Faça uma busca
|
Publicado em: 21 de abril de 2022

8 dicas para fazer ferramentas durarem a vida toda

Cuidando bem de suas ferramentas, você não vai precisar comprar novas por muitos e muitos anos.

8 dicas para fazer ferramentas durarem a vida toda Imagem: AndreyPopov/iStock

Ferramentas manuais não são exatamente baratas – pelo contrário. Quem tem um kit desses sabe muito bem disso. Sendo assim, é essencial saber o que fazer para impedir que seus itens enferrujem e estraguem. Pensando nisso, selecionamos 8 dicas-chave para você conservar as suas ferramentas e fazê-las durar a vida toda.

Compre ferramentas próprias para a tarefa

Leia também: Como escolher as ferramentas de jardinagem certas

Muita gente foge de fazer pequenos consertos caseiros por considerá-los difíceis. Mas, com a ferramenta certa, tarefas que pareçam desencorajadoras se tornam rápidas e fáceis. Você pode ficar tentado a chamar profissionais para soltar uma válvula emperrada, quando um pingo de lubrificante na base e um pequeno investimento numa chaveta nova tirarão todo o suor da empreitada. 

Assim, da próxima vez que precisar de um trabalho de manutenção em casa, visite primeiro uma loja de bricolagem ou de ferragens e pergunte sobre as ferramentas especiais para as tarefas que você precisa realizar. Mesmo que lhe pareçam caras, serão mais baratas do que contratar alguém. 

Invista em chaves de fenda 

Alguns tipos de ferramentas são ótimos para serem passados de geração em geração. Chaves de fenda não estão entre elas. Após uso prolongado, as pontas tornam-se finas e arredondadas. Uma chave de fenda gasta pode estragar um móvel se escorregar e arranhar a superfície. O mais sensato é manter chaves de fenda velhas apenas para abrir latas de tinta e investir num conjunto novo para fazer um trabalho decente.

Guarde tintas em recipientes de vidro 

Costumam-se guardar sobras de tinta em suas latas originais. Então, o rótulo sai, a lata enferruja, o ar entra e a tinta estraga. Uma forma mais acertada de guardar tintas é armazená-las em recipientes de vidro. Você não só pode ver a cor, como um vidro com tampa de rosca tem muito mais vácuo do que uma lata com tampa que já foi removida diversas vezes e já entortou. Para criar um lacre ainda mais eficiente e certificar-se de que a tampa não grudará, passe algumas camadas de fita veda-rosca em volta da rosca do vidro antes de fechá-lo.

Prolongue a vida dos pincéis 

Quantas vezes você já jogou fora um pincel só porque não quis limpá-lo? Se você estiver usando uma tinta à base de óleo e quiser fazer uma pausa, não precisa limpar o pincel ou rolo. É só esfregar o excesso de tinta do pincel em um pano e embrulhar o pincel em papel-alumínio, saco plástico ou filme de PVC. Tire o máximo de ar possível e, então, sele o saco com um elástico. Isso evitará que a tinta deixada no pincel ou rolo seque. 

Se você estiver usando tinta à base de água, como uma emulsão ou látex acrílica, e não conseguir limpar o pincel ou rolo, não o jogue fora. Hoje, muitas tintas à base de água contêm resinas parecidas com as usadas nas tintas a óleo, de modo a melhorar aderência e durabilidade. Após limpá-los e enxagua-los com água, experimente um segundo enxágue com tíner ou terebintina. A seguir, lave com água e sabão de coco para retirar o oleoso tíner.

Ferramentas caça-vazamento 

Aparelhos para localizar o posicionamento de canos de água e fiações elétricas ou mesmo vazamentos tornaram-se mais baratos e fáceis de usar nos últimos anos. Assim, não dê chance ao azar quando estiver fazendo furos em uma parede que pode ter cabos ou canos ocultos. Compre ou alugue um detector eletrônico apropriado; se você não o fizer, pode acabar com mais trabalho do que imaginou. 

Tenha um estoque de fitas 

Existe uma fita para cada fim, e ter algumas delas na caixa de ferramentas pode ser uma bênção quando você precisar de um remendo rápido. Eis aqui as mais úteis: 

Fita adesiva de uso geral é excelente para selar caixas de papelão e envelopes grandes. Se você faz muitos pacotes, pense em comprar um aplicador com lâmina serrilhada para agilizar o trabalho.  

Fita isolante PVC é uma ótima fita de uso geral. Projetada para eletricistas, é também ideal para consertar objetos quebrados, como vasos, juntando as partes quebradas, enquanto a cola seca.  

Fita crepe é a preferida dos decoradores. Pode ser usada para fazer máscaras em determinadas áreas, como janelas, e proteger o vidro, enquanto você estiver pintando as molduras. Sai sem problemas, depois de concluído o trabalho.  

Fita poliéster é à prova de intempéries e muito forte, com boa adesão. Pode ser usada para toda a espécie de consertos, como, por exemplo, vedar telhados. 

Desentupa as fossas 

O papel abrasivo das lixadeiras de cinta ou de disco pode entupi-las muito rápido, especialmente quando se está lixando tinta ou madeiras resinosas. Toda vez que isso acontece, é tentador jogar fora a cinta ou o disco de lixa e substituir por um novo – o que pode ficar bastante caro. 

Antes de fazer isso, você pode experimentar desbloquear o papel que está usando com um simples palito de limpeza, disponível em algumas lojas de bricolagem e de ferramentas. É só esfregar o palito de encontro à lixa, enquanto ela estiver em movimento, e ela logo ficará rejuvenescida e pronta para a ação. 

Evite o enferrujamento de suas ferramentas

Leia também: Dicas para economizar ao comprar ferramentas elétricas

A umidade do ar provoca ferrugem. Se ela entrar na caixa de ferramentas, que pode estar guardada num depósito ou garagem úmidos, corroerá as ferramentas de aço ou de ferro, afetando sua aparência e eficácia.

Uma forma de se certificar de que a caixa permaneça seca por dentro é guardar nela saquinhos de sílica-gel. Você pode comprá-los ou reaproveitá-los de quaisquer produtos novos que comprar, como câmeras e eletrônicos em geral. Você também pode experimentar colocar naftalina para ajudar a absorver o excesso de umidade. 

Para proteger ferramentas de trabalho em madeira, limpe-as com um pano e borrife-as com uma fina camada de óleo antes de guardá-las. Essa película protetora pode ser retirada facilmente um pouco antes de a ferramenta ser usada. Também é uma boa providência afiar ferramentas depois de usá-las e cobrir a parte afiada.

Gostou dessa matéria? Então confira também 15 itens comuns que podem virar ferramentas de jardinagem. Aproveite e siga a gente no Instagram e Facebook para mais conteúdos engraçados!

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados