Faça uma busca
Superdicas

Pet em apartamento: qual a melhor opção?

O sucesso para ter animais felizes morando em apartamento vai muito além do tamanho dos pets.

Escrito por:

Douglas Ferreira

Redator
pet
Eva Blanco/iStock
Publicado em: Última atualização:

Ter sucesso ao morar com cães e gatos em espaço confinado depende principalmente do animal, do dono e da qualidade do ambiente doméstico. Ter um animal saudável e feliz em apartamento depende da
escolha do melhor animal para você.

Cães e gatos

Os gatos podem ser a opção perfeita para pessoas com espaço limitado ou que sejam muito inativas ou ocupadas. Requerem pouca manutenção, são naturalmente limpos e adaptáveis e têm uma capacidade interminável de cochilar. Gatos são ótimos animais de estimação para ter dentro de casa.

Os cães são uma excelente companhia e motivação para exercícios. No entanto, também exigem mais cuidados do que os gatos, costumam precisar de mais companhia e talvez não sejam adequados para quem não fica muito em casa ou não pode dedicar tempo a se exercitar e treinar.

Nem sempre cães pequenos são melhores em espaços pequenos

O pequeno tamanho não significa necessariamente “ótimo para apartamentos”. Alguns cães pequenos, como as raças terrier, têm energia infinita e precisam de muita atenção e exercício.

Por outro lado, algumas raças grandes, como os galgos e dinamarqueses, podem ser calmos, exigir menos exercícios e viver bem em apartamentos. Evite raças com muita energia e raças com desejo naturalmente forte de latir.

Crie um ambiente adequado

Animais de apartamento precisam de coisas para fazer que mantenham sua mente ocupada e evitem o tédio. Os gatos adoram se empoleirar em lugares altos e gostam de observar o mundo, portanto ofereça um poleiro alto perto de uma janela. Eles também precisam de arranhadores e brinquedos interativos, e muitos gatos gostam de mascar capim ou erva-dos-gatos.

Para os cães, crie uma caça ao tesouro pela casa com a ração seca, para que se esforcem a fim de encontrar a comida; é um ótimo exercício mental. A maioria dos cães gosta de brinquedos interativos que liberam comida, capazes de entretê-los por horas a fio.

O ABC da escolha de um animal

A. Espaço disponível ao ar livre: Se você tem pouco ou nenhum espaço ao ar livre, é preciso pensar bastante se poderá ter um cão e satisfazer suas necessidades fisiológicas.

B. Consciência de seu nível pessoal de atividade: Embora geralmente os gatos exijam pouco exercício, ainda há muita variação do nível de atividade entre as raças, e gatos maduros são menos ativos do que filhotes. Todos os cães precisam de exercício diário, mas seu nível de energia
varia muito.

C. Tempo passado em casa: Todos os animais de estimação precisam de companhia, os cães mais do que os gatos. É bom ter certeza de que vai passar bastante tempo com seu animal, senão ele pode ficar entediado e desenvolver comportamentos incômodos, como roer móveis e latir.

Crie uma comunidade favorável aos animais

Se tiver bons vizinhos em seu prédio, convide-os para passear com os cachorros ou para tomar chá com os gatos. Isso pode incentivá-los a ajudar a cuidar de seu amigo de quatro patas caso haja uma emergência. A ideia é criar uma comunidade de amantes de animais no prédio para que todos possam cuidar uns dos outros.

5 boas raças de cães e gatos para apartamentos

Cães

  • Shi tzu
  • Poodle
  • Pug
  • Maltês
  • Bulldog francês

Gatos

  • SRD de pelo curto
  • Siamês
  • Angorá
  • Burmês
  • Persa

POR DRA. KATRINA WARREN

A Dra. Katrina Warren é veterinária em Sydney, na Austrália. Apresentou vários programas de TV sobre animais de estimação na Austrália e no canal Animal Planet, dos Estados Unidos.