Faça uma busca
|
Publicado em: 10 de setembro de 2021

Como recuperar o romance no casamento

Manter o romance aceso não é fácil. Estas dicas podem te ajudar.

Imagem: jacoblund/iStock

Recuperar o romance no casamento não é uma tarefa fácil. Dizem que o primeiro ano de casados ainda é como a lua de mel. As coisas andam muito bem. Os parceiros ainda estão se conhecendo e fazem de tudo para manter um relacionamento saudável. Comumente, há uma queda na felicidade no quarto ano de casamento. Depois disso, muitos casais perdem "a chama do amor".

Leia também: Intimidade emocional: veja como fortalecer a confiança entre você e seu parceiro

Crianças, trabalho, atividades sociais e a tentação de considerar o parceiro como “favas contadas”, depois de anos de convivência, atuam contra aquela centelha de entusiasmo, aquele “só tenho olhos para você” de que ambos necessitam. Para manter viva a paixão é preciso um pouco de planejamento e muita criatividade. Confira, a seguir, 9 dicas de como recuperar o romance no seu relacionamento.

Dicas de como recuperar o romance

Quando Kimberly e Gary Jordan fizeram um esforço consciente para colocar o casamento em primeiro lugar, aconteceu uma coisa interessante. Eles se sentiram mais felizes. E os filhos, Isaiah e Zachary, adoraram.

“Eu estava em dúvida”, conta Kimberly. “Não tinha certeza de haver encontrado o equilíbrio entre romance e família. Até ver como nossos meninos reagiam bem. Criou-se uma sensação de estabilidade e alegria. Eles se interessam em saber aonde vamos e o que fazemos. Quando passamos algum tempo sem sair, eles nos lembram! E gostam quando trocamos beijos e abraços. O caçula diz que não vê a hora de se casar! Acho que transmitimos a eles uma visão positiva do casamento.”

Os Jordans têm encontros regulares várias vezes por mês. Eles alternam: cada vez um escolhe aonde vão, frequentemente surpreendendo o outro com idas a restaurantes diferentes. “Nós não queremos nos distanciar para ter de nos redescobrir quando chegarem os anos de ‘ninho vazio’”, lembra Gary. “Se continuarmos a cultivar o casamento, ficaremos mais fortes, e nossos filhos também. Eles vão crescer vendo o que é um casamento com amor, compromisso e segurança.”

1. Programe saídas noturnas regulares

No primeiro ano depois do nascimento do filho Zachary, os Jordans só saíram duas vezes. “Eu pedia mais tempo só para nós, mas Kimberly não queria se afastar do bebê”, conta Gary. Kimberly concorda: “No primeiro ano, fiquei muito focada em Zachary. Ele ia conosco a todos os lugares. Mas quando nasceu Isaiah, nosso segundo filho, 20 meses depois, eu relaxei. Percebi que meu marido ainda estava perto – e precisava da minha atenção. E eu precisava da atenção dele.” 

Hoje, os Jordans saem várias vezes por mês, ainda que seja somente para ir até a livraria, onde tomam uma xícara de café, conversam um pouco e folheiam os livros das prateleiras. “Precisamos de um tempo só para nós”, diz Kimberly. “É uma dádiva poder fazer meu marido saber que ele ainda é tão especial para mim, que é o número um!”

2. Pergunte frequentemente: sabe o quanto eu amo você?

Ao longo do caminho, cada casal encontra meios próprios para recuperar o romance. Don Howard e a mulher, Teresa Titus-Howard, do Missouri, perguntam-se várias vezes por semana: “Como está o seu reservatório de amor?”

“Queremos saber se nossos reservatórios de amor – o quanto nos sentimos amados – estão cheios, pela metade ou quase vazios”, explica Teresa. “E cuidamos para que se conservem plenos, seja com um cartão, um e-mail, um abraço ou um beijo. São maneiras simples e rápidas de nos sentirmos próximos e muito, muito felizes um com o outro.”

Leia também: 71% apontam a confiança como principal fator para um casamento feliz

Os Howards não se envergonham de revelar quando seus reservatórios estão perigosamente baixos. “Um dia Teresa me deixou um recado na secretária eletrônica do trabalho dizendo que seu reservatório de amor estava bem baixo. Eu lhe mandei uma dúzia de rosas e um cartão”, conta Don. 

“É bom que as coisas sejam assim, ou eu seguiria pensando que estava tudo bem, quando, na verdade, minha mulher se sentia carente. Eu não levo para o lado pessoal. Fatores externos, como as pressões do trabalho e do estudo, podiam estar sugando sua certeza de ser amada.”

3. Façam o que costumavam fazer

Reviva os passatempos de que os dois mais gostavam durante o período de namoro e do início do casamento. Ponha para tocar “aquela” música para vocês dançarem na sala. Pratiquem canoagem. Ou joguem cartas. Quando saírem para jantar, use sob o vestido a sua lingerie mais sensual – e faça com que o seu marido saiba disso. Saboreiem comida chinesa na cama. Diante da lareira, comam pão e queijo, bebam vinho e beijem-se.

4. Filhos? Arranje uma babá

Uma babá calma, sensata e confiável vale ouro. E encontrar uma com tais qualidades pode ser mais difícil do que procurar aquele precioso metal. Peça indicações a vizinhos, amigos e parentes. Em dúvida? Faça um teste: deixe que a babá cuide do bebê por uma hora ou duas, enquanto você fica por perto, dentro ou fora de casa. Na vez seguinte, dê uma saída rápida. 

Procure saber qual é o salário médio pago na sua região. Se estabeleceu uma relação sólida com uma boa babá, pague um pouco acima. Assim, estará oferecendo uma recompensa e fortalecendo o relacionamento. Ainda melhor do que contar com uma única babá é formar uma equipe de duas ou três, para quando você quiser sair à noite.

5. Passe a noite fora... ou o fim de semana... ou a semana inteira

Não há como falar sobre como recuperar o romance sem falar sobre esse tópico. Sexo tranquilo é muito bom. À tarde, ou quando as crianças estão fora de casa, à noite. Mas nada supera o sexo sem pressa, a qualquer momento, seguido de um carinho, um cochilo, uma chuveirada, mais amor ou um passeio a pé. Para esse conforto de um tempo sem interrupções você precisa estar fora, contar com a ajuda de um amigo ou parente, ou ainda mandar as crianças para um acampamento. 

“Viajamos para a Flórida no mês de dezembro passado, para participar de uma maratona”, relata Don Howard. “Foi estimulante e ajudou muito o nosso casamento. Para mim, foi uma surpresa ver como um fim de semana, somente duas noites para nós, realmente nos recarregou.”

6. Namore em casa

Não subestime os períodos curtos passados em casa sem as crianças. Em vez de assistir à TV, lavar a louça ou verificar os e-mails, aproveite aquele período de uma hora ou duas em que o bebê dorme, ou o mais velho está na escola, para namorar. Tire proveito também de qualquer mudança nos padrões de sono das crianças (às vezes, elas dormem mais tarde e acordam mais tarde). Que tal aquela manhã de sábado em que o adolescente resolve ficar mais um pouco na cama?

O que fazer do tempo de que dispõem para estar juntos? Façam amor. Almocem juntos, sem falar de filhos, de casa, de dinheiro. Depois que as crianças forem para a cama, vão até o lado de fora para tomar uma taça de vinho e olhar as estrelas.

Leia também: 5 dicas para superar crises no relacionamento

“Uma das melhores ideias que tivemos foi namorar em casa”, conta Susan Vogt. “Nós nos organizávamos para estar acordados quando as crianças fossem para a cama. Às vezes, nos revezávamos para dormir durante o dia, de modo que não estivéssemos cansados demais para fazer amor. À medida que as crianças foram crescendo, aproveitávamos para namorar enquanto elas não voltavam de suas saídas noturnas.”

7. Namoro a baixo custo

Pagar uma babá por uma hora de trabalho pode fazer de um encontro a sós um grande gasto. Considere esta uma despesa fixa e procure um programa a baixo custo ou mesmo gratuito. Os Vogts faziam piqueniques no parque local e observavam as luzes se acenderem na outra margem do rio. Às vezes, um surpreendia o outro com encontros românticos e pouco convencionais. O casal pode caminhar, pedalar, olhar vitrines, nadar em piscina, lago ou praia ou patinar no gelo.

8. Amplie a sua definição de um encontro a dois

Vestir-se especialmente para um jantar à luz de velas é apenas uma opção. Afinal, o que é um encontro? Algo que deixe vocês dois focados um no outro: algum tempo de jardinagem acompanhado de uma boa conversa, uma semana nas Bermudas ou dez minutos no café da manhã. Busque o modo que seja mais agradável para recuperar o romance no seu casamento.

Segundo pesquisas, enquanto as mulheres tendem a preferir conversar, os homens gostam de fazer alguma coisa juntos. Encontre o meio-termo: combine as preferências dos dois em uma atividade divertida que permita um bate-papo.

9. Conserve o romantismo e o prazer

Resista ao impulso de abordar questões ligadas ao relacionamento ou de levantar problemas com finanças, filhos, casa ou carro. Muitos casais sentem-se tentados a aproveitar qualquer sobra de tempo para verificar itens de sua infindável lista de afazeres. Não faça isso! Lembre-se de que o tempo do casal é sagrado. Ria. Brinque. Descubra qual é a situação emocional do parceiro. Sintonize. A lista de afazeres pode esperar.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close