Faça uma busca
|
Publicado em: 8 de setembro de 2021

Harmonização facial: saiba o que é e quais os procedimentos mais comuns

Tendência entre os famosos, a harmonização facial ganha espaço no Brasil

Imagem: AndreyPopov/iStock

A harmonização facial vem conquistando cada vez mais brasileiros. Também conhecida como harmonização orofacial ou harmonização do rosto, a técnica é considerada menos invasiva que uma cirurgia plástica tradicional e por isso se tornou tão popular.

Muitos famosos (e anônimos) estão passando pelo procedimento. De maneira geral, procedimentos estéticos são realizados mais por mulheres do que homens. No entanto, quando o assunto é a harmonização do rosto, os homens parecem estar bastante interessados. Não é à toa que as clínicas de estética realizam cada vez mais procedimentos de harmonização facial masculina. Alok, Wesley Safadão, Lucas Lucco, Gretchen, Joelma e Kelly Key são alguns dos famosos que fizeram o procedimento. Veja aqui o antes e depois dessas celebridades!

O que é harmonização facial

A harmonização facial é um conjunto de intervenções estéticas realizadas na face. O objetivo, como o próprio nome diz, é deixar o rosto em harmonia, de forma mais simétrica. Para isso, diversos procedimentos podem ser aplicados a fim de encontrar o equilíbrio entre as diversas partes do rosto: boca, nariz, maçã do rosto etc.

Existe a harmonização facial feminina e a masculina. Na prática, elas funcionam da mesma forma. A diferença consiste nos tipos de alterações que serão feitas, pois o padrão de beleza masculino e feminino diferem. Assim, a harmonização facial visa a ressaltar a estética de cada rosto. Por isso, antes de fazer o procedimento, é preciso saber quais os pontos a serem melhorados no rosto. Sendo, então, necessária a avaliação de um profissional da área.

Quais profissionais podem fazer

A harmonização facial é feita para fins estéticos. Mas isso não é motivo para confiar em qualquer profissional. Esse é um procedimento sério e que deve ser visto como tal. É importante buscar com cuidado a clínica ou especialista que vai realizá-lo, bem como tomar conhecimento dos riscos envolvidos.

Em relação a quais profissionais buscar para fazer uma harmonização facial, há uma polêmica acerca da questão de cirurgiões-dentistas poderem ou não realizar esse procedimento. Há muitas clínicas de estéticas que defendem a realização de harmonização facial por profissionais da odontologia. Mas também há muitas pessoas que se mostram céticas quanto a isso.

Em 2019, foi publicada pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) a resolução 190/2019, que reconhece a harmonização facial como especialidade odontológica. Para que um cirurgião-dentista exerça essa função, ele precisa ter feito curso especializado na área, reconhecido pelo MEC e/ou CFO. No entanto, o Conselho Federal de Medicina (CFM) se posicionou contra essa resolução. Assim, não há uma resposta definitiva quanto a essa questão.

Em todo caso, é possível buscar um cirurgião plástico para realizar a harmonização, visto que esse é um profissional capacitado especificamente para este tipo de procedimento. Ainda assim, é importante verificar se o profissional escolhido é certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Como é a recuperação

A harmonização facial é feita em cerca de 40 minutos, com anestesia local. Por se tratar de um procedimento estético não cirúrgico, a recuperação ocorre de forma mais simples, usualmente com o paciente já podendo retomar suas atividades diárias no mesmo dia. Contudo, é recomendado evitar tomar sol forte e fazer massagens faciais por cerca de 1 semana. Já os resultados da harmonização são temporários, geralmente variando de 12 a 18 meses.

Os 12 procedimentos mais buscados

Ácido deoxicólico

Reducao da papada da harmonizacao facial
A "papada" é algo que incomoda muitas pessoas. (Imagem: Grinvalds/iStock)

O ácido deoxicólico é muito utilizado para a redução da papada. O procedimento é considerado mais seguro e menos invasivo, além de ter um menor custo quando comparado a uma lipoaspiração de papada. Os preços variam de R$ 1.000 a R$ 2.000.

Ácido hialurônico

O ácido hialurônico costuma ser usado tanto para o preenchimento labial quanto para a correção de marcas de expressão como o "bigode chinês", por exemplo, e as olheiras profundas. Além disso, o ácido hialurônico também pode ser aplicado para o contorno da mandíbula e até na rinomodelação (mudança no formato do nariz). Em ambos os casos, o intuito é dar uma nova definição a estas partes do rosto. O valor desse procedimento varia de acordo com a região de aplicação, indo de R$ 1.000,00 a R$ 5.000,00.

Bichectomia

Apesar de ser um procedimento mais invasivo, a bichectomia também pode ser realizada na harmonização facial. A técnica consiste em reduzir o volume das bochechas, garantindo maior definição ao rosto. Buchecha (da ex-dupla Claudinho e Buchecha) e a ex-BBB Natália Casassola foram alguns dos famosos que já usaram a técnica.

Toxina botulínica (botox)

A toxina botulínica, popularmente conhecida como botox, também não fica de fora. Ela auxilia no relaxamento dos músculos, reduzindo marcas e dando maior equilíbrio ao rosto como um todo. A técnica é muito utilizada para amenizar as linhas de expressão e também pode ser usada para levantar as sobrancelhas e corrigir o ângulo do rosto. A aplicação de botox custa em média de R$ 1.000 a R$ 2.000.

No entanto, é preciso tomar cuidado com o especialista, porque às vezes o uso do botox pode não agradar. A atriz Cameron Diaz, por exemplo, começou a usar o botox, antes mesmo de completar 50 anos – aliás, pessoas cada vez mais jovens vêm recorrendo à toxina. Já a atriz Nicole Kidman assumiu ter usado botox e não ter gostado do resultado.

Lifting facial

O lifting facial – ou, tecnicamente falando, ritidectomia – é muito procurado para a remoção de rugas. O procedimento é realizado por um cirurgião plástico e busca o rejuvenescimento do rosto. Existem quatro tipos básicos de lifting. Durante a cirurgia, é muito comum o uso de fios de sustentação para tratar a flacidez facial e cervical, reposicionando os tecidos e estimulando o colágeno.

Rinomodelação

rinomodelação
A rinomodelação se assemelha à rinoplastia. (Imagem: Andrey Popov/iStock)

Diferentemente da rinoplastia – tratamento cirúrgico de todas as alterações estéticas do nariz –, a rinomodelação é uma abordagem não cirúrgica para modificar aspectos estéticos do nariz. Na rinomodelação o ácido hialurônico costuma ser aplicado no nariz por meio de seringas com agulhas. O resultado é surpreendente, mas, segundo especialistas, o procedimento dura, normalmente, um ano. Após este período, é preciso reaplicar o ácido.

Quais os riscos da harmonização facial?

Apesar de ser um procedimento não invasivo, a harmonização facial não está isenta de riscos. Como dito acima, é preciso ter cuidado na hora de escolher o profissional que a realizará. Se não for feito corretamente, esse procedimento estético pode gerar sérios malefícios à saúde.

O uso de objetos que não estejam esterilizados pode fazer com que o paciente desenvolva uma série de infecções graves. Além disso, se não forem aplicados corretamente, os produtos usados podem ir para a corrente sanguínea. Isso pode causar: choque anafilático, lesões na pele, cicatrizes e deformidades no rosto. Há até mesmo o risco de morte celular e cegueira.

Somado a isso, a harmonização pode ser ainda mais perigosa para quem é portador de doenças autoimune, pessoas com processos inflamatórios e para aqueles que fazem uso de anticoagulantes. Dessa forma, é preciso considerar se os riscos valem a pena.

Reversão de harmonização facial

O que acontece se você se arrepender? Essa é uma questão a se considerar quando se fala de procedimentos estéticos. Por ser um processo considerado não invasivo e que tem se tornado cada vez mais comum, algumas pessoas fazem a harmonização facial sem ter completa certeza do que querem. Há também relatos de harmonizações que não ocorreram exatamente como o esperado, fazendo com que a pessoa se arrependesse de tê-la feito.

Um famoso que passou por essa situação foi Lucas Lucco. Em entrevista ao Fantástico, ele contou que se arrependeu da harmonização facial que havia feito em agosto de 2019. De acordo com ele, foi um profissional que o procurou para realizar o procedimento e ele não soube como deixar passar a oportunidade.

Contudo, o arrependimento foi imediato. Ele não conseguia mais se reconhecer no espelho e desejava ter seu rosto de volta. Para isso, o cantor passou por algumas sessões para remover os produtos que haviam sido aplicados. Em julho de 2021, Lucas foi às redes sociais celebrar a reversão da harmonização facial.

O que é a desarmonização facial?

Recentemente ganhou força um movimento chamado de "desarmonização facial". Basicamente, ele vai na contramão da onda de harmonização facial, valorizando a beleza alternativa, aquela que foge ao padrão. A harmonização valoriza traços como lábios carnudos, nariz fino e maxilar marcado. Já a desarmonização vai na contramão, valorizando a beleza natural e traços incomuns, como sobrancelhas grossas, lábios finos, nariz pontudo e mais.

O objetivo desse movimento é questionar a banalização de procedimentos estéticos e fazer com que as pessoas repensem o que é beleza, quem dita essa definição e por que todos devem se encaixar no padrão estético imposto pela sociedade.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close