Faça uma busca
|
Publicado em: 19 de novembro de 2021

Como abandonar o vício em refrigerante

Imagem: musicphone1/iStock

Beber grandes quantidades de bebidas açucaradas, assim como bebidas de frutas e chá gelados adoçados é catalisador de ganho de peso, diabetes, osteoporose e muito mais.

Quando os pesquisadores da Escola de Saúde Pública de Harvard examinaram as dietas e a saúde de dezenas de milhares de mulheres, descobriram que aquelas que bebiam pelo menos um refrigerante açucarado por dia corriam risco duas vezes mais alto de diabetes tipo 2 do que as mulheres que bebiam refrigerantes menos de uma vez por mês. O culpado? As calorias extras... e todo aquele açúcar.

Os danos causados por refrigerantes

Ingerir centenas de calorias líquidas a mais por dia parece ser responsável pelo aumento de peso: mulheres que bebiam refrigerantes ganhavam mais de 5 kg em apenas quatro anos. As que saciavam a sede com água, leite e bebidas sem açúcar ganhavam muito menos peso. Em um estudo na Finlândia, pessoas que bebiam mais bebidas açucaradas corriam risco 68% maior de diabetes tipo 2.

Imagine os refrigerantes como doces líquidos – uma furtiva fonte de calorias que satisfaz pouco, mas garante quilos extras. Em outro estudo, os pesquisadores descobriram que o fato de os voluntários beberem três latas de refrigerante por dia – totalizando 450 calorias – não tinha impacto no quanto comiam durante as refeições, ao passo que, quando beliscaram jujubas, eles automaticamente comeram menos ao longo do dia.

Os refrigerantes enfraquecem os ossos, porque, com o consumo de muita bebida doce, a probabilidade de beber leite, rico em cálcio e que protege os ossos, é menor. Além disso, o ácido fosfórico das bebidas carbonatadas, em especial as de sabor cola, é particularmente prejudicial à saúde óssea. Em um estudo, mulheres que consumiam mais de três bebidas de sabor cola ao dia tinham densidade mineral óssea 4% menor no quadril. Os especialistas sugerem que o ácido fosfórico presente nestas bebidas interfere na formação dos ossos do corpo, mesmo que você consuma bastante cálcio.

Como abandonar o refrigerante

Reduzir os refrigerantes resulta em menor risco de diabetes, doença cardíaca e AVC. Cortar as 150 calorias de cada refrigerante ajuda a perder ou manter o peso. E, uma vez que essas bebidas podem desgastar a superfície dos dentes, o esmalte dos dentes vai ficar mais forte.

Você pode reparar o dano e eliminar o hábito de beber refrigerantes, porém é mais difícil do que possa imaginar. Nós programamos nosso paladar para desejar doce, então desabituar do açúcar pode ser difícil. Como um hábito, é preciso persistência para eliminá-lo de vez. Veja abaixo algumas dicas que irão ajudá-lo a acabar com o vício em refrigerante.

1. Sacie a sede com água e não com bebidas industrializadas

Considere refrigerantes e sucos de frutas açucarados como lanches. Para matar a sede, beba água.

2. Leve água com você

Comece o dia com um copo grande de água gelada e encha o copo novamente várias vezes ao longo do dia. Você descobrirá que essa é uma forma muito efetiva de reduzir o consumo de bebidas açucaradas.

3. Pense no consumo diário de líquidos

Depois da água, bebidas que são boas para a saúde incluem café, chá, leite, sucos de frutas naturais sem açúcar e mesmo vinho. Distribua essas bebidas ao longo do dia e diminuirá o desejo por refrigerantes.

4. Descubra o chá gelado

Faça seu próprio chá gelado de frutas ou ervas: coloque quatro saquinhos de chá em um litro de água filtrada e deixe gelar durante a noite. Acrescente um toque especial com gotas de suco de limão e beba à vontade, como uma alternativa à água.

5. Use as versões diet dos refrigerantes e sucos açucarados

Bebidas diet são uma forma de eliminar o desejo por refrigerantes, mas devem ser uma solução temporária. Há evidências de que beber mais de uma lata ao dia aumenta o risco de síndrome metabólica, uma condição pré-diabética que também ameaça o coração.

6. Adoce seu leite

Beba uma xícara de chocolate todo dia: adicione uma colher (sopa) de cacau puro e uma colher (chá) de açúcar ao leite desnatado, aqueça e se delicie. Uma colher (chá) de açúcar representa uma pequena fração do que a maioria dos refrigerantes contém.

7. Crie uma regra: só água em restaurante

Economize calorias – e dinheiro – não pedindo refrigerante em restaurantes. Isso vale ainda mais para os de fast-food: peça uma garrafa de água.

8. Evite principalmente os de sabor cola

Colas que contêm cafeína foram mais associadas à densidade mineral óssea reduzida do que as versões descafeinadas. Uma alternativa: chá gelado caseiro feito com chá-preto para uma pequena dose de cafeína.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close