Faça uma busca
|
Publicado em: 6 de abril de 2018

Quer longevidade? Observe a sua atitude

Imagem: filipefrazao/iStock
É quase impossível fazer um estudo desses: acompanhar indivíduos da infância à velhice, verificando hábitos e personalidades para ver quais são melhores para a saúde a longo prazo. Quase, mas não totalmente impossível. The Longevity Project (O Projeto Longevidade), dos psicólogos Howard S. Friedman e R. Martin, extrai de um estudo iniciado em 1921, que acompanhou 1.500 meninos e meninas durante até oito décadas, conselhos para prolongar a vida. "A melhor maneira de ver por que algumas pessoas prosperaram até a velhice enquanto outras morrem cedo é seguir os indivíduos durante a vida inteira", diz Friedman. O resultado desmentiu muitas crenças antigas. Aqui, Friedman revela as maiores surpresas do estudo e os conselhos mais úteis:  

Relâmpagos não duram

"A principal característica da personalidade que permite a previsão de vida longa foi inesperada: ser consciencioso. Não foram sempre as crianças mais alegres que tiveram a vida mais longa; foram aquelas que faziam o dever de casa, aquelas cujos pais diziam: 'ela tem uma cabeça boa'. Essas crianças desenvolveram padrões saudáveis e os mantiveram. Quem não era confiável quando criança mas se tornou mais responsável na idade adulta também se deu bem."  

Felicidade é resultado, e não causa

"Todos sabem que as pessoas felizes são mais saudáveis. E todos supõem que a felicidade as leva a serem mais saudáveis, mas não foi o que descobrimos. Ter uma profissão envolvente, boa instrução, um relacionamento bom e estável, estar ligado aos outros: essas coisas trazem saúde e felicidade."  

O estresse não é tão ruim

"O tempo todo ouvimos falar dos perigos do estresse. Mas foram os mais envolvidos e dedicados a realizar alguma coisa que se mantiveram mais saudáveis e viveram mais tempo. Não é bom ser esmagado pelo estresse, mas os que viveram mais e melhor foram os que não tentaram relaxar nem se aposentar cedo. Foram os persistentes que enfrentaram os desafios."  

Junte-se às pessoas certas

"Para ser mais saudável, o melhor é pensar com que tipo de gente convivemos. Quem se envolve com quem ajuda os outros se torna mais confiável, passa a ter boas razões para acordar de manhã e não sai para beber até tarde da noite. Um dos segredos da longevidade é participar de grupos e escolher passatempos ou profissões que nos levam a adotar padrões e atividades saudáveis. Esse é um modo gradual mas eficaz de mudar.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close