Com a sociedade reabrindo suas portas à medida que as restrições são afrouxadas durante a pandemia da Covid-19, pode ser um grande desafio identificar se um local público é realmente seguro. Apesar dos novos procedimentos de limpeza, mantenha-se atento à quantidade de interação humana e transmissão de germes no dia a dia

Leia também 11 sinais de que você já teve Covid-19.

Mesmo que haja qualidade no ar, o interior dos estabelecimentos é um fator de risco imenso durante essa crise sanitária; uma vez que se comprovou que a Covid-19 viaja através de gotículas. 

Depois de conversar com alguns especialistas em saúde pública, reunimos 10 lugares que talvez nunca fiquem limpos o suficiente.

Boris Jovanovic/iStock

1. Escritórios

Os escritórios são conhecidos pelo alto tráfego em um espaço restrito, e a maioria dos funcionários toca centenas de superfícies no escritório todos os dias.

Embora as novas diretrizes exijam uma limpeza adequada de todas as áreas comuns, apenas uma pessoa portadora de coronavírus causará estragos em seu escritório.

Apesar de a prática do trabalho remoto se tornar mais comum, os escritórios terão que garantir que, fora os serviços regulares de limpeza, as áreas como teclados, utensílios de cozinha, impressoras, mesas, maçanetas, etc. estejam sendo constantemente limpas com virucidas que são conhecidos por serem eficazes contra o coronavírus.

Mas esse tipo de serviço de limpeza extra geralmente são caros e exigem serviços muito frequentes.


SbytovaMN/iStock

2. Veículos públicos

Mesmo barreiras de plástico entre o passageiro e o motorista em um Uber não serão suficientes para conter a propagação do vírus. Áreas como maçanetas, assentos e janelas que frequentemente entram em contato com indivíduos devem ser cuidadosamente limpas.

Os produtos de limpeza e desinfecção são caros, especialmente nas quantidades necessárias para manter um ambiente limpo durante a pandemia. Também é improvável que o proprietário do veículo desinfete completamente o carro entre os passeios. O passageiro precisaria depositar toda a confiança no motorista, sem margem de erro.


Vergani_Fotografia/iStock

3. Transporte público

Com milhares de pessoas segurando as mesmas grades no transporte público, mesmo que os trens e ônibus sejam desinfetados no fim de cada dia, no fim da manhã eles estarão sujos ou contaminados novamente.

Mesmo com os rigorosos procedimentos de limpeza, é impossível desinfetar o transporte público de pessoa para pessoa.


artursfoto/iStock

4. Playgrounds

À medida que a fita de isolamento é removida lentamente dos playgrounds, as crianças correm para os balanços e brinquedos; e todos sabemos que as crianças são potenciais portadores de germes.

As superfícies do play precisariam ser limpas constantemente ao longo do dia e, com as crianças tendo tanta interação física umas com as outras, qualquer tipo de procedimento rigoroso de limpeza não seria sustentável.