Pode parecer básico, mas muitas pessoas não entendem o que é ou como praticar a educação financeira. Ela é essencial para cuidar da sua saúde financeira – afinal, a saúde depende do conhecimento.

A educação financeira não é apenas um planejamento mensal. É um conjunto de ações e atitudes tomadas com o objetivo de cortar gastos, investir ou multiplicar o seu dinheiro. Para que isso ocorra, é necessário que haja disciplina e estabelecer hábitos regulares.

Pense na sua saúde financeira como a saúde do seu próprio corpo: não é possível controlar uma doença grave com excessos. Portanto, separamos 10 dicas para ajudar você a não ir para o CTI das finanças:

Bombaert/iStock

1. Faça seus planos para o futuro tranquilamente

Não deixe de planejar. Você precisa destinar o seu dinheiro a algum objetivo, principalmente se deseja retorno. Pergunte-se onde você se vê daqui a alguns anos e redirecione suas ações para este destino.


YakobchukOlena/iStock

2. Mantenha o canal familiar aberto

É essencial manter a comunicação com a sua família para garantir a sua saúde financeira. Procure conversar abertamente com todos, assim será mais fácil conciliar os planos. Entenda ainda como é possível organizar as finanças de casal.


Jaruwan Jaiyangyuen/iStock

3. Mantenha uma reserva

Nunca gaste mais a ponto de invadir o dinheiro guardado para imprevistos. Esse dinheiro é sagrado e só pode ser tocado em casos de necessidades reais, e não apenas para uma festa de 15 anos ou uma viagem de lazer.


LightFieldStudios/iStock

4. Comprar à vista é sempre a melhor opção

As compras a prazo podem prejudicar você e as suas finanças. Sempre que puder, reserve dinheiro para comprar algo à vista. Os juros do cartão podem variar e colocar você em uma situação complicada.