesmo significado – apesar de terem a mesma origem no latim.

Em inglês, a palavra tem uma conotação negativa, caracterizando uma pessoa extremamente orgulhosa e superficial.


Louise Cyrillo/Canva

2 – Marmita

Aquela que nos faz tanta falta nessa quarentena (#voltamarmita), não possui um nome próprio in english.

Costuma ser traduzida como packed lunch (almoço embalado), mas, mesmo assim, o sentido da expressão não é o mesmo do que o da palavra em português.


Louise Cyrillo/Canva

3 – Ziquizira

Se alguém disser “Ele está com uma ziquizira estranha…”, compreende-se que o problema não é somente físico, mas também espiritual – a pessoa está lidando ou com um ferimento ou com uma doença azarada.

Já que o inglês não oferece uma palavra com o mesmo sentido, seria preciso  traduzir a frase do exemplo acima como “He is dealing with some strange wound…” (ele está lidando com um ferimento estranho).


Louise Cyrillo/Canva

4 – Pereba

Além de caracterizar alguém que é muito ruim no futebol, é uma forma de se falar de machucados, ferimentos e outras lesões diversas na pele, especialmente de crianças.

A língua inglesa oferece diversas palavras para ferimentos, como scab, wound, bruise etc., mas nenhuma tão engraçada quanto a nossa.