Faça uma busca
|
Publicado em: 18 de maio de 2018

14 dicas para combater tosse e espirro

Mais tosse e espirro. Usar lenço de papel é uma das coisas mais eficazes que você pode fazer para evitar que os germes do resfriado se espalhem.

Imagem: Zinkevych/iStock

Tosse e espirro parecem que andam juntos. Conhecidos na medicina como infecções do trato respiratório superior, tosses e resfriados estão entre as infecções mais comuns que experimentamos. Então, proteja-se contra os vírus do resfriado e da gripe. E trate as doenças que eles causam com as dicas a seguir.

  • DMEPhotography/iStock

    1 Dê dois beijinhos 

    O beijo em cada face é menos propício a transmitir um resfriado do que o aperto de mãos. Os dedos de uma pessoa resfriada estão mais sujeitos à contaminação, como resultado do esfregar o nariz ou os olhos. É mais arriscado apertar a mão dessa pessoa do que estar perto de alguém que está fungando ou mesmo estar no caminho de um espirro monumental – desde que as gotículas fiquem distantes dos seus olhos e nariz. Beijo no rosto é um cumprimento mais seguro.


  • vladans/iStock

    2. Saia mais…

    A vitamina D, produzida no organismo como resultado da exposição aos raios solares, ajuda a aumentar a imunidade e protege de gripes e resfriados. Se você tiver deficiência dessa vitamina, converse com o médico e veja se é necessário tomar um suplemento no inverno. Além disso, coma muitos alimentos ricos em vitamina D – especialmente peixes oleosos – durante o ano inteiro.


  • Wavebreakmedia/iStock

    3. …Mas se aqueça

    Quando estiver ao ar livre no inverno, que começa em um mês, use gorro e cachecol para manter a cabeça e o pescoço aquecidos. O clima, mesmo o outono dá ao vírus do resfriado uma vantagem – o ar frio faz com que os vasos sanguíneos do nariz se contraiam, comprometendo as defesas nasais contra a infecção. Proteja-se com um estilo de vida saudável e uma alimentação balanceada, rica em vitaminas, muito exercício e bebidas quentes.


  • AndreyPopov/iStock

    4. Limpeza contra as doenças de inverno

    Os resfriados são mais comuns no inverno – mas não culpe o tempo. A única maneira de pegar um resfriado é pelo contato direto com o vírus. Os resfriados se espalham mais durante o inverno porque as pessoas passam mais tempo em lugares fechados, aumentando a chance de entrar em contato próximo com pessoas infectadas ou com algo que elas tocaram. A seguir, dicas para reduzir o contato com o vírus:

    Limpe maçanetas e superfícies O mais provável é que você entre em contato direto com o vírus do resfriado tocando uma superfície contaminada, como maçaneta, teclado compartilhado, torneira ou telefone. Crianças na escola ou na creche estão propensas a trazer vírus de resfriado para casa. A maneira mais eficaz de evitar que os germes se espalhem é limpar as superfícies tocadas com muita frequência na casa, com um desinfetante em spray – isso pode reduzir em 99,9%, e em apenas 1 minuto, os vírus.

    Lave as mãos Superfícies no ambiente de trabalho, metrô e ônibus também estão propícias à contaminação; lave as mãos com cuidado e frequência ao longo do dia.

    Use um gel higienizante Quando água e sabão não estiverem disponíveis, use um produto antibacteriano para as mãos, à base de álcool, para manter os germes longe.


  • Halfpoint/iStock

    5. Exercite os pulmões

    Pesquisadores americanos descobriram que mulheres sedentárias, na pós-menopausa e acima do peso que fizeram caminhadas vigorosas de 45 minutos, cinco vezes por semana, reduziram em dois terços o número de resfriados em um ano. Cada período de atividade traz uma pequena melhora para o sistema imunológico – com o tempo, isso se traduz em menos dias que você passa derrubado pelo vírus do resfriado. Estabeleça uma rotina de caminhadas vigorosas várias vezes na semana, e veja se você se resfria menos.


  • michaeljung/iStock

    6. Mantenha os dentes limpos

    Parece que as bactérias que causam infecções respiratórias graves proliferam no calor e na umidade da boca, e gengivas inchadas e sangrando são uma causa significativa de pneumonia – que podem levar à inalação de gotículas contendo bactérias. Para proteger o pulmão, bem como dentes e gengiva, vá ao dentista e siga suas orientações.


  • DragonImages/iStock

    7. Não se fie na vitamina C

    Ela é um nutriente essencial, mas não espere que essa vitamina evite o resfriado comum, segundo uma revisão de 30 estudos conduzida pela respeitada Base de Dados Cochrane. Concluiu-se que, para a maioria das pessoas, a “ingestão regular de vitamina C não teve efeito algum sobre a incidência do resfriado comum”. Isso é verdade até mesmo com a ingestão de altas doses. Pode haver benefícios ao sistema imunológico de pessoas que fazem exercícios físicos vigorosos, que se expõem a frio extremo ou vivem num ambiente muito frio, mas para o restante de nós o conselho é que a ingestão regular de vitamina C como parte de uma alimentação balanceada é tudo de que precisamos.


  • Wavebreakmedia/iStock

    8. Use lenços de papel

    Espirrar protege você porque expulsa vírus e outros detritos do organismo a 85% da velocidade do som. A expulsão de até 40 mil gotículas, porém, inevitavelmente espalha o vírus. Muitas pessoas pioram a situação tentando conter o espirro com a mão, que fica então coberta de germes que podem ser espalhados pelos apertos de mão e toques em superfícies. Você pode diminuir o risco de espalhar seu resfriado usando lenços de papel quando espirrar e lavando as mãos tão logo possível.


  • Zinkevych/iStock

    9. Leve a gripe a sério

    Não subestime o risco da gripe nem o valor da vacina contra ela, especialmente se você sofre de doença cardíaca ou tem mais de 65 anos. A gripe, e a resposta inflamatória ao vírus que a causa, eleva o risco de infartos e AVCs. Outros grupos de alto risco incluem pessoas com problemas respiratórios (incluindo asma), diabetes, doença renal grave ou qualquer pessoa que teve o baço extraído. Portanto, tome precauções contra a gripe.


  • AD077/iStock

    10. Use um remédio antigo

    Quando pegar um resfriado e tiver tosse, troque o xarope por uma bebida quente com mel e limão – o xarope vendido sem receita na farmácia não é mais eficaz e custa muito mais. Duas colheres (chá) de mel ao deitar-se reduz a tosse noturna e melhora o sono. Acrescentar mel a um copo de água quente com suco de limão fornece uma dose saudável de vitamina C natural, além de acalmar a garganta.


  • svehlik/iStock

    11. Chá para tosse e resfriado

    Infusões feitas de folhas, flores ou raízes secas de plantas comuns são remédios tradicionais usados há séculos para ajudar a soltar o muco e acalmar a tosse e a dor de garganta – além de serem pelo menos tão eficazes quanto os medicamentos de venda livre. Para tosse seca, faça uma infusão com uma das seguintes plantas medicinais:
    ★ Alcaçuz
    ★ Malva-branca ou alteia, na foto.

    Ambas estão disponíveis em lojas de produtos naturais. Basta acrescentar uma xícara de água fervente e deixar em infusão por 10 minutos.


  • id-art/iStock

    12. Deleite-se com um chocolate

    É tentador e gostoso – e também muito bom para você, segundo pesquisadores do Reino Unido. Um ingrediente do chocolate, a teobromina, é significativamente mais eficaz para cessar tosses persistentes do que os xaropes de venda livre. A substância suprime a atividade do nervo vago que causa a tosse persistente, particularmente em quem sofre de doença pulmonar. Da próxima vez que estiver tossindo, tente comer um ou dois quadrados de chocolate amargo.


  • archideaphoto/iStock

    13. Sue a camisa

    Pode parecer refrescante, mas não ligue o ar-condicionado se você está resfriado ou gripado num dia quente de verão. Suar ajuda a livrar o corpo de toxinas e faz parte do nosso mecanismo de combate à infecção. E, mesmo que você não tenha um resfriado, cuidado com ambientes com refrigeração muito forte, que podem deixá-lo mais suscetível a infecções do trato respiratório superior de todos os tipos, especialmente se você transita com frequência entre o calor externo e o frio de um ar-condicionado de um escritório ou loja. Fique quente para ficar bem.


  • iko636/iStock

    14. Combata o resfriado com canja

    Embora o remédio favorito da vovó possa na verdade não curar o resfriado, cientistas mostraram uma série de benefícios à saúde que a canja proporciona. Num estudo, pesquisadores identificaram o caminho pelo qual a sopa inibe a inflamação que causa os sintomas do resfriado. No caldo, a cisteína, aminoácido encontrado em alimentos altamente proteicos, transforma-se em N-acetilcisteína – molécula que tem a capacidade de abrir as ligações que conectam os longos filamentos de proteína que criam muco, tornando-o menos espesso e ajudando a liberar as vias nasais. Mas cautela: a canja comprada pronta provavelmente não fornece todos os benefícios da canja caseira.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados