Faça uma busca
Já tem cadastro? Faça login aqui.
Cadastre-se para continuar lendo!
Artigo exclusivo para assinantes!
É grátis e você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos
devices
Já sou assinante da Revista Impressa

Entendo que, respondendo a esta promoção, serei ingressado nos sorteios aqui oferecidos e passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, entre em contato com a nossa Central de Atendimento. Conheça também a nossa Política de Privacidade e Uso de Dados

Aproveite e assine o site seleções por apenas R$1,99 no primeiro mês. Clique aqui.
|
Publicado em: 11 de abril de 2018

6 dicas em caso de emergência em aviões

Imagem: muratart/iStock

Isso provavelmente nunca vai acontecer com você. De acordo com um estudo do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachussetts), é possível fazer um voo por dia durante 38 mil anos antes de morrer num acidente de avião.

Mas, num dos maiores testes de segurança aérea já realizados, o canal de TV Discovery derrubou um Boeing 727 equipado com mais de meio milhão de dólares em bonecos para testes, 38 câmeras e sensores especializados e uma equipe de praticantes de queda livre a fim de entender melhor como os passageiros podem se proteger caso a aeronave caia. A boa notícia: segundo as estatísticas, 96% das vítimas de acidente de avião sobrevivem.

1. Escolha uma fileira perto da saída de emergência

Durante a simulação do acidente, o assento mais seguro mostrou ser o da fileira da saída de emergência traseira. Se você tem medo de abrir a porta numa emergência, sente-se a menos de cinco fileiras dela.

 

2. Ou sente-se nos fundos

Escolha um assento na oitava fileira ou mais para trás, pois as poltronas mais seguras ficam próximas à cauda.

 

3. Vista-se confortavelmente

Use calças e blusas de manga comprida que não restrinjam os movimentos em caso de emergência. Prefira lã natural, fibra que resiste às chamas.

 

4. Aperte o cinto e sente-se ereto

Isso mesmo: mantenha o cinto afivelado o tempo todo. Para reduzir ferimentos durante turbulências fortes, encoste a cabeça na parte de trás do encosto da poltrona da frente e ponha as mãos sobre a cabeça.

 

5. Não leve crianças no colo

Embora seja tentador gastar menos e comprar só uma passagem para você e seu filho, o teste  mostrou que, depois de um pequeno impacto simulado, a boneca-mãe não conseguiu segurar o filho. O que fazer: compre outra passagem e leve uma cadeirinha de criança daquelas usadas em carros.

 

6. Fique atento

É comum ver pessoas que tomam alguns drinques no bar do aeroporto, põem os fones após ocupar o assento e botam a máscara para dormir antes da decolagem. Mas a NTSB, agência americana de segurança nos transportes, afirma que o risco de acidente é mais alto durante o pouso e a decolagem, o que significa que é melhor deixar o cochilo para o meio do voo.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados