Faça uma busca
|
Publicado em: 1 de abril de 2021

Dia da Mentira: conheça a origem da data

Embora a origem da data seja incerta, historiadores acreditam que o Dia da Mentira surgiu na França no século XVI.

Imagem: nito100/iStock

Quem nunca ouviu uma história muito empolgante e só depois se deu conta de que era 1º de abril? Pois é, o primeiro dia do mês de abril é mundialmente conhecido como o Dia da Mentira. Até hoje não há um consenso de como a data surgiu, mas acredita-se que a brincadeira começou lá no século XVI. 

Como nasceu o Dia da Mentira?

Acredita-se que o Dia da Mentira tenha surgido após uma mudança no calendário no século XVI. Na época, o Ano-Novo era comemorado entre os dias 25 de março e 1º de abril em grande parte da Europa. A data, no entanto, era considerada uma comemoração pagã que acontecia no início da primavera. O Rei Carlos IX, da França ordenou que a partir do ano de 1564 o Ano-Novo fosse comemorado no dia 1º de janeiro.

Acontece que nem todo mundo gostou muito dessa ideia e algumas pessoas continuaram a comemorar a entrada do novo ano entre os dias 25 de março e 1º de abril. Com o tempo, essas pessoas começaram a se tornar alvo de piadas e passaram a ser chamadas de Poisson d’Avril, expressão em francês que significa “tolos de abril”.

Leia também: Mitomania: você conhece a doença da mentira?

Eram comuns que fossem enviados convites falsos para festas de “fim de ano”. Acredita-se que, quando as pessoas pararam de acreditar nessas mentiras, as brincadeiras se tornaram mais corriqueiras e outras mentiras começaram a ser contadas. 

Dia da Mentira
Dia da Mentira, também conhecido como “April Fool’s Day” (Imagem: lakshmiprasad-S/iStock)

A data se popularizou no mundo. Na Inglaterra é conhecido como April Fool’s Day (Dia dos tolos de abril). Já nos Estados Unidos, a data ficou conhecida como All fools day (Dia de todos os tolos). 

No Brasil, a data ganhou notoriedade quando em 1º de Abril de 1828 o  periódico A Mentira publicou um exemplar noticiando a morte de D. Pedro. Tratando-se de um jornal satírico, a morte não passava de uma mentira de 1º de abril. A história foi desmentida pelo jornal no dia seguinte.

O que não dizer no Dia da Mentira?

O Dia da Mentira é cheio de brincadeiras, pregação de peças e, é claro, mentiras. É muito comum ver nas redes sociais aqueles vídeos de trollagem em homenagem a esse dia. Aqui vão algumas dicas do que não fazer nesse Dia da Mentira. 

Brincar com sexualidade e identidade de gênero

Sexualidade e identidade de gênero são coisas sérias. Muitas pessoas realmente são espancadas, expulsas de casa e perdem a vida por conta disso. Então não faça uma brincadeira com algo tão sério e que atinge tantas pessoas. O que é brincadeira para você é a realidade de alguém.

Causar desconforto

Fazer piadas, contar mentiras e pregar peças que causem desconforto no outro não tem nenhuma graça. Faça brincadeiras que todos vão se divertir. Lembre-se que se a sua piada está fazendo outra pessoa se sentir mal, ela não é uma piada.

Mexer com as expectativas dos outros

Inventar mentiras que mexam com expectativas não são legais. Mensagens falsas de emprego, falsos pedidos de namoro e demais brincadeiras que possam causar frustração também não são legais. 

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados