Para quem tem habilidades manuais, é criativo, ou gosta de cozinhar, o final de ano pode ser um tesouro! São almoços e jantares em família, reuniões de confraternização nas empresas e entre os amigos, encontros para troca de presentes de amigo oculto. São muitos eventos comemorativos que podem se transformar em oportunidades para ganhar um dinheiro extra ou até para iniciar um novo negócio. Descubra no artigo ideias para ganhar dinheiro no Natal e uma receita super fácil para fazer e vender!

É muito comum começar a vender produtos oferecendo aos amigos e vizinhos. Mas, hoje em dia, com as plataformas de vendas para artesãos e redes sociais, é mais fácil e barato começar um negócio. O período festivo é perfeito para isso e nos últimos anos as pessoas têm buscado opções de presentes mais em conta. Com isso, as lembrancinhas e os presentes culinários têm sido bastante procurados!

Inspire-se com essas ideias para ganhar dinheiro no Natal 2018

Para os habilidosos na costura não faltam ideias de mimos que podem ser comercializados. Os amigurumis (bonequinhos e bichinhos de pelúcia em crochê feitos com uma técnica japonesa) estão super na moda e podem enfeitar árvores de Natal.

Aliás, embalagens de presentes e enfeites de Natal em feltro, como botas para colocar na janela, são sucesso. As velas decorativas para enfeitar as mesas da ceia e do almoço, guardanapos e porta-guardanapos decorados, entre tantos outros artigos tradicionais, nunca saem de moda.

Já para quem gosta de botar a mão na massa literalmente, também existem muitas oportunidades. Vai ter confraternização de Natal na empresa? Ótimo para levar quitutes e divulgar. O encontro para troca de presentes de amigo oculto será na casa de uma amiga? Que tal levar aquela torta de nozes feita com maestria e mostrar seu talento?

A lista de delícias que podem ser vendidas no Natal inclui panetones, brownies, bolos, biscoitos doces e salgados, etc.. E o melhor: o preparo pode ser muito fácil, como o das “renas de chocolate” que trouxemos para você, confira:

Receita de biscoito de Natal: Renas de chocolate (com nariz vermelho!)

Massa:

  • 1 xícara (250 g) de manteiga
  • 1 xícara (230 g) de açúcar
  • 12 xícara (115 g) de açúcar mascavo peneirado, apertado no medidor
  • 1 ovo
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha
  • 234 xícaras (410 g) de farinha de trigo
  • 12 xícara (60 g) de chocolate em pó
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

Cobertura:

  • 112 xícara (185 g) de açúcar de confeiteiro
  • 2‑3 colheres (sopa) de leite
  • 36 confeitos decorativos vermelhos para bolo

Preparo:

  1. Numa tigela, misture a manteiga e os açúcares até obter um creme fofo. Adicione o ovo e a baunilha. Em outra tigela, misture a farinha, o chocolate em pó e o bicarbonato de sódio. Junte aos poucos ao creme de manteiga e mexa bem. Cubra e leve à geladeira por pelo menos 2 horas.
  2. Abra a massa entre duas folhas de papel‑manteiga numa espessura bem fina. Corte os biscoitos com um cortador em forma de rena enfarinhado.
  3. Arrume-os em assadeiras untadas, deixando 5 cm entre eles. Leve ao forno a 190ºC por 8-10 minutos. Aplique um confeito vermelho nos narizes e deixe esfriar um pouco antes de transferir para uma grade.
  4. Para fazer a cobertura, misture o açúcar e o leite até obter um creme. Faça um furo no canto inferior de um saco plástico e encha com a mistura. Pressione, contornando os biscoitos, e aplique uma gota para fazer os olhos

 

A receita rende 36 renas e, claro, também pode ser usada com cortadores em outros formatos como árvores de Natal e gorros do Papai Noel.

 

Aproveite o Natal e se dê de presente um novo negócio!

Se curtiu as ideias para ganhar dinheiro no Natal, mas deseja ir além e começar um novo negócio apostando no seu talento, consulte as nossas dicas em “Como vender pela internet: 5 dicas de sucesso!” e “Como montar o seu próprio negócio e ter sucesso”.

As próximas datas comemorativas como Páscoa, dia das mães e dos namorados, além de eventos como aniversários infantis e chás de de panelas, garantem oportunidades para o negócio o ano todo!

 

Por Samasse Leal