Se você teve um dia difícil, agora é a hora de relaxar e dar boas risadas. Confira abaixo algumas histórias engraçadas de donos de pets!

______________

Uma vez eu estava no ônibus indo para o trabalho quando notei que em um dos pontos havia uma homem tomando uma xícara de café. Assim que o ônibus se aproximou do ponto, ele terminou de beber o café e botou a xícara no chão. Essa atitude me causou estranheza, uma vez que se tratava de uma boa xícara de cerâmica. Dias depois, vi o mesmo homem novamente com seu café no ponto. Mais uma vez, ele colocou a xícara sobre a grama antes de subir no ônibus. Quando olhei para trás, vi um cachorro carregando a xícara na boca com cuidado e indo para casa.

VALERIE A. HEUBNER

______________

Um caminhão avançou o sinal vermelho, quase arrancando a lateral do nosso carro. Meu marido desviou rapidamente e colocou o braço na minha frente, me protegendo de uma possível batida. Eu estava prestes a dar um beijo na bochecha de meu herói quando ele pediu desculpas. Na pressa, admitiu que ele tinha esquecido de que era eu no banco do carona, e não o nosso cão.

APRIL COLE

______________

Na última vez em que fui aos Correios, passei alguns minutos lendo os anúncios no quadro de avisos enquanto aguardava na fila. Um deles me chamou atenção. Lia-se: “Perdida no estacionamento dos Correios pequena jiboia, animal de estimação da família, não ataca. Recompenso.”
Abaixo alguém havia escrito, no que parecia ser uma letra muito tremida: “Por favor, você se importaria em colocar outro anúncio quando encontrar a jiboia? Obrigado.”

SUSAN ESBENSEN

______________

Minha sobrinha comprou um hamster para sua filha de 5 anos, Kay. Um dia ele escapou da gaiola. A família virou a casa de cabaça para baixo e, por fim, o encontrou. Várias semanas depois, enquanto Kay estava na escola, ele escapou de novo. Dessa vez a família procurou, mas não achou o bichinho. Na esperança de tornar a perda menos dolorosa para a criança, a mãe tirou a gaiola vazia do quarto dela. Quando Kay chegou da escola naquela tarde, subiu no colo da mãe com ar de preocupação.

– Temos um problema sério – anunciou – Não só o meu hamster fugiu de novo, como dessa vez ele levou a gaiola.

PATSY STRINGER

______________

O veterinário receitou alguns remédios para nossa gata idosa, Tigresa, e, após diversas batalhas, meu marido arranjou uma forma de dar-lhe o medicamento. Ele enrolava Tigresa numa toalha, a prendia entre os joelhos, forçava sua boca a abrir e depositava a pílula na parte posterior da língua.
Davi tinha orgulho desse método até um frenético episódio no qual ele perdeu controle de ambos – gata e remédio. Tigresa pulou para longe dele e parou para examinar o comprimido, que tinha rolado pelo chão. E então o comeu.

MADI LEGERE

______________

Veja também: 7 dicas para dar remédio para gato ou cachorro