Faça uma busca
|
Publicado em: 29 de março de 2021

Bacalhau com lentilha para o almoço de Páscoa

Entenda um pouco da história de como o bacalhau se tornou tradição na nossa mesa de Páscoa e uma receita para lá de especial.

Imagem: Maria_Lapina/iStock

Que o bacalhau é uma tradição na Páscoa é indiscutível. Mas você já parou para se perguntar como é que um peixe lá dos confins da Noruega virou um prato tradicional aqui no Brasil? Eis a explicação:

O bacalhau aportou no Brasil junto com os primeiros portugueses, mas só com a vinda da família real para cá, em 1808, é que ele foi incorporado aos hábitos alimentares brasileiros.

De 1808 até a Segunda Guerra, o bacalhau era um produto relativamente barato (mesmo sendo importado da Noruega) e fazia parte até da dieta da população de menor poder aquisitivo. Pratos à base do peixe eram consumidos fartamente nas sextas-feiras, nos dias santos e nas festas familiares. Mas com a Segunda Guerra veio a escassez de comida na Europa, e o preço do bacalhau foi às alturas, restringindo o consumo popular. O peixe virou artigo de luxo e passou a frequentar as mesas brasileiras somente no Natal e na Páscoa, as principais festas cristãs.

O que há por trás da tradição do bacalhau

Aliás, a religião é o motivo pelo qual o bacalhau se transformou em tradição na Páscoa.

Durante a Idade Média, a Igreja Católica obrigava seus fiéis a praticar o jejum e a excluir de suas dietas carnes consideradas “quentes”. O número de dias de abstinência era grande e não ficava restrito somente à Quaresma (período entre a Quarta-feira de Cinzas e o Domingo de Páscoa).

O consumo do bacalhau, uma carne “fria”, era incentivado nesses dias de abstinência. Os portugueses, católicos e amantes do bacalhau, eram os maiores consumidores.

O hábito do bacalhau nos dias de jejum de carne veio para o Brasil com os portugueses. Ao longo dos anos, porém, o rigor do calendário de jejum católico se perdeu, mas nas datas mais expressivas da religião – Natal (o nascimento de Cristo) e Páscoa (a ressurreição de Cristo) – o hábito de comer bacalhau ainda persiste.

Agora que você já sabe a história do bacalhau no Brasil, que tal fugir das receitas repetidas dos últimos anos e tentar esse maravilhoso bacalhau com lentilha? As lentilhas têm um sabor único, que nesta receita é realçado pela pimenta-malagueta. Elas não se desfazem no cozimento e sua textura é o complemento perfeito para o bacalhau dessalgado, que se desfaz com facilidade. Experimente servir com pão de casca crocante e uma salada de folhas variadas.

Bacalhau com lentilhas e pimenta-malagueta

Ingredientes:

  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem
  • 1 cebola picada
  • 2 talos de aipo, picados
  • 1 ou 2 pimentas-malaguetas vermelhas, sem sementes e picadas bem miudinho
  • 170 g de lentilha, lavada e escorrida
  • 750 ml de caldo de legumes
  • 1 ramo de tomilho fresco
  • 1 folha de louro
  • suco de 1 limão
  • 4 pedaços de filés ou postas de bacalhau dessalgado, sem pele, com cerca de 140 g cada
  • sal e pimenta-do-reino
  • 2 tomates picados ou 8 tomates-cereja cortados ao meio

Modo de preparo:

Passo 1: Preaqueça a grelha em fogo moderadamente alto. Numa panela, aqueça 1 colher (sopa) do azeite, acrescente a cebola, o aipo e a pimenta-malagueta, e refogue em fogo brando por 2 minutos. Adicione a lentilha. Junte o caldo de legumes, o tomilho e o louro e deixe ferver. Baixe um pouco mais o fogo e deixe cozinhar por cerca de 20 minutos ou até a lentilha ficar macia. Se, no final desse tempo, ela não tiver absorvido todo o caldo, escorra (guarde o caldo para preparar uma sopa).

Passo 2: Enquanto a lentilha cozinha, misture a colher de azeite restante e o suco de limão. Coloque o bacalhau na grelha, com o lado sem pele para cima, tempere com sal e pimenta-do-reino e pincele com a mistura de azeite e limão. Grelhe por 6 a 7 minutos ou até o peixe se desfazer com facilidade. Não há necessidade de virar o peixe.

Passo 3: Arrume a lentilha numa travessa aquecida e disponha sobre ela os pedaços de bacalhau. Sirva bem quente, com o tomate picado.

Veja também: Ovo de Páscoa de colher delicioso e fácil de preparar

Dicas do chef!

Para preparar bacalhau com lentilha na mostarda, cozinhe a lentilha como na receita principal, sem a pimenta-malagueta. Misture 125 g de creme de leite fresco com 1 ou 2 colheres (sopa) de mostarda de Dijon e adicione às lentilhas já cozidas. Espalhe uma camada fina de mostarda de Dijon sobre o bacalhau cozido, salpique azeite de oliva e grelhe. Sirva o bacalhau sobre as lentilhas, decorado com tomates-cereja grelhados.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados