Faça uma busca
|
Publicado em: 6 de junho de 2020

6 receitas de comidas típicas de festa junina

Quem nunca se fartou com as delícias típicas em uma festa junina?

Imagem: CarlaNichiata/iStock

Estas receitas são bastante típicas da festa junina, mas podem ser saboreadas em qualquer ocasião como as rabanadas de Natal, por exemplo. 

Festa junina

O pé-de-moleque e a maçã do amor deixam o arraial mais animado! Poderia faltar a tradicional canjica? Claro que não! Mesmo que o arraial seja em casa, não deixe de fazer os pratos típicos das festas de junho.

  • dririchetto/iStock

    1. Bolo de fubá caipira

    1 xícara (chá) de margarina
    2 xícaras (chá) de açúcar
    1 lata de leita condensado
    4 ovos
    1 xícara (chá) de maisena
    2 xícaras (chá) de fubá
    1 colher (sopa) de fermento em pó
    1 pitada de sal
    1 vidro pequeno de leite de coco (200 ml)
    ½ xícara (chá) de leite

    Na batedeira, bata a margarina, o açúcar e o leite condensado até formar um creme claro. Junte os ovos, um a um, sem parar de bater. Retire da batedeira e reserve.

    À parte, misture a maisena, o fubá, o fermento em pó e o sal. Passe por uma peneira e vá juntando à massa, aos poucos, acrescentando alternadamente o leite de coco misturado ao leite. Mexa tudo delicadamente até formar uma massa homogênea e lisa.

    Transfira para uma fôrma com furo no meio untada e enfarinhada. Asse em forno médio, preaquecido, por 35 a 45 minutos. Deixe esfriar e desenforme.

    Rendimento: 8 porções.


  • robertmandel/iStock

    2. Maçã do amor

    6 a 8 maçãs médias
    1 xícara (chá) de água
    3 xícaras de açúcar
    ½ xícara (chá) de glucose de milho
    2 colheres (chá) de corante alimentício líquido vermelho
    Palitos para espetar as maçãs

    Lave as maçãs e enxugue-as bem para a calda aderir melhor.

    Numa panela funda, coloque todos os ingredientes e leve ao fogo baixo até ferver, formando uma calda.

    Para saber se a calda está no ponto ideal, pingue um pouco num copo com água fria. Pegue com a ponta dos dedos. A consistência tem de ser dura e, quando mordida, deve quebrar.

    Espete as maçãs em palitos e passe-as na calda, girando para que todos os lados fiquem bem cobertos.

    Coloque-as para secar num tabuleiro untado com margarina e sirva.

    Rendimento: 6 a 8 unidades.

     

     


  • ChamilleWhite/iStock

    3. Quentão sem álcool 

    1 litro de suco de uva
    3 litros de água
    500 g de açúcar
    6 cravos-da-índia
    2 paus de canela
    1 colher (chá) de gengibre, picado
    Casca de 1 ou 2 laranjas

    Numa panela grande, coloque o suco de uva, a água, o açúcar, os cravos e a canela.  Misture bem e leve ao fogo médio. Assim que começar a ferver acrescente as cascas de laranja e o gengibre. Deixe ferver por mais alguns minutos e sirva.

    Caso sobre, conserve em geladeira e ferva novamente antes de consumir.

    Rendimento: 16 a 20 porções.

     

     


  • jantroyka/iStock

    4. Curau de milho verde 

    8-10 espigas de milho verde, médias
    2 litros de leite
    1 pitada de sal
    1 copo (americano) de açúcar
    1 lata de leite condensado
    Canela em pó para polvilhar

    Passe as espigas descascadas por um ralador para retirar os grãos de milho. Bata-os no liquidificador com o leite e, em seguida, passe por uma peneira. Despreze a massa que ficou na peneira e coloque o líquido adquirido numa panela grande e alta. Acrescente o sal, o açúcar e o leite condensado e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até obter um creme.

    Cozinhe por mais cerca de 20 minutos até formar um mingau grosso. Apague o fogo e transfira para um refratário retangular ou disponha em potes individuais. Polvilhe com canela em pó e leve à geladeira por cerca de 6 horas ou até gelar.

    Rendimento: 10 a 12 porções.


  • jantroyka/iStock

    5. Canjica 

    500 g de milho branco para canjica
    3 paus de canela
    1 vidro pequeno de leite de coco (200 ml)
    100 g de coco ralado
    1 litro de leite
    1 lata de leite condensado
    1 xícara (chá) de amendoim torrado e moído
    Açúcar a gosto

    Lave bem o milho e coloque-o numa vasilha, completando com água o suficiente para cobri-lo. Deixe de molho de um dia para o outro (não é necessário trocar a água).

    No dia seguinte, coloque-o numa panela de pressão com a água do molho e cozinhe por 50 minutos.

    Quando começar a amolecer, junte os paus de canela e deixe cozinhar mais um pouco. Assim que estiver bem macio, coloque açúcar a gosto e acrescente o leite de coco, o coco ralado, o leite e o leite condensado. Misture bem, deixe ferver e apague o fogo.

    Sirva quente, polvilhado com amendoim torrado e moído. Pode ser conservado em geladeira. Quando for reaquecer, leve ao fogo médio numa panela pequena apenas a quantidade a ser consumida, acrescentando um pouco mais de leite.

    Rendimento: 10 porções.


  • PRABHASROY/iStock

    6 Pé-de-moleque 

    500 g de amendoim, cru e com casca
    500 g de açúcar refinado
    1 lata de leite condensado
    1 lata (a mesma medida) de leite

    Coloque todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo baixo, mexendo sempre para não grudar.

    Quando o doce se desprender do fundo da panela, como um brigadeiro bem consistente, despeje num tabuleiro untado com manteiga, alisando a superfície para que os pés-de-moleque fiquem na mesma espessura. Deixe esfriar completamente e corte em quadrados.

    Se sobrar, conserve os pés-de-moleque num recipiente bem tampado e guarde em local fresco e seco.

    Rendimento: 30 a 45 porções.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados