O Telegram Messenger é um aplicativo de mensagens instantâneas, considerado como o principal rival do Whatsapp hoje. Ele é gratuito e tem diversos recursos bacanas, inclusive alguns que são específicos do app, como a criação de chats secretos e de grupos com até 200 mil participantes, por exemplo.

O objetivo deste app russo gira em torno de promover uma comunicação instantânea entre usuários baseada na segurança dos dados. Por isso, ele oferece criptografia de ponta a ponta tanto no envio quanto no recebimento de mensagens.

E não só isso: o Telegram se comprometeu a não divulgar informações a terceiros, como anda acontecendo com o Whatsapp, um dos motivos pelo qual ele eventualmente sai do ar, sendo o Telegram uma opção mais segura para conversar com amigos e colegas de trabalho. 

Esta ferramenta de comunicação pode ser utilizada nos smartphones Android, iOS e Windows phone, através do desktop – Telegram Web –, e ainda pode ser conectada em smartwatches, como o Apple Watch, por exemplo, usabilidade bem parecida com o Whatsapp

Como baixar o Telegram no smartphone

O passo a passo para baixar este aplicativo é bem simples: basta procurá-lo na loja de aplicativos do seu telefone, App Store ou Google Play, e instalá-lo.

Imagem: Yulli Dias/Seleções

Ele vai pedir para que você coloque o número do telefone que quer configurar e, em seguida, você receberá um código via SMS para colocar no app e, pronto! Ele automaticamente puxa os seus contatos que também já têm conta no mensageiro.

Mas, afinal, como funciona o Telegram?

Bom, se você já é usuário do Whatsapp, já é meio caminho andado, visto que os dois aplicativos de mensagens são bem parecidos. Mas, para quem não conhece ainda, o Telegram funciona, como adiantamos anteriormente, com criptografia  de ponta a ponta e, com isso, é capaz de proteger todos os dados dos usuários.

Imagem: yamonstro/iStock

Ele permite envio de mensagens de texto, vídeos, fotos, figurinhas, gifs animados e áudios, além de ser possível fazer chamadas, mas sem a opção de vídeo, por enquanto. Isso tudo pode ser feito através de pacotes de dados das operadoras ou rede Wi-Fi.

Além disso tudo, o mensageiro russo ainda traz alguns recursos bem bacanas e diferentes, que não é visto no seu principal rival. Olha só:

1. Criar um chat secreto

Com essa opção, é possível criar uma conversa secreta apenas com um único usuário, para manter a privacidade e a segurança, ainda maior, das mensagens trocadas. A grande vantagem deste chat secreto é o timer de autodestruição, ou seja, as mensagens não vão ficar gravadas no app, como acontece com as outras janelas de conversas. Além disso, quando ela é excluída em alguns dos telefones, automaticamente o chat some para a outra pessoa.

Imagem: Yulli Dias/Seleções

Inclusive, até mesmo quando você tira prints de dentro deste chat, ele avisa ao outro participante. O intuito é, realmente, que a informação ali trocada não saia da página do chat. 

2. Grupos com até 200 mil pessoas

Se um grupo com mais de 10 pessoas é loucura, imagina um com 200 mil participantes? Bom, mas se você precisa montar um chat para avisar algo a muitas pessoas, esse serviço é bem útil! Além de que é possível fazer um grande debate sobre diversos assuntos, com milhões de pessoas. 

3. Canais de transmissão de mensagens ilimitado

O app russo permite a criação de canais de transmissão para se comunicar com diversos contatos, sem importar a quantidade de pessoas já inseridas. Inclusive, é possível procurar canais de interesse, como os de notícias específicas sobre determinado assunto, novidades de produtos, dentre outros.

Imagem: Yulli Dias/Seleções

E se você entrou no canal após ele ser criado, você tem acesso à tudo que ali foi dito, ao contrário do Whatsapp, em que você só tem acesso ao conteúdo que foi enviado do momento que entrou no grupo/canal em diante. 

4. Exclusão de mensagens sem que fiquem sabendo

Ao contrário do seu rival, no Telegram é possível excluir, ou editar, o conteúdo sem que qualquer outra pessoa do grupo/conversa seja notificado. 

5. Mídias e conversas são armazenadas na nuvem

Essa daqui é para quem sofre, assim como eu, com a memória interna do smartphone sempre cheia.

Pensando nisso, o Telegram apostou em uma nuvem para armazenar as mídias e conversas do aplicativo, ou seja, nada disso vai ficar dentro do seu celular ocupando espaço. 

6. Acesso através do desktop é a parte

Para acessar o Telegram via desktop ou navegador web, você não precisa estar necessariamente conectado ao app no smartphone. Basta abrir o site do mensageiro, colocar o número do celular que você tenha a conta, inserir o código enviado via SMS e, pronto!

Imagem: Reprodução/Telegram

É possível ficar conectado por tempo indeterminado, mesmo que o smartphone fique sem internet. 

7. Coloque vídeos de perfil, ao invés de imagens estáticas

Esta é uma funcionalidade nova do app, em que é possível fazer mini vídeos de perfil, como se fosse um boomerang no Instagram, por exemplo, e colocar no lugar da imagem.

O conteúdo escolhido ainda pode ser retocado, graças ao editor de vídeos que foi embutido no aplicativo há pouco tempo. 

8. Miniaturas de imagens aparecem na lista de conversas 

Quando você receber uma imagem de algum contato, na lista de conversas inicial, é possível ver uma prévia do que foi enviado. E isso não se restringe só as imagens, mas também também funciona com memes, por exemplo. 

Imagem: Reprodução/Telegram

9. Transferência de artigos com 2GB 

Mais uma novidade do app é que agora é possível fazer transferências de artigos com 2GB.

Esse tamanho vale para apenas um arquivo, sendo possível o encaminhamento ilimitado de mídias de outros formatos, como pdfs, memes e gifs animados. 

10. Tenha múltiplas contas do Telegram não só no app do celular, mas também no desktop

Ao entrar no Telegram para Computadores (macOS, Linux e Windows), é possível alternar entre diferentes contas de usuário, ou seja, entre sua conta pessoal e profissional, por exemplo. 

No Telegram Web, assim como no celular, também é possível fazer o uso de diversos perfis, associados a diferentes números de telefone.