Faça uma busca
|
Publicado em: 22 de abril de 2019

5 curiosidades sobre o corpo humano que você não fazia ideia

O corpo humano é uma fantástica máquina, repleta de mistérios. Confira alguns deles!

Imagem: Natali_Mis/ Istock

O nosso corpo desenvolveu-se segundo um programa definido pelos genes. Portanto, a nossa aparência depende, antes de qualquer coisa, dos genes que herdamos do nosso pai e da nossa mãe. Entretanto já no útero, e depois, principalmente durante a infância, o organismo reage às influências do meio, que também atuam sobre as características externas. Confira 5 curiosidades sobre o corpo humano, essa máquina fantástica repleta de mistérios. 

1 Por que as pessoas são mais altas do que antigamente?

A estatura máxima atingível para cada pessoa é definida pelos seus genes, e, com o passar do tempo, não houve alterações na configuração genética básica do ser humano. O tamanho alcançado por uma pessoa depende principalmente das condições em que viveu em sua infância e adolescência. Nos últimos 120 anos, a estatura média das pessoas aumentou de maneira constante porque, nesse período, as condições de vida melhoraram.

Nos séculos anteriores, o desenvolvimento não foi linear. Assim, os homens dos séculos 9 a 11, com clima ameno, alimentação suficiente e baixa densidade populacional, com sua altura média de 1,73 m, eram quase tão altos quanto os atuais.

Entretanto essa estatura média reduziu-se, chegando a apenas 1,67 m nos séculos 17 e 18. Os responsáveis foram a alimentação precária, a alta densidade populacional e o maior risco de epidemias infecciosas.

2 Existem genes que "engordam”?

O sobrepeso é influenciado cerca de 60% pelos genes (Foto: Af_istocker/Istock)

Quando uma pessoa está acima do peso, isto se deve em 60% aos seus genes. Existem vários genes que, por meio dos hormônios de saciedade e da fome, influenciam o apetite.

Das calorias absorvidas por meio dos alimentos, também é a genética que determina que parte é depositada em forma de gordura e que parte será queimada no metabolismo. Entretanto, na maioria dos casos, é possível controlar isso com eficiência por meio de uma alimentação saudável e da atividade física.

Apenas em defeitos genéticos muito raros é que se tem poucas chances de êxito. Assim, uma mutação pode alterar um hormônio ou seu ponto de conexão no cérebro, gerando uma constante sensação de fome, que leva à obesidade. Neste caso, apenas um tratamento medicamentoso pode ajudar.

3 Existem pessoas sem um "sexo definido"?

O homem contém, em cada célula do seu corpo, os cromossomos sexuais X e Y, desenvolve testículos e apresenta outras características sexuais como pênis, bolsa escrotal, barba e voz grossa.

A mulher contém dois cromossomos X em seu genoma, desenvolve ovários e tem lábios vaginais, mamas e voz fina. Um hermafrodita “verdadeiro”, também chamado intersexuado, não pode ser associado claramente a um sexo específico.

Tais indivíduos têm testículos e ovários e, em geral, dois cromossomos X. Os hermafroditas verdadeiros são raros. Um pouco mais comuns são as pessoas que têm ovários e características masculinas, ou testículos e características femininas. Em muitos casos, as causas ainda não são conhecidas.

4 Por que algumas pessoas têm sardas?

As sardas são uma característica geneticamente determinada. (Foto: NinaMalyna/Istock)

A pele se protege da forte radiação solar aumentando a produção de pigmentos de melanina. Entretanto, nas pessoas loiras ou ruivas, a pele não fica morena por igual: formam-se pequenas manchas de coloração levemente marrom – as sardas.

Assim como a cor do cabelo e dos olhos, as sardas também são uma característica geneticamente determinada. Vários genes são responsáveis pela quantidade de melanina produzida e por sua distribuição entre as células da pele.

Uma menor exposição ao Sol ou o uso de cremes clareadores contribui para o esmaecimento das sardas, mas não as elimina por completo. Até mesmo após uma terapia a laser, que destrói as células pigmentares, depois de algum tempo podem formar-se novos pontinhos.

Durante a gravidez, as sardas muitas vezes se intensificam por causa da alteração hormonal. Depois do nascimento do bebê, a formação de pigmentos costuma voltar a se normalizar por si só.

5 Por que a pele enruga no banho?

Normalmente, a pele é coberta por uma camada fina e impermeável de gordura. Esta gordura das glândulas sebáceas mantém a pele macia e, ao mesmo tempo, impede que a sua umidade natural se perca, e que entre água.

Entretanto, num contato prolongado com a água – por exemplo, na banheira ou na piscina – essa camada de gordura se desfaz. Este processo é acelerado ainda mais pelo efeito das substâncias responsáveis pelo tratamento para a limpeza da água.

E quando essa camada de gordura se dissolve por completo, a água pode penetrar nos espaços intermediários da camada externa da pele – composta basicamente por células mortas e cornificadas, preenchidas pela proteína queratina.

Consequentemente, a pele se distende, porque precisa de mais espaço. Mas, como ela está bem aderida à camada interna da pele, composta por células vivas impermeáveis, formam-se rugas e a pele fica com aspecto “amarrotado”.

Nos dedos das mãos e dos pés e nos calcanhares há uma espessa camada córnea porque, nessas áreas, a pele fica mais exposta aos estímulos mecânicos (contato).

Aí, a camada córnea da pele é de 5 a 20 vezes mais espessa que em outras partes do corpo. Mas como é mais porosa, é por ali que a água penetra com mais facilidade, a pele dessas regiões se enruga mais intensamente. Depois do banho, a água armazenada evapora rapidamente, a pele volta a ficar lisa e uma nova camada de gordura se forma

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close