A íntima associação entre ouvidos, nariz e garganta significa que a infecção de uma dessas estruturas pode acometer as outras. Embora não existam alimentos específicos para melhorar a saúde desse sistema, a dieta equilibrada é importante para manter a saúde; em especial, uma alimentação que se concentre na saúde do sistema imune.

Primeiro passo é ter uma dieta equilibrada

O modo mais simples de manter uma dieta equilibrada é lembrar as proporções recomendadas dos cinco diferentes grupos de alimentos. O primeiro grupo é o de pães, cereais e batatas, que contêm carboidratos e fibras, e devem ser a base da dieta, com 6 a 11 porções diárias. Frutas e hortaliças, excelentes fontes de vitamina C, carotenos, folatos e fibras, formam o próximo grupo; deve-se tentar consumir cinco porções diárias desses alimentos. Acrescente duas porções de leite e laticínios – que contêm cálcio, proteínas, vitaminas B12, A e D – e duas porções de carne ou peixe (ou quatro de leguminosas ou tofu), para obter proteínas, ferro, vitaminas do complexo B, zinco e magnésio. Por fim, inclua poucos alimentos contendo gorduras e açúcares. Depois de estabelecer essa dieta básica, é possível concentrar-se nos alimentos que contribuem especificamente para a saúde dos ouvidos, do nariz e da garganta.

Preservando a saúde das mucosas

Qualquer irritante existente no ar que escape da filtragem automática do nariz depara-se com a mucosa que reveste o nariz e a garganta. A saúde dessa mucosa é fundamental para o combate a infecções.

Vitamina B2

A vitamina B2 ou riboflavina contribui para a saúde da mucosa; as principais fontes são fígado, leite, queijo, iogurte, ovos, hortaliças com folhas verdes e cereais matinais enriquecidos. Um material viscoso produzido pela mucosa aprisiona bactérias estranhas e as destrói, usando uma substância química chamada lisozima. A deficiência de vitamina B2 causa alteração da mucosa e esse processo pode tornar-se menos ativo, enfraquecendo as defesas do nariz contra bactérias e expondo o corpo a maior risco de infecção da epiglote, das amígdalas, da faringe ou da laringe.

Vitamina A

A vitamina A, importante para o funcionamento ideal da mucosa, é encontrada em duas formas: retinol, em alimentos de origem animal, e carotenoide, em alimentos vegetais. As fontes animais são leite, margarina enriquecida, manteiga, queijo, gema de ovo, fígado e peixes gordurosos. As fontes vegetais são cenoura, tomate e hortaliças de folhas verde-escuras.

Antioxidantes saudáveis

Embora as gripes e os resfriados propaguem-se rapidamente de uma pessoa para outra, o risco de infecção é maior quando o sistema imune está fraco. A chave para o funcionamento adequado do sistema imune é uma boa ingestão de antioxidantes, essenciais para eliminar radicais livres. Os antioxidantes incluem as vitaminas C e E, os carotenoides (fontes vegetais de vitamina A) e ainda os minerais selênio, zinco e magnésio, que protegem as células do corpo da lesão por radicais livres. O zinco é muito importante para a atividade do sistema imune, e sua deficiência está associada a diversos problemas imunológicos que, no entanto, são revertidos quando sua quantidade na dieta é corrigida.

Confira o nosso menu antioxidante completo para 7 dias.

O que são radicais livres?

Os radicais livres são produzidos pelos processos metabólicos normais do organismo e, quando se acumulam, causam danos aos constituintes fundamentais do corpo, como o DNA (a unidade básica da célula), proteínas e gordura. As células nas quais a lesão do DNA não é reparada são mais propensas a desenvolver câncer. Os radicais livres também oxidam os ácidos graxos poli-insaturados nos alimentos e nas membranas celulares do corpo, dando origem a compostos chamados peróxidos, que lesam as células. Os antioxidantes inibem a oxidação dos ácidos graxos poli-insaturados.

Alívio do resfriado

Alguns alimentos e bebidas ajudam a aliviar os sintomas de um resfriado nos ouvidos, no nariz e na garganta, constituindo uma opção natural aos remédios de venda livre.

Mel e limão

É provável que qualquer bebida morna acalme inflamação e alivie a dor de garganta e a tosse. Uma bebida doce e amarga, na maioria das vezes contendo limão e mel, deve ser mais saborosa durante o período em que o paladar está comprometido. O mel tem propriedades antissépticas e expectorantes, que também contribuem para aliviar a dor de garganta; já o limão é rico em vitamina C.

Mentol

O mentol é um componente dos óleos de hortelã-japonesa, hortelã-pimenta e eucalipto, que foi usado durante séculos para aliviar a congestão nasal. O mentol é um ingrediente comum de pastilhas contra tosse e ajuda a reduzir o desconforto no resfriado. Ele provoca uma sensação refrescante no nariz e na garganta. O efeito é temporário, semelhante ao de uma anestesia local.

Alho

O alho contém uma substância chamada ajoeno, que pode ter efeito antibacteriano, e também alicina, um poderoso antibiótico natural. Acredita-se que essas duas substâncias evitem o resfriado comum e aliviem sintomas incômodos.

Atenção aos superalimentos!

Todos os alimentos integrais, não processados, são benéficos para o sistema imune. Eles ajudam a combater infecções, mas alguns são mais eficazes em preservar a saúde dos ouvidos, do nariz e da garganta.

Muesli

Rico em vitaminas do complexo B – incluindo a importantíssima B12 –, o muesli e outros cereais integrais, misturados com frutos oleaginosos, grãos e frutos secos, são boas fontes de minerais e vitaminas. Veja como preparar o verdadeiro muesli!

Salmão

Como muitos peixes gordurosos, o salmão é uma fonte segura de vitamina E e selênio, substâncias antioxidantes. Veja outros benefícios e curiosidade desse alimento saudável e saboroso!

Cassis

Essas frutinhas surpreendentes estão entre as maiores fontes de vitamina C: 200 mg em cerca de 100 g de fruta.

Manga

É a fruta mais rica em carotenoides antioxidantes e uma das poucas que contêm vitamina E.

Cebola e Alho

Contém antibióticos naturais que parecem aliviar sintomas de gripes e resfriados.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!