Se vai viver, viva com vontade!

Viver significa tentar e quebrar a cara, certas vezes;

Outras, significa tentar e conseguir

Tentar e ir além do esperado.

Aproveite cada minuto do seu tempo com o que quer que esteja fazendo.

Comendo um bolo.

Rindo.

Beijando.

Você nunca sabe se a pessoa vai querer te beijar de novo.

Ou se você vai querer beijá-la.

Porque se for para sofrer, sofra com vontade também.

Chore na frente do espelho como se estivesse em um clipe da Avril Lavigne.

Misture suas lágrimas com as do chuveiro.

Borre a maquiagem se tiver que borrar.

Menos se ela tiver sido cara demais.

(O dinheiro tá suado demais pra gastar com gente que não vale a pena)

Mas, quando terminar de chorar, pense em viver cada minuto.

Se declare para quem você ama.

Por que não?

A vida é muito curta pra gente não assumir nossos sentimentos.

– Eu quero te pagar uma coxinha SIM! Porque me faz FELIZ!

Temos que ser felizes com o que temos nas mãos agora.

Se tiver um lápis, desenhe.

Se tiver um violão, toque.

Mas se tiver uma arma, não faça nada!  

E se não tiver nada, crie.  

Se vai viver, viva com vontade!

Não poupe um segundo de preocupação com coisas já resolvidas.

Ou com o que ainda não há tempo.

Então, quando você já tiver feito tudo que tinha vontade,

Tiver comido todos os bolos,

Viajado para todos os lugares,

Amado como se fosse a última vez,

Você vai olhar para trás e dizer: – E aquele brigadeiro que eu deixei na geladeira?

Marina Estevão
Marina Estevão
Formada em Jornalismo pela PUC-RJ, sua paixão é escrever sobre o que vive, o que vê e o que sente. Afinal, toda história tem vários lados, o que muda é a forma de contá-la – sempre de bom humor.