Conselheiros e coachings financeiros se multiplicam em redes sociais, sites e blogs. São inúmeros os posts com dicas que prometem a conquista da independência financeira. Mas você sabe o que é isso? Sabe avaliar e decidir quais dessas dicas e conselhos são bons para você? E mais, sabe que bens você deve adquirir para conquistar a sua independência financeira?

Todas as respostas a essas perguntas vão depender de uma única resposta a uma pergunta principal. Qual é o seu objetivo de vida? Para identificá-lo você deve definir qual o padrão de vida deseja ter.

Tendo independência financeira

A independência financeira é a capacidade de se sustentar utilizando somente recursos próprios. Ou seja, sem depender de terceiros (salários e familiares). Exemplos de pessoas que conquistaram a independência financeira são empresários e empreendedores bem-sucedidos, cujos negócios atingiram a plenitude. Em poucas palavras, atinge a independência financeira quem consegue viver de renda, a partir de valores gerados pelo próprio patrimônio. Por isso, muitos conselheiros financeiros dizem que você precisa ter o seu dinheiro trabalhando para você. Ele precisa se multiplicar sozinho por estar investido e gerando mais renda.

Imóvel na planta: vai comprar? leia isso primeiro!

Existem bens que geram renda e outros que consomem renda. O seu perfil pessoal e estilo de vida serão decisivos para determinar quais bens você precisa ter para sentir felicidade. Por isso, não adiante ter a conta bancária com números exponenciais se você precisa consumir para ter satisfação. O ideal é encontrar um equilíbrio para poder aproveitar a tão sonhada independência financeira.

Considerando o padrão de vida desejado, conforme a sua capacidade de gerar renda, saiba como organizar seu patrimônio. Veja como os bens se enquadram conforme cada objetivo a que se destinam. Saiba quais deles você deve buscar, de acordo com o seu perfil.

Confira abaixo como organizar seu patrimônio: