Faça uma busca


|
Publicado em: 19 de agosto de 2020

Como prevenir a dengue em 6 passos simples

Saiba aqui como evitar de forma simples esta e outras doença causadas pelo mosquito Aedes aegypti.

Imagem: Imagem: GiovanniSeabra/iStock

A dengue é uma doença causada por um vírus e transmitida através do mosquito Aedes aegypti, que se reproduz em água parada. Os sintomas da dengue incluem febre alta, falta de apetite, dores de cabeça, manchas vermelhas no corpo, dores musculares e dor ao movimentar os olhos. Na maioria dos casos, a doença não é agressiva, mas pode evoluir para a dengue hemorrágica e, por isso, é importante saber como prevenir a dengue.


Atenção:
Para ter o diagnóstico correto dos seus sintomas e fazer um tratamento eficaz e seguro, procure orientações de um médico.


Nos meses em que chove mais é que ocorre a maior transmissão da dengue e, por isso, é fundamental ficarmos ainda mais atentos para evitar deixar a água parada. Além disso, podemos evitar a doença de outras formas. Veja como prevenir a dengue em 6 passos simples a seguir!

Leia também: Cientista é premiada por teste que diferencia zika, dengue e chikungunya

1. Coloque areia nos pratinhos dos vasos de plantas

vasos de planta com pratinhos
Imagem: iStock/Asurobson

Para evitar que a água fique parada e atraia os mosquitos, coloque areia. Assim, a umidade é mantida e o Aedes aegypti, que também transmite a zika e a chikungunya, ficará longe da sua casa.

2. Evite o acúmulo de água parada em todos os lugares da casa

mulher com luvas limpando lixeira
Imagem: iStock/SeventyFour

Pare por um momento e pense onde a água pode se acumular na sua casa. Alguns lugares comuns onde a água pode ficar parada são:

Garrafas: elas devem ser descartadas em local coberto de boca para baixo nas lixeiras.

Cacos de vidro nos muros: coloque cimento nos cacos de vidro. Se for possível, quebre os cacos.

Baldes de água: quando não estão em uso, devem ficar em lugar coberto e com a boca para baixo.

Coletor da água da geladeira e do ar-condicionado: lave o coletor de água que fica atrás de geladeira e a bandeja de ar-condicionado pelo menos uma vez na semana.

Vasilhas de gatos e cachorros: elas devem lavadas com frequência e a água deve ser trocada

Lixeiras: devem ficar limpas semanalmente e ficar sempre tampadas, fora de locais onde possa pegar chuva.

Ralos: deixe os ralos sempre fechados ou tampados com telas, em especial aqueles que estão fora de uso.

Alguns tipos de plantas: algumas plantas, como as bromélias, acumulam água. Evite tê-las em casa ou retire a água das folhas com frequência

3. Descarte o lixo corretamente

homem descartando garrafa na lixeira
Imagem: iStock/twinsterphoto

Não jogue o lixo em riachos, valas e margens de córregos, pois isso pode obstruí-los e contribuir para o acúmulo de água parada. Dentro de casa, deixe sempre as lixeiras bem tampadas.

Leia também: Saiba como fazer sua parte na coleta de lixo

4. Faça a limpeza das calhas

homem limpando calha
Imagem: iStock/KatarzynaBialasiewicz

As calhas devem ser verificadas mensalmente, porque quando há obstrução do fluxo de água, ela fica parada, o que pode criar um foco de desenvolvimento do mosquito que pode causar dengue, zika e chikungunya.

5. Faça a limpeza periódica de piscinas

piscina sendo limpa
Imagem: iStock/Valeriy_G

Se na sua casa tem piscina e banheira, lembre-se sempre de fazer a manutenção periódica. Quando fora de uso, a piscina deve ficar bem coberta.

6. Use repelente

mulher passando repelente
Imagem: iStock/Zbynek Pospisil

Em locais com muitos mosquitos, não esqueça de usar repelentes. Não esqueça de reaplicar durante o dia. Se for usar em crianças, procure produtos específicos para esse tipo de pele.

Leia também: Descubra como manter moscas e mosquitos longe da sua casa

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados