A escolha de objetos de decoração e móveis é uma expressão da sua personalidade, e ajuda a transformar a casa num lar. Estes itens mais caros estão sujeitos a pesado desgaste diário, esbarrões e danos maiores; a maioria pode ser restaurada ou mantida em boas condições. Uma cortina caída não precisa acabar com o seu humor. Soluções rápidas usando itens domésticos de rotina podem fazer você voltar a ter orgulho do seu lar.

O trilho da minha cortina caiu

Fortaleça as buchas e recoloque o trilho
A sustentação pode ser fraca demais, o buraco dos parafusos era muito largo ou a parede na qual estavam aparafusados cedeu com o tempo.

Verifique os parafusos de sustentação. Se eles saíram da parede, a alvenaria em torno pode ter cedido. Se for o caso, faça outros furos, adjacentes aos antigos para não mover muito a cortina, com buchas e parafusos mais longos de mesmo calibre. Isso distribuirá o peso mais pela parede, e diminuirá a pressão na frágil camada da massa corrida.

Se a alvenaria não cedeu mas os parafusos saíram, provavelmente o furo era largo demais para o calibre. Você pode usar um aspirador para remover o pó de alvenaria do buraco e reutilizar os furos existentes, aumentando a profundidade e o calibre das buchas e dos parafusos. Se isso não for possível (porque o suporte não comportaria), faça novos furos adjacentes mais finos e reinstale a cortina.

Minhas cortinas não ficam retas

Treine suas cortinas ou coloque pesos nas bainhas
Se as suas cortinas não têm um plissado organizado, é hora de treiná-las, “ensinar” ao tecido como se mover.

Ponha as suas cortinas no varão ou no trilho e estenda-as por completo. Dobre o tecido conforme o ondulado desejado até estar contente com a profundidade e com o intervalo das dobras. Então, use filme plástico para envolver a cortina dobrada, mantendo-a em posição. Dê uma volta com o plástico a cada 60 centímetros ao longo da cortina e deixe-a presa assim por três dias. Quando você soltar o tecido, ele deve ter se moldado à sua nova forma.

Se você tiver um limpador a vapor, estenda as cortinas e vaporize do topo à bainha. Dobre-as antes de terem esfriado e prenda-as com filme plástico como acima; deixe por três dias.

Se as suas cortinas tiverem forro, tente colocar pesos na bainha, onde o forro e a bainha se encontram. O peso extra encorajará as cortinas a permanecerem retas.

As cortinas ficam presas

Limpe e endireite o trilho
Cortinas que correm em trilhos devem abrir e fechar com suavidade. Se ficam presas, o próprio trilho pode estar torto, ou as carretilhas que as sustentam podem estar com problemas.

Feche as cortinas até onde elas prendem. Suba numa escada e inspecione o trilho naquele ponto. Se ele estiver torto, use um alicate com cuidado para acertá-lo.

Mova as carretilhas com os dedos. Se qualquer uma delas estiver prendendo, aplique lubrificante WD-40 e gire até soltar.

Depois de certificar-se de que não há nós nas cordas usadas para abrir e fechar as cortinas, limpe os trilhos com a escova do aspirador de pó.