Faça uma busca
Sabor de Casa

Como fazer abobrinha refogada simples e saborosa

A receita de abobrinha refogada é um acompanhamento saudável para o almoço e o jantar.

Escrito por:

Paula Vieira

Redator
abobrinha cortada para ser refogada
rarrarorro/iStock
Publicado em: Última atualização:

A abobrinha é um alimento bastante versátil e que vale a pena ter em casa. É possível preparar o legume assado, grelhado, refogado e ainda fazer um espaguete para lá de delicioso. Além de ser um ótimo acompanhamento, a abobrinha oferece diversos benefícios para a saúde. Veja a seguir uma receita supersimples de abobrinha refogada que vai deixar as suas refeições ainda mais saborosas.

abobrinha cortada para ser refogada

Abobrinha refogada

A nossa receita de abobrinha refogada é fácil e rápida de ser preparada. Com poucos ingredientes você poderá prepará-las num piscar de olhos.
Tempo total 15 mins
Prato Acompanhamento
Culinária brasileira
Porções 3 porções
Calorias 42 kcal

Ingredientes
  

  • 1 abobrinha grande
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho
  • 2 colheres (sopa) de salsinha
  • ½ colher (sopa) de azeite
  • ½ copo de água
  • Sal a gosto

Modo de preparo
 

  • Lave bem a abobrinha com o auxílio de uma esponja ou escova. Em seguida, corte-a em pedaços pequenos, de aproximadamente 1 cm de espessura. Reserve.
  • Leve uma panela ao fogo, coloque o azeite e espere esquentar. Em seguida, adicione a cebola e o alho e deixe dourar. Depois, coloque a abobrinha cortada e o sal e mexa para pegar o tempero.
  • Quando estiver começando a secar, acrescente a água, mexa novamente e tampe a panela. Deixe cozinhar por cerca de 6 minutos.
  • Abaixe o fogo e coloque a salsinha. Depois, misture e desligue o fogo. Está pronta a sua abobrinha refogada.

Dicas do chef!

A versão em espaguete de abobrinha é feita de forma semelhante, basta usar um ralador na espessura do macarrão espaguete e refogar. Porém, é preciso ter atenção ao cozimento, pois o corte menor acelera o processo. Bom apetite!

Benefícios da abobrinha

No Brasil, é comum o consumo da abobrinha paulista, que possui uma tonalidade de verde mais intenso, e da italiana, que é um pouco mais clara. Elas têm propriedades semelhantes, sendo ricas em potássio e fibras e compostas por carotenoides, minerais como selênio, cobre, manganês e zinco e vitaminas A, C e E.

Leia também: 21 maneiras de incluir mais fibras na alimentação

Incluir a abobrinha na alimentação é muito saudável, pois o vegetal ajuda na digestão e a estabilizar os níveis de açúcar no sangue, além de melhorar a visão, reduzir o risco de doenças cardíacas e fortalecer os ossos, por meio do fornecimento de cálcio.

Para se ter ideia, 100 g de abobrinha contêm, aproximadamente, 20 mg de cálcio, que também gera melhorias para a saúde do sistema nervoso e dos dentes.