Para comprar um carro bom e útil é preciso estar atento aos detalhes. Novos ou usados, os vendedores podem utilizar de argumentos que te distraia de fatores importantes para você. Além do valor e das formas de pagamento, é preciso verificar alguns itens como esses:

1. Cheque a proteção

Carros usados também têm garantia. A assistência téc­nica gratuita é um direito de quem com­pra o veículo usado nas revendedoras, segundo o Código de Defesa do Consu­mi­dor. Qualquer defeito que aparecer no período de 90 dias é responsabilidade da revendedora. Inclusiva, o problema tem de ser solucionado em 30 dias. Depois do pra­zo de três meses, é preciso provar que o defeito existia antes da compra.

Negócios realizados entre particulares também são protegidos, mas pelo Código Civil. Se o defeito no carro for aparente, o com­prador tem 30 dias para reclamar ao vendedor. Proble­mas mais velados devem ser reclamados em até seis meses. O ven­dedor poderá responder não só pelo defeito, mas também por perdas e danos, caso não queira realizar o reparo.

Para evitar problemas com multas não pagas e veículos roubados, verifique a história do carro. Para isto, confira placa, chassi e número do Renavam, que está descrito na parte superior do documento (licencia­mento). Use o site do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para consultar os números: portalservicos.denatran.serpro.gov.br.

2. Reavalie seu veículo usado

Mesmo que você já tenha examinado o carro usado que deseja comprar, faça-o novamente assim que sair da loja. Existem casos de revendedores que entregam o produto com modificações que não são percebidas pelo novo dono. Entre as queixas mais frequentes estão a troca de pneus e calotas e até riscos na pintura. Não deixe nada passar na hora de comprar um carro novo que atenda às suas necessidades. Além disso, invista em um bom seguro, aprenda como escolher o melhor.

3. Escolha conforto, e não aparência

Ao comprar um carro novo, você opta pelas rodas oferecidas como padrão ou escolhe um conjunto de ligas de corrida de perfil baixo? Os últimos são mais bonitos, sem dúvida, mas seu bolso pode não apreciar muito o investimen­to. Pneus de perfil mais alto não são apenas mais baratos: eles promovem amorteci­mento adicional contra os quebra-molas e buracos das estradas.

4. Espere o momento certo para comprar um carro

Em razão do calendário de lançamento de novos modelos, a melhor época para comprar um carro zero é de dezembro a abril. Vale a pena lembrar que é possível fazer bons negócios com carros prestes a sair de linha. As agências precisam abrir espaço para o estoque novo, e você conseguirá um bom preço. Se a grana estiver curta, avalie a possibilidade de um financiamento, veja quanto custa.

 

Agora que você já tem o carro dos seus sonhos na garagem, descubra como fazer para que os gastos com ele não sejam tão elevados.