Faça uma busca
|
Publicado em: 23 de janeiro de 2021

Açúcar vicia? Especialistas revelam o que pensam sobre o assunto

Depois da declaração polêmica da youtuber Dani Noce, comparando açúcar à cocaína, especialistas respondem se realmente o açúcar vicia

Imagem: nicomenijes/iStock

Primeiro mês do ano e como vai aquela promessa de fazer dieta e reduzir o consumo de açúcar? Depois da declaração polêmica da youtuber Dani Noce, comparando açúcar à cocaína, talvez seja melhor pesquisar mais sobre quais malefícios o consumo exagerado de açúcar pode nos causar.

Para isso, entrevistamos duas especialistas: a nutricionista Letícia Cunha e a médica nutróloga Jéssicka Paixão, da clínica Sthesis.

Açúcar vicia?

acucar vicia
O consumo excessivo de açúcar pode levar a mudanças de humor. (Imagem: YelenaYemchuk/iStock)

Para responder essa pergunta, ambas as especialistas concordam que o açúcar, principalmente o açúcar refinado, tem sim a capacidade de criar dependência devido a sua ação no corpo de despertar sensações de conforto e euforia.

“O 'vício' acontece por consumo excessivo de açúcar na alimentação, o que causa alterações de humor, de início proporcionando ânimo e prazer. Após um tempo, a sensação cessa e você começa a querer mais e mais, começando a recorrer ao consumo desses alimentos para obter a sensação de bem-estar/conforto” afirma a Dr. Letícia Cunha 

Quais malefícios o consumo excessivo de açúcar pode causar?

É de conhecimento geral que nada em excesso faz bem, mas o consumo excessivo dos doces e açúcares é popularmente ainda temido por ser responsável pelas gordurinhas a mais. Além de doenças mais graves, como por exemplo o diabetes.

A médica Jéssicka Paixão explica que o açúcar refinado aumenta a liberação do hormônio insulina, que é o responsável por transformar a glicose (açúcar) em fonte de energia. E esse aumento, além dos resultados citados acima, pode causar também obesidade, “Diabetes mellitus do tipo 2, esteatose hepática (gordura no fígado), aumento do risco cardiovascular”.

A nutricionista Letícia ainda adiciona à lista: “diminuição da imunidade, fadiga crônica, doenças intestinais”.

O que pode levar ao vício do açúcar?

acucar vicia especialistas respodem
O vício em açúcar pode estar ligado à genética. (Imagem: dima_sidelnikov/iStock)

É preciso ter atenção ao consumo frequente e excessivo que acostumam o corpo à sensação de alegria e conforto pedindo sempre por mais e gerando o vício.

Além disso, a nutróloga Jéssicka atenta que a genética pode influenciar no tempo que uma pessoa leva para criar dependência. Ou seja, dependendo da genética, uma pessoa pode se viciar consumindo-o em excesso mesmo em pouco tempo, ou até o contrário, não gerar a dependência mesmo ingerindo muito açúcar por mais tempo.

Além disso, fatores emocionais podem incentivar o consumo excessivo de doces, justamente sua ação imediata de prazer e felicidade.

“Algumas situações podem aumentar a propensão pela busca do prazer e sensação de bem-estar, principalmente questões com gatilhos para sentimento de culpa e tristeza, como depressão, compulsão alimentar, bulimia, ansiedade e estresse. O tratamento requer acompanhamento médico e nutricional”, declara a médica Letícia.

O vício em açúcar é comparável ao vício em cocaína ou qualquer droga?

A nutricionista explica que essa comparação é feita justamente por estudos revelarem que, assim como o açúcar, a cocaína também libera “neuroquímicos de prazer, podendo gerar episódios de alteração de humor e comportamento”, revela Letícia.

Leia mais: 11 alimentos que são verdadeiros analgésicos naturais

Entretanto, Jéssicka diz que, apesar das semelhanças, é preciso lembrar que “a cocaína é uma droga com um grande impacto social que gera inúmeros prejuízos a saúde” e que considera essa comparação um “terrorismo nutricional”.

“Consumir açúcar eventualmente, e em pequena quantidade, não irá trazer grandes prejuízos à saúde (...) O que é importante que as pessoas entendam é que apesar de não ser uma droga, o consumo excessivo de açúcar – principalmente o açúcar refinado – trará grandes prejuízos à saúde a longo prazo, diminuindo qualidade de vida e autonomia”, declara a médica.

Como se livrar do vício de açúcar?

açúcar vicia
Opte por fontes naturais de açúcar. (Imagem: olegbreslavtsev/iStock)

Ambas as médicas recomendam a redução gradual do consumo de açúcar e uma dieta com acompanhamento médico. Letícia indica “acrescentar fontes de fibra e proteína nas refeições, evitar ter esses produtos açucarados em casa, ler os rótulos dos produtos que costuma comprar, fazer exercício físico”.

A nutróloga Jéssicka também sugere o consumo de frutas quando a “vontade de doce aperta”, ao invés de optar pelo consumo de outras fontes de açúcar.

Quais as alternativas menos prejudiciais para substituir o açúcar?

“O ideal é sentir o sabor do alimento! Café é amargo! Limão é azedo!”, declara Jéssicka.

Ela diz que se acostumar com o sabor natural de cada alimento e se adaptar a ele é um caminho difícil, mas é o objetivo final, podendo, assim cortar da dieta, ou ao menos diminuir o consumo comidas mais adocicadas.

“Podemos lançar mão de alguns adoçantes naturais que não têm o mesmo impacto do açúcar no nosso organismo. Stevia, Xylitol e Eritritol são adoçantes naturais que podem ser utilizados nessa transição, mas tem a limitação de preço (xylitol e eritrtitol) ou sabor (stevia é um pouco amargo)”, completa a médica.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close