Faça uma busca
|
Publicado em: 16 de março de 2021

Guia básico para você entender o seu mapa astral

Tire todas as suas dúvidas e entenda o que é e como se lê um mapa astral.

Imagem: Crédito: LeArchitecto

Quem nunca teve curiosidade para saber mais sobre os signos? Se você é uma dessas pessoas que quer entender melhor o seu mapa astral, esse post irá ajudar você a entender como se faz um mapa astral e o significado de cada casa no mapa.

O que é o mapa astral?

De forma resumida, o mapa astral é uma representação da forma como os astros estavam posicionados na data e hora do nascimento de cada pessoa. Esse “mapeamento do céu” irá correlacionar o posicionamento das estrelas e planetas aos acontecimentos da sua vida.

Todo corpo celeste tem ondas eletromagnéticas e ação gravitacional. E, assim como a Lua influencia nas marés, a astrologia acredita que o céu e o posicionamento dos astros interferem nos acontecimentos da Terra e na personalidade individual de cada um. Portanto, o mapa astral pode nos revelar traços de personalidade e um propósito de vida que estaria, segundo a astrologia, estampado no mapa de cada um.

Leia também: Quais os signos mais gentis do zodíaco.

Para o que serve um mapa astral?

O mapa astral pode servir de ponto de partida para entendermos melhor a nós mesmos. Uma vez que o mapa revela um pouco sobre a nossa personalidade, a forma como nos apresentamos ao mundo e os obstáculos que devemos enfrentar, ele pode servir para nos alertar, preparar e/ou nos guiar por esses caminhos.

O mapa astral não nos dirá especificamente o que nos acontecerá ao longo da vida, mas ele indicará a forma como iremos lidar com algumas questões e pode servir como orientação para avaliarmos as nossas ações e escolhas.  Ele nos apontará como os astros influenciam a nossa vida e quais as consequências disso, por isso, muita gente considera o mapa astral um tipo de “manual básico do autoconhecimento”. Mas, cuidado, não devemos colocar toda a responsabilidade do que acontece na nossa vida nos astros.

Como fazer um mapa astral?

Guia básico para você entender o seu mapa astral
É bem fácil fazer um mapa astral pela internet. No entanto, é interessante buscar um profissional para ler o mapa para você. (Imagem: yacobchuk / iStock)

É possível fazer o mapa astral do nascimento de qualquer evento, relacionamento, empresa, país, estado, pessoa… desde que saiba a hora e a data de nascimento da coisa ou indivíduo.

Onde posso fazer um mapa astral?

Para fazer o mapa, você pode procurar um astrólogo profissional ou consultar sites especializados no assunto. Abaixo nós listamos alguns sites que podem ajudar nisso.

Como ler um mapa astral?

Guia básico para você entender o seu mapa astral
É importante conseguir entender o que o seu mapa astral revela sobre você. (Imagem: Blazenka Babic / iStock)

1. Ângulos

Para interpretar o seu mapa astral, você terá de ter conhecimento dos principais ângulos e elementos que regem o mapa para obter as primeiras interpretações. São eles o Ascendente (na casa 1), o Descendente (casa 7), Meio do Céu (casa 10) e Fundo do céu (casa 4). Esses quatro ângulos do mapa irão orientar todo o resto da leitura e os astros posicionados perto deles terão grande influência sobre sua personalidade e o desenrolar de sua vida pessoa.

2. As casas

Devido aos 12 signos do zodíaco, o mapa astral é dividido em 12 casas. No entanto, mesmo que todo mapa tenha o mesmo número de casas, nenhum mapa é igual ao outro. Isso porque as linhas de cada casa são como coordenadas, linhas imaginárias que “cortam” o zodíaco de cada um, dando uma configuração única para cada indivíduo.

Para interpretar o mapa astral é importante que você entenda qual o significado das casas. Confira:

  • Casa 1: o signo nela posicionado é responsável pela construção pessoal de cada um. (Ascendente)
  • Casa 2: é a casa da organização financeira, o signo aqui posicionado vai ditar como você lida com dinheiro.
  • Casa 3: fala sobre a nossa relação com o meio em que vivemos e também sobre a nossa comunicação e viagens próximas.
  • Casa 4: fala da sua bagagem histórica, das suas origens. Tem a ver com ancestralidade. (Fundo do Céu)
  • Casa 5: o signo aqui posicionado fala sobre como você lida com as suas paixões, se você é criativo ou não, do que você gosta nas horas de lazer e como é a criação dos seus filhos.
  • Casa 6: fala sobre a sua qualidade de vida, trabalho e saúde.
  • Casa 7: o signo dessa casa vai definir como você lida com o seu crush e com suas relações sexuais. (Descendente)
  • Casa 8: fala sobre as transformações da sua vida: rupturas, perdas, mudanças…
  • Casa 9: essa casa fala sobre a sua filosofia de vida, suas viagens e seus cursos.
  • Casa 10: fala sobre seu relacionamento profissional e seus status quo. (Meio do Céu)
  • Casa 11: o signo dessa casa determina como você lida com seus amigos e como é a sua vida social.
  • Casa 12: Fala sobre sua espiritualidade e seu bem estar interior.

3. Influência dos astros

Assim como as casas, os astros também são importantes para compreender o mapa astral. Veja abaixo o significado de cada um deles.

  • Sol: o Sol é o astro central; ele é o centro de tudo e representa a nossa essência. Ou seja, é nada mais, nada menos que o nosso próprio signo de quando nascemos.
  • Lua:  o signo lunar mostra os pontos relacionados à sensibilidade. Como afetamos e como somos afetados. Fala sobre nossas emoções.
  • Mercúrio: é o planeta do intelecto, trata da forma como pensamos, como assimilamos as informações e da nossa comunicação com outras pessoas.
  • Vênus: rege a parte dos sentimentos nos relacionamentos interpessoais, nossas percepções sobre amor, beleza e arte.
  • Marte: fala do nosso lado guerreiro e revela a forma como nós lidamos com conflitos.
  • Júpiter: trata do que nós valorizamos de verdade, do nosso senso de justiça, das leis e normas. Júpiter é chamado de “grande benéfico” na astrologia por expandir o que toca.
  • Saturno: fala da nossa resistência, de como lidamos com as frustrações. Saturno é chamado de “grande maléfico” na astrologia por tender a restringir e diminuir as coisas.
  • Urano: rege nossas mudanças.
  • Netuno: nossa ideia de comunidade e vida em conjunto.
  • Plutão: fala sobre morte e renascimento. Como lidamos com o fim das coisas.

4. Elemento de cada signo

Além de terem seus próprios significados, os signos também são divididos entre os quatro elementos devido à energia que transmitem.

Áries, Leão e Sagitário são regidos pelo elemento Fogo com polarização Yang/Masculina, devido à sua energia ativa e inovadora.

Touro, Virgem e Capricórnio são signos de Terra, de polarização Yin/Feminina, por terem gosto por organização, segurança e domínio sobre a matéria.

Gêmeos, Libra e Aquário são movidos pelo intelecto, pela razão e pela comunicação, portanto pertencem ao elemento Ar de polarização Yang/Masculina.

Câncer, Escorpião e Peixes são do elemento Água com polarização Yin/Feminina, devido às emoções, profundidade e sensibilidade que regem os signos.

5. Aspectos

Agora que já compreendemos a maior parte do nosso mapa, é hora de correlacionar os planetas que nele estão. Essa relação entre eles é chamada de “aspecto”. São análises sobre como um planeta interage com outro e qual a afinidade entre suas energias dependendo da posição que eles ocupam no mapa.

O aspecto planetário pode dizer bastante sobre uma pessoa e eles são, possivelmente, a parte mais confiável das interpretações. Isso porque a sua interpretação depende única e exclusivamente da orbe dos planetas.

  • Conjunção: é o aspecto mais poderoso, combinando a força de dois planetas que não sabem agir sozinhos.
  • Oposição: é o aspecto de tensão. Coloca a energia de dois planetas em conflito (180º graus).
  • Trígono: faz com que os planetas trabalhem de forma mais natural, enriquecendo um ao outro (120º graus).
  • Quadratura: dificulta a relação entre os planetas. Diferente da anterior, aqui as energias não conseguem trabalhar juntas.
  • Sextil: pouco menos intenso que o trígono, sua ação gera oportunidades que devem ser aproveitadas e aumenta a harmonia e complementaridade entre os signos (60º graus).

Bom, agora que você conferiu esse guia, certamente está pronto para compreender melhor o seu próprio mapa astral e caminhar rumo ao autoconhecimento.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados