As pesquisas científicas vivem em constante evolução. Fique por dentro das descobertas da medicina mais recentes e proteja sua saúde:

 

Carboidratos: a ingestão média é mais saudável

A ingestão de 40% a 70% das calorias sob a forma de carboidratos está associada a um risco de mortalidade menor do que as dietas com pouco ou muito carboidrato. Essa foi a conclusão de uma metanálise de estudos com mais de 432 mil pessoas do mundo inteiro publicada em 2018 na revista Lancet. A restrição de carboidratos talvez funcione para emagrecer a curto prazo, mas significa ingerir menos cereais integrais, tubérculos, raízes e grãos, e mais gorduras animais. No outro extremo, consumir muito amido e açúcar pode provocar problemas glicêmicos.

Benzodiazepinas e Alzheimer

As benzodiazepinas são uma classe de medicamentos geralmente prescrita para tratar insônia ou ansiedade. Agora há evidências de que seu uso a longo prazo eleva um pouco a probabilidade de doença de Alzheimer. Um estudo com mais de 350 mil finlandeses constatou que o risco médio aumentou ligeiramente entre os que tomaram benzodiazepinas por mais de um mês e continuou a crescer proporcionalmente ao tempo de uso do medicamento. Talvez valha a pena recorrer às benzodiazepinas para tratar a ansiedade, mas os insones deveriam experimentar tratamentos não farmacêuticos antes de recorrer a soníferos.

Tratamento para aumento da próstata

A próstata tende a crescer com o tempo, com consequências perceptíveis em cerca de um terço dos idosos, que podem ter fluxo fraco de urina ou necessidade frequente de urinar à noite. Até recentemente, a escolha era entre conviver com o problema, tratá-lo com medicamentos ou operar. Agora há outra opção: encolher a próstata com jatos de vapor quente, procedimento menos invasivo e com menor risco de efeitos colaterais duradouros.

Saiba mais: Próstata aumentada: conheça os sintomas e o tratamento

Extra: teste seu conhecimento médico

“Tinha” é…

A. Um tipo de infecção por fungos.

B. Uma sensação de tinido nos ouvidos.

C. Um mineral essencial para camundongos e, talvez, também para seres humanos.

D. O desejo de comer giz ou lama.

 

Resposta:

A. Tinha é uma infecção da pele, do cabelo ou das unhas causada por uma família comum de fungos chamados dermatófitos. Quando ocorre entre os dedos do pé, a tinha é chamada de frieira ou pé de atleta. Costuma apresentar manchas que coçam ou erupções em forma de anel. Às vezes, cremes ou talcos de venda livre matam o fungo. Em outros casos, o médico precisa prescrever produtos mais fortes.

Por SAMANTHA RIDEOUT