Enigmas são as formas mais antigas de jogos de palavras. Alguns dos enigmas abaixo são muito antigos; outros são de origem mais recente, mas nem por isso mais fáceis.

O enigma da esfinge

Este enigma foi proposto ao herói grego Édipo pela esfinge, uma criatura que era parte mulher, parte ave e parte leão. Quando Édipo o decifrou, a esfinge, frustrada, atirou-se num abismo.

“Qual a criatura que anda com quatro pernas de manhã, com duas ao meio-dia, e com três ao anoitecer?”

Não se deixe apanhar!

Diz a lenda que o poeta grego Homero morreu de decepção por não ter sido capaz de decifrar este enigma, que lhe teria sido proposto por pescadores da Ilha de Ios. Você pode se sair melhor do que ele?

“Os que apanhamos jogamos fora; os que não conseguimos apanhar levamos conosco.”

Está na Bíblia

Sansão propôs o seguinte enigma aos filisteus (Juízes, 14:14):

“Do que come saiu comida e do forte saiu doçura.”

Os filisteus o decifraram com a ajuda de Dalila. Qual é a resposta?

Ao contrário

Para a direita, sou a espada que fere; para a esquerda, sou a fera que é ferida. Que palavra sou eu?

O irmão mais novo

Sou um de cinco irmãos gêmeos. Meus quatro irmãos andam pelo mundo. Eu os acompanho sem sair do lugar. Só se lembram de mim numa emergência. Quem sou eu?


Respostas:


O enigma da esfinge

O homem. Os bebês engatinham de quatro, o homem adulto caminha ereto, e o velho anda apoiado numa bengala.

Não se deixe apanhar!

Pulgas ou piolhos.

Está na Bíblia

A resposta é um leão morto, sobre cuja carcaça abelhas estavam fazendo mel.

Ao contrário

Lâmina/animal.

O irmão mais novo

O estepe de um automóvel.


E aí, conseguiu resolver os enigmas sem olhar a resposta? Que tal continuar se divertindo? Clique aqui e encontre mais jogos divertidos!