Faça uma busca
|
Publicado em: 20 de abril de 2021

Sentir muita sede é normal? Veja o que pode ser!

Conheça os principais motivos que podem causar muita sede e como identificá-los.

Imagem: fizkes/iStock

Beber um bom copo de água gelada é uma das sensações mais prazerosas que existem. Ainda mais no verão, quando sentimos mais sede por conta do calor. Mas não é sempre que sentir muita sede é normal. 

A água desempenha papéis de extrema importância no nosso organismo. Ela ajuda a regular a temperatura do nosso corpo, mantém o metabolismo funcionando normalmente, remove algumas toxinas do nosso organismo e traz muitos outros benefícios. 

Leia também: Entenda a importância da hidratação para a sua saúde

Em algumas situações, ter bastante sede é normal. Como quando comemos algum alimento muito salgado ou nos exercitamos bastante. Porém, desconfie quando tiver muita vontade de beber água sem motivo aparente. Pode ser seu organismo dando sinal de que algo está errado. 

Desidratação

A desidratação ocorre quando o nível de líquido no seu corpo está muito abaixo do necessário. Dessa forma, o funcionamento do seu organismo fica prejudicado. Além de sentir muita sede, você também pode ter dor de cabeça, cansaço e ficar com a boca seca.

sintomas de desidratação
Sentir muita sede pode ser um dos primeiros sinais de desidratação. (Imagem: Love portrait and love the world/iStock)

Para se proteger da desidratação, é importante ingerir 2 litros de água por dia. Muita gente não gosta de beber água. Se você é uma delas, pode complementar com leite, sucos, chá e outros líquidos. Além de incluir na rotina alimentos ricos em água, como é o caso da melancia, do melão e do tomate. Mas nunca deixe de beber água durante o dia!

Vômitos e diarreia 

Algumas doenças podem nos causar vômitos e diarreia. Quando isso acontece, acabamos perdendo muito líquido. Consequentemente, o organismo reage nos fazendo sentir muita sede, para evitar a desidratação.

Nesses casos o recomendado é beber bastante água, ou alguma bebida com propósito de repor água, como os isotônicos. Se hidratar sempre que tiver um episódio de vômito ou diarreia facilitará a sua recuperação. 

Uso de medicamentos

Existem alguns medicamentos capazes de causar sede excessiva como efeito colateral. Entre eles estão os diuréticos, lítio, antipsicóticos, antidepressivos, anti-histamínicos, entre outros. 

antidepressivos
Os componentes de alguns medicamentos podem causar sede em excesso. (Imagem: MJ_Prototype/iStock)

Caso esteja tomando medicamentos desse tipo, beba água com frequência durante o dia, um pouco de cada vez. Se você sentir que ainda assim a sensação de muita sede não passa, procure o médico para ver a possibilidade de mudança na medicação. 

Diabetes

O excesso de sede pode ser um dos muitos sintomas da diabetes. Isso ocorre pois o organismo não consegue produzir insulina direito. Dessa forma, o açúcar não é transportado para as células e acaba sendo eliminado na urina. Assim, o corpo perde mais água do que o normal.

A sede excessiva faz parte do grupo de sintomas da diabetes. Se além disso você tiver perda de peso, muita fome, boca seca e muita vontade de urinar, procure um médico. Através de exames, o profissional saberá se você tem diabetes e fará a orientação do tratamento. 

Alguns cuidados gerais

Na maioria das situações, a ingestão de água regularmente todos os dias ajuda a prevenir o excesso de sede. Certifique-se também de evitar comidas muito salgadas, principalmente se tiver pressão alta. Quando for se exercitar, leve sempre uma garrafinha com água ou isotônico para se hidratar.

quanta água beber ao malhar
Consumir água durante e após os exercícios físicos e fundamental para manter o corpo em equilíbrio. (Imagem: m-gucci/iStock)

No caso de sentir muita sede, tome bastante cuidado para não beber água demais. Isso pode causar uma condição chamada hiperidratação. Essa condição pode afetar o funcionamento dos seus fígados e rins, além de aumentar os riscos de problemas no coração. 

Assim, se perceber que mesmo se hidratando bastante a sensação de sede não diminuir, não continue tomando mais água. Procure um médico imediatamente para que ele avalie o problema e te dê as orientações corretas.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados