Faça uma busca
|
Publicado em: 25 de março de 2021

Campanha de vacinação da gripe: entenda como funcionará em 2021

Campanha de vacinação contra a gripe começará em abril e especialistas ressaltam a importância da vacinação.

Imagem: Inside Creative House/iStock

O Ministério da Saúde definiu que a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, o vírus da gripe, começará no dia 12 de abril, com encerramento em 9 de julho. Como nos anos anteriores, os grupos mais suscetíveis à doença serão atendidos primeiro.

Sendo assim, a vacina será aplicada inicialmente nas crianças, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde. Em seguida, é a vez dos idosos e professores receberem o imunizante.

Aplicação da vacina contra a gripe e contra a Covid-19

A campanha de vacinação contra a gripe de 2021 vai ocorrer durante a vacinação contra a Covid-19. Por não haver estudos que falem sobre a eficácia da aplicação simultânea, o Ministério da saúde recomenda que a vacinação contra o novo coronavírus seja priorizada.

Além disso, o governo diz que as pessoas que pertencem ao grupo prioritário tomem primeiro as vacinas contra a Covid-19 e aguarde 14 dias para receber a da gripe.

Quais são os grupos prioritários?

Por definição da OMS (Organização Mundial da Saúde), profissionais da área da saúde e idosos são as principais prioridades. Em seguida, incluem-se as crianças dos seis meses aos cinco anos, gestantes e portadores de doenças crônicas. No Brasil, os grupos prioritários que receberão a vacina são maiores.

A lista do Ministério da Saúde reúne:

  • crianças entre seis meses e seis anos;
  • gestantes e puérperas;
  • povos indígenas;
  • trabalhadores da saúde;
  • idosos a partir dos 60 anos;
  • professores da rede pública e privada de ensino;
  • pessoas portadoras de doenças crônicas;
  • pessoas com deficiência permanente;
  • forças armadas;
  • forças de segurança e salvamento;
  • trabalhadores de transporte coletivo;
  • trabalhadores portuários;
  • caminhoneiros;
  • funcionários do sistema prisional;
  • jovens entre 12 e 21 anos sob medidas socioeducativas;
  • população carcerária.

Qual vacina será usada?

A vacina influenza trivalente, produzida pelo Instituto Butantan, será distribuída em 80 milhões de doses para a imunização do grupo prioritário. Ela é desenvolvida a partir de vírus inativado e fragmentado e combina as cepas H1N1 pdm09, H3N2 e linhagem B/Victoria.

Por que é importante se vacinar contra a gripe?

De acordo com o próprio Ministério da Saúde, a imunização contra a gripe evita o aparecimento de complicações causadas pela doença, registros de casos graves, óbitos e reduz a sobrecarga do sistema de saúde, já agravada pela crise da Covid-19.

Além disso, ajuda a fortalecer o sistema imune, auxiliando o organismo a lidar melhor com resfriados e outras patologias e facilita o diagnóstico de casos suspeitos de coronavírus.

É importante lembrar que mesmo que você tenha tomado a vacina nos anos anteriores, é essencial repetir a dose em 2021. Isso ocorre porque o vírus da gripe pode sofrer modificações e os anticorpos presentes no organismo, que atuam contra a gripe, diminuem ao longo do tempo.

As 3 etapas da vacinação contra a gripe para grupos prioritários

Começando no dia 12 de abril, com final previsto para julho, a vacinação será realizada por etapas:

A primeira etapa acontece entre os dias 12 de abril e 10 de maio, começando pelas crianças, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde.

A segunda etapa será realizada entre 11 de maio e 8 de junho, sendo prioridades idosos e professores.

A terceira e última etapa começa no dia 9 de junho e termina no dia 9 de julho, para os demais grupos prioritários.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados