Faça uma busca
|
Publicado em: 25 de dezembro de 2020

Abdominoplastia: o que você precisa saber sobre esse procedimento?

Confira algumas informações importantes sobre essa cirurgia.

Imagem:

Também conhecida como dermolipectomia de abdômen, a abdominoplastia é uma cirurgia plástica geralmente recomendada após a realização da cirurgia bariátrica, quando o paciente já perdeu peso mas continua com excesso de pele e gorduras na região.

Leia mais: Cirurgia bariátrica: saiba para quem é indicada e os riscos

Não é uma cirurgia barata, no entanto pode ser realizada gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mediante prescrição médica.

Continue acompanhando para conferir:

  • O que é a abdominoplastia?
  • Quanto custa?
  • Para quem é indicada?
  • Como funciona a cirurgia?
  • Cuidados pós-operatórios
  • Tempo de recuperação da abdominoplastia
  • Contraindicações

Como funciona a abdominoplastia?

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), o Brasil lidera o ranking de números de cirurgias plásticas realizadas no mundo. E a abdominoplastia é uma das mais populares.

Além de melhorar o tônus muscular e retirar o excesso de pele, esse procedimento ainda ajuda a tratar o chamado ‘abdômen em avental’. Isto é, a flacidez da pele que causa aquelas dobrinhas que podem abalar a autoestima dos pacientes.

A cirurgia pode ser feita com algumas técnicas diferentes. No entanto, a mais popular é a abdominoplastia clássica.

Depois de demarcada a região e feita a incisão, o cirurgião reposiciona os músculos do abdômen para o seu local de origem, retirando o excesso de pele e gorduras ao redor. Em seguida, é feita uma espécie de costura interna ligando os músculos, o que deixa a cintura mais fina e firme.

A abdominoplastia pode ser feita com anestesia local ou geral, se for associada a outros procedimentos, como a lipoaspiração.

O tempo de duração depende da complexidade do procedimento, mas costuma levar cerca de três horas.

Leia mais: Criolipólise funciona? Confira técnica de redução de gordura corporal

Antes e depois da abdominoplastia

Após o procedimento, é comum que o abdômen do paciente fique mais inchado. No entanto, o inchaço tende a desaparecer depois de algumas semanas.

O resultado varia de cada corpo, assim como o tamanho da cicatriz, que depende do tamanho da incisão.

Principais riscos da abdominoplastia

Assim como toda cirurgia, a abdominoplastia oferece alguns riscos. Sendo os principais:

Como medida de segurança, procure um cirurgião de confiança para realizar o seu procedimento. E sempre desconfie de preços muito destoantes dos encontrados.

Cuidados pós-operatórios

Após a realização da cirurgia, o paciente deve permanecer de repouso por pelo menos 10 dias, evitando carregar pesos e fazer movimentos bruscos. Além disso, durante os 30 primeiros dias é importante usar uma malha compressiva (cinta-pós cirúrgica), para garantir bons resultado no procedimento.

Ao sentar ou deitar, deve-se ter atenção para não esticar demais a região do abdômen. Mantenha a região levemente curvada, para evitar desgaste. Não durma de lado ou de bruços.

Após alguns dias da realização da cirurgia, geralmente é indicado que os pacientes realizem algumas sessões de drenagem linfática. Esse procedimento auxilia no processo de cicatrização e recuperação muscular.

O retorno às atividades rotineiras só deve ser feito após a liberação médica. Caso sinta dores, o profissional poderá prescrever analgésicos.

A recuperação total demora cerca de dois meses e os resultados definitivos podem ser observados a partir do oitavo mês.

Para garantir resultados duradouros, é importante que após a recuperação o paciente mantenha uma boa alimentação para evitar que engorde novamente e prejudique os resultados da abdominoplastia.

Indicações e contraindicações

© abdominoplastiaImagem: AndreyPopov/iStock

A abdominoplastia não é uma cirurgia indicada para quem deseja reduzir as medidas corporais. Trata-se de uma cirurgia plástica que deve ser feita com orientação médica, depois que o paciente já passou por um processo de emagrecimento com dietas e exercícios ou com a lipoaspiração.

E isso porque pessoas com obesidade apresentam maiores chances de desenvolverem complicações com a cirurgia, assim como fumantes.

Desse modo, a consulta com um médico antes da cirurgia é fundamental, para que ele possa avaliar caso a caso.

Antes da realização da abdominoplastia, o médico também solicita alguns exames de rotina, como por exemplo:

  • Coagulograma;
  • Hemograma;
  • Glicose;
  • Eletrocardiograma;
  • Exame de urina.

Quanto custa uma abdominoplastia?

O preço da abdominoplastia costuma oscilar de R$10.000 a R$20.000, a depender do profissional escolhido para realizar o procedimento, a cidade em que você está e a técnica utilizada.

No Brasil, é possível realizá-la pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Para isso, você deverá consultar-se com um médico licenciado da rede pública e conseguir uma prescrição para ingressar na fila de espera.

Leia mais: 13 coisas que você precisa saber antes de fazer a sua cirurgia plástica

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados