Faça uma busca
|
Publicado em: 15 de março de 2021

Volta às aulas presenciais: 5 cuidados para ficar de olho

Conheça os principais cuidados contra a covid-19 que as crianças precisam ter na volta às aulas.

Imagem: Halfpoint/iStock

Por muito tempo se discutiu a volta às aulas presenciais no período de pandemia. Em muitos estados as crianças já voltaram às suas escolas. Porém existem alguns cuidados necessários para ficar de olho nesse retorno.

Antes de mais nada, é de extrema importância saber se a escola dos seus filhos está preparada para recebê-los. Entre os cuidados que a instituição deve ter estão a separação das carteiras dos alunos, o ambiente bem ventilado, a medição de temperatura e a oferta do álcool em gel. 

Leia também: Covid-19: quando a saturação de oxigênio é considerada baixa?

Procure saber também quais as medidas que a escola pretende adotar no caso de algum aluno ou funcionário apresentar sintomas de Covid-19. O ideal seria a escola avisar aos pais de todas as crianças que tiveram contato com a pessoa, para que fiquem isolados e façam testes.

Orientando as crianças

Ainda em casa, o material dos seus filhos deve ser higienizado com álcool 70%. Ao ir buscá-los, certifique-se de trazê-los direto para casa, de modo a não expor o uniforme da criança a outros ambientes que não sejam a escola. É recomendável que a criança troque de roupa assim que chegar em casa. Veja agora outros cuidados essenciais.

1. Lavar as mãos e usar máscara sempre

É importante sempre reforçar com as crianças os cuidados básicos que estamos tendo desde o início da pandemia. Enfatizar o uso da máscara e a higienização das mãos, seja com água e sabão ou com álcool em gel 70%. A máscara deverá ser trocada depois de um período de 2 horas ou se estiverem úmidas. 

lavar as mãos na escola
Lavar as mãos sempre que for necessário é essencial para não ser infectado. (Imagem: marieclaudelemay/iStock)

Outra orientação que deve ser dada às crianças é a de higienizar as mãos sempre que se utilizar a mochila, pois esta fica exposta na rua e na própria escola. Essa recomendação é muito importante pois, além do material de aula, estará na mochila a máscara sobressalente que a criança utilizará.

2. Sobre o compartilhamento de material escolar

Seguindo a mesma lógica, o material de aula também não deve ser compartilhado. Porém, nesse caso, se o compartilhamento acontecer, a criança deve se lembrar de higienizar tanto as mãos quanto o material que foi emprestado. 

3. Cuidados na hora do lanche

Levando em conta a fome e a sede que as crianças irão sentir durante as aulas, é necessário orientar também o que fazer nesses momentos. Quanto a beber água, o ideal é levar uma garrafinha de casa para evitar o uso dos bebedouros. 

merenda na escola
Os cuidados devem ser redobrados na hora da merenda. (Imagem: Grandbrothers/iStock)

A criança deve entender que a principal maneira de se contaminar é levando as mãos à boca, portanto devem higienizar as mãos antes de lanchar. Pelo mesmo motivo, o lanche não deve ser compartilhado com o coleguinha, pois o mesmo pode estar infectado.

4. Na hora de tossir ou espirrar

Ninguém está livre de sentir vontade de tossir ou espirrar, mas é muito importante orientar os pequenos sobre como se comportar quando isso acontecer.

As orientações dos órgãos de saúde indicam que a forma mais eficaz do vírus não ser propagado é colocando o antebraço na frente da boca. Portanto, converse com seus filhos sobre esse cuidado.

5. Atenção ao transporte escolar

As medidas de segurança normais que devemos adotar no nosso dia a dia também devem ser aplicadas no transporte escolar. Portanto, você precisa conferir se a van que levará seu filho cumpre tudo corretamente. Verifique se o veículo está com as janelas abertas, para que o interior fique bem arejado.

transporte escolar covid-19
Ter uma ambiente seguro para transportar as crianças é fundamental. (Imagem: evgenyatamanenko/iStock)

Além disso, o interior deve estar com a capacidade reduzida, ou seja, com a indicação dos lugares que podem ou não serem ocupados; prezando pelo distanciamento. Cadeirinhas, cinto de segurança, bancos e janelas devem ser higienizados constantemente.

A importância de observar a saúde mental da criança

Todas as orientações acima são de grande importância para a segurança de todos nessa volta às aulas presenciais. Porém, sabemos que segui-las não vai ser fácil, uma vez que sabemos o quanto as crianças são mais ativas do que os adultos.

Portanto, é possível que a adaptação às aulas presenciais seja difícil e isso pode causar estresse e ansiedade. Se observar essas mudanças em seus filhos, procure ajuda psicológica para eles. A pandemia está cobrando um preço na saúde mental de todos, independentemente da idade.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados