A massagem é um meio relaxante e agradável de lidar com a dor. Possui uma grande variedade de técnicas, algumas baseadas na medicina oriental. As mais comuns incluem pressionar os membros, puxar de leve as articulações, comprimir áreas nervosas ou pontos de pressão. Podem incluir também pequenos golpes e tapinhas com o dorso das mãos.

As terapias de massagem corretiva atuam de modos distintos. Umas focam em relaxar os músculos tensos, outras objetivam estimular a circulação. A massagem alivia a dor causada por lesões esportivas, sendo também adotada em programas de reabilitação para pacientes que sofreram um acidente, inclusive AVC. O profissional prestará bastante atenção aos músculos e tendões lesionados, a fim de atenuar a rigidez e a dor. Muitos massagistas esportivos aplicam substâncias terapêuticas à pele. Após lenta absorção, cremes, óleos aquecidos ou analgésicos chegam ao tecido lesionado.

Massagem com Aromaterapia

Esse tipo de massagem se caracteriza pelo uso de óleos essenciais, conhecidos por suas propriedades cicatrizantes. Esses óleos são extraídos de várias plantas medicinais por processo de destilação. Camomila, eucalipto, lavanda e hortelã-pimenta são algumas dessas plantas. Por serem bem concentrados, apenas algumas gotas de um ou mais óleos essenciais são adicionadas a um óleo veicular de base, como o óleo de amêndoa ou avelã.

Você pode comprar óleos de massagem já misturados ou fazer os seus. Guarde-os em locais escuros e frios, mas não na geladeira.

Como pode ajudar?

Óleos essenciais são absorvidos pelo corpo via inalação e pela pele. Podem agir no local e também passar à corrente sanguínea a fim de atingir outras áreas corporais. A massagem com aromaterapia é capaz de atenuar distúrbios relacionados a estresse, depressão e ansiedade. Pode também liberar endorfinas, propiciando alívio para:

  • tensão muscular
  • dor crônica no pescoço e nas costas
  • cólicas pré-menstruais
  • artrite

Massagem com Pedras Quentes

Pedras lisas e achatadas são colocadas em água quente até atingiram uma ótima temperatura. Geralmente, são pedras de basalto, pois são ricas em ferro e retém facilmente o calor. Em seguida, são postas sobre partes específicas do corpo, como ao longo da coluna e entre os dedos dos pés. São usadas também para massagear os músculos. O calor das pedras aquece os músculos e ajuda a relaxá-los, permitindo que sejam trabalhados profundamente sem grande pressão. Se houver inflamação, o profissional pode optar por pedras de mármore, esfriadas antes em água gelada.

Como pode ajudar?

Relata-se que a massagem com pedras quentes oferece diversos benefícios à saúde. Podem melhorar a circulação e também reduzir o estresse. Se você não tem certeza se anda estressado, faça esse teste e descubra. Essa massagem pode minimizar a:

  • artrite
  • hipertensão
  • dor nas costas
  • fibromialgia

Massagem Sueca

Esse tipo de massagem foi desenvolvido no século XIX por Per Henrik Ling – um entusiasta da saúde física e precursor da aeróbica. Baseia-se num sistema de golpes e tração em tecidos moles e músculos a fim de relaxar as fibras musculares rígidas.

O intuito da massagem sueca é afrouxar um espessamento muscular ou tecidual ao redor de articulações. Pesquisadores observaram que, ao aplicar ações de pressão, golpes longos e movimentos em coelhos após o exercício, a recuperação se acelerava. Além disso, havia menos inchaço e inflamação. Vale dizer que músculos de coelhos foram utilizados no experimento por serem análogos aos dos humanos. Os músculos readquiriram cerca de 60% da força em comparação aos 15% da taxa de recuperação do grupo de controle.

Como pode ajudar?

A massagem sueca é recomendada para quem sofre de problemas circulatórios e dores articulares. É muito usada na fisioterapia, sobretudo em pacientes que buscam recuperar o movimento de membros após uma cirurgia. Além disso, é indicada para aqueles que passaram longos períodos na cama ou sofreram um AVC. Também é útil para:

  • osteoartrite
  • dor crônica nas costas
  • dor no pescoço
  • dores de cabeça

Massagem Oriental

A massagem chinesa (tui na) é superprofunda. Baseia-se na compreensão dos caminhos meridianos e dos pontos de acupuntura. Ou seja, com estimulação dos pontos distintos com forte pressão dos dedos. Pode também haver fricção bem firme e tapinhas para restaurar a circulação saudável e o movimento dos membros. A massagem tailandesa (nuad boran) combina técnicas de ioga, acupressão e reflexologia. Seu intuito é remover bloqueios das linhas de energia conhecidas como sen. O profissional puxa, balança e alonga ritmicamente várias partes do corpo até a tensão ser liberada e a energia equilibrada.

Como pode ajudar?

Há relatos de que ambas as formas de massagem oriental criam uma sensação de relaxamento e rejuvenescimento. São ideais para quem sofre:

  • dores de cabeça tensionais
  • enxaquecas
  • problemas de pescoço
  • dores articulares
  • espasmos musculares
  • ansiedade

Massagem em Tecidos Profundos

É uma massagem terapêutica, de efeito penetrante, destinada a restaurar o movimento articular. Além disso, melhora a circulação sanguínea e linfática do corpo inteiro, sobretudo em músculos encurtados graças à inatividade. Às vezes, o não uso dos músculos pode ter origem em questões psicológicas ou traumas do passado. Massagear os tecidos profundos pode resultar em forte liberação emocional e/ou reação física.

Como pode ajudar?

Com movimentos bem lentos e grande pressão, ela pode ser bastante dolorosa para quem não está acostumado. O massoterapeuta utiliza os dedos, mãos, cotovelos e antebraços para focar nas áreas específicas com problemas. Pode ser útil para aliviar:

  • dor lombar
  • ciática
  • cotovelo de tenista
  • fibromialgia
  • osteoartrite

Drenagem Linfática

Esse método costuma ser usado em clínicas de beleza e spas. Incorpora o princípio de “nivelar” saliências não estéticas ou depósitos de gordura no corpo, sobretudo celulite e acúmulo de líquido. Os toques de massagem são leves, suaves, repetitivos, em geral junto com a aromaterapia.

Como pode ajudar?

A drenagem linfática tem como objetivo estimular a capacidade das glândulas linfáticas de limpar os líquidos corporais. Ela melhora o tônus e a condição da pele. Talvez seja útil para tratar linfedemas, que podem surgir após a remoção cirúrgica de linfonodos, como ocorre nas mastectomias. Pode ainda auxiliar outras condições clínicas dolorosas, como:

  • inchaços nas pernas após longa viagem de avião
  • retenção de líquido
  • displasia mamária
  • dores de cabeça

Aproveite essa dica

O óleo de massagem apimentado é maravilhoso e contém ervas que aliviam dores e inflamações. E o melhor é que ele pode ser feito em casa! Use-o duas vezes ao dia por uma semana, sem intervalo, ou até a dor articular ou muscular ceder. Vamos à receita:

Coloque 1 colher (sopa) de folhas secas de alecrim, 3 colheres (chá) de sementes de aipo e 1 colher (chá) de pimenta-caiena em pó, ou outra pimenta vermelha, num moedor de café e temperos.
Moa os ingredientes até virarem pó. Guarde a mistura num pote de vidro com tampa hermética. Em seguida, adicione 225 g de azeite de oliva, óleo de amêndoa ou jojoba.
Ajuste bem a tampa e agite vigorosamente o conteúdo do pote.
Reserve o pote por 10 dias, sacudindo-o periodicamente. Com um filtro de papel de café, coe o conteúdo para outro pote de vidro esterilizado. Conserve num local frio e escuro por até 6 meses.
Utilize um pouco para massagear a área dolorida duas vezes ao dia.

Se a sua dor for crônica, procure um profissional para te orientar sobre o tipo de massagem mais adequado para você.