Dezembro é aquele mês em que estamos pensando nas festas e nas férias, não é mesmo? Mas é preciso aproveitar as oportunidades para economizar. Os fabricantes e comerciantes acabam de anunciar que em janeiro o material escolar terá um aumento médio de 10%. E quanto mais perto do começo das aulas, por causa da procura, mais caro ficam.

Assim, vamos economizar comprando agora e conferindo estas 9 dicas que vão ajudar você nessa missão:

1. Reciclar é importante

Por que não reaproveitar o material que sobrou do último ano? Nem todos os lápis ou canetas foram usados até o fim. Separe o que pode ser reutilizado e risque da lista nova.

2. E por falar em listas…

Não se esqueça de listar todo o material escolar necessário. Assim, você consegue avaliar quanto vai gastar, e também refletir sobre a possibilidade de cortar algum item.

3. Não seja refém do marketing

Cadernos de super-heróis ou personagens, entre outros, costumam ser os mais vendidos em lojas e papelarias, mas não são nada diferentes de cadernos com capa comum – a não ser pelo preço, bem mais alto. Converse com seu filho sobre a necessidade desses itens. Seja franco: os cadernos servem para estudar.

4. Considere o on-line!

Fazer compras pela internet é simples, prático e seguro. Antes de comprar, pesquise sempre nas lojas on-line, pois os preços costumam ser bem mais em conta.

5. Compras coletivas? Boa ideia!

Se você conhece outros pais da escola de seus filhos ou tem amigos que também estão comprando material escolar, por que não fazer uma compra coletiva? Você pode economizar se comprar os produtos em uma rede de atacado, por exemplo.

6. Não tenha medo de negociar

Se você está fazendo uma compra extensa em uma única loja, pode ser que consiga um desconto em alguns itens. Não tenha medo de negociar: converse com o vendedor ou o gerente, procure alternativas. A única regra é gastar menos! Mas não se esqueça: não espere até chegar ao caixa para pedir o desconto. Em geral, eles não estão autorizados a fazer esse tipo de negociação.

Aprenda 10 dicas para negociar melhor e pagar menos.

7. Compre apenas para o primeiro semestre

Muitas pessoas encaram a compra do material escolar no início do ano como a única. Mas você pode adotar uma estratégia simples: compre o material para um certo período, como o primeiro semestre, apenas. A sua conta vai ser reduzida, e você ainda poderá avaliar a o uso do material nesse período.

8. Questione a lista escolar de escolas particulares

Muitas escolas particulares fornecem uma lista de material escolar para uso dos alunos naquele ano. Mas pode ser que nem todos os itens sejam necessários. Avalie a lista e procure a direção da escola para discutir os itens que levantarem dúvidas.

9. Crie um grupo de desapego de material escolar

A maior parte dos livros didáticos podem ser reaproveitados. Junte-se a outros pais da escola do seu filho (ou de outras escolas também, por que não?) e compre e venda livros já usados – tanto didáticos, quanto paradidáticos. Aproveite e ensine ao seu filho o valor de cuidar bem dos livros durante o ano.