Faça uma busca


|
Publicado em: 28 de maio de 2020

Como manter uma alimentação saudável para o coração

Promova a alimentação saudável junto à família e ficará mais fácil segui-la

Imagem: Chinnapong/iStock

Manter uma alimentação saudável pode realmente ajudar seu coração. Sabe-se que reduzir a ingestão de sal e de gorduras saturadas é essencial para a saúde cardíaca. Mas o truque é saber como fazer isso sem estragar o momento das refeições.

Eis algumas sugestões práticas – e deliciosas.

  • monkeybusinessimages/iStock

    Faça seis refeições por dia

    Refeições pequenas e frequentes ajudam a manter os níveis de colesterol baixos, sugere um estudo  publicado no British Medical Journal. Pessoas que fizeram seis pequenas por dia apresentaram um nível médio 5% mais baixo, e também níveis mais baixos de LDL, o mau colesterol, que contribui para a formação de placas nas artérias. Essa redução é suficiente para encolher de 10% a 20%o risco de doença cardíaca. Assim, fazer pequenos lanches durante o dia equilibra o metabolismo e evita os aumentos e quedas rápidos de glicose  no sangue, associados ao aumento na produção de colesterol. Os lanchinhos podem fazer bem – desde que você escolha petiscos saudáveis.


  • ThitareeSarmkasat/iStock

    Opte pelo integral

    O arroz integral oferece benefícios ao coração tanto a carnívoros como a vegetarianos. Pesquisadores americanos sugerem que um extrato presente no arroz integral pode inibir uma proteína chamada angiotensina – conhecido gatilho da hipertensão arterial e do enrijecimento das artérias, fatores de risco importantes da doença cardíaca. O arroz integral é boa fonte de fibra, e para a maioria de nós é uma adição saudável a uma alimentação balanceada. Portanto, prefira o integral ao branco sempre que puder.


  • belchonock/iStock

    Experimente o açaí

    O açaí está se tornando um superalimento. Uma pesquisa americana revelou que a frutinha é rica em substâncias anti-inflamatórias, que ajudam a proteger do enrijecimento das artérias – fator de risco de doença cardíaca. Outro estudo sugere que o açaí pode baixar níveis elevados de colesterol, bem como reduzir o risco de diabetes tipo 2, ambos fatores que predispõem à doença cardíaca. Os cientistas acreditam que o suco de açaí ajuda a inibir a produção de substâncias químicas que aumentam o risco de estreitamento das artérias. Compre açaí congelado, suco ou cápsulas de açaí em lojas de produtos naturais. Confira 15 benefícios do açaí para melhorar a sua saúde.

     

     


  • mythja/iStock

    Escolha o vinho tinto 

    Alguns vinhos podem oferecer benefícios especiais ao coração, sugere um estudo da Universidade de Londres. Há tempos os cientistas sabem que o resveratrol – fitoquímico presente no vinho tinto – tem efeito protetor ao coração. Agora outras substâncias potencialmente protetoras – procianidinas – também estão recebendo crédito. Acredita-se que os tintos da Sardenha e do sudoeste da França tenham níveis elevados dos compostos. Mas moderação é fundamental, pois os benefícios são suplantados pelos riscos do consumo de álcool em excesso.


  • tycoon751/iStock

    Diga ‘não’ às bebidas açucaradas 

    Fique atento se você é fã de bebidas com adição de açúcar. Uma pesquisa da Escola de Saúde Pública de Harvard mostra que tomar apenas uma bebida açucarada por dia (350 ml) pode aumentar o risco de doença cardíaca em pelo menos 20%. E estudos sugerem que quem as consome tem mais propensão a acumular a nociva gordura abdominal, também associada a doença cardíaca. Embora essas bebidas não sejam causa direta da doença cardíaca, um alto consumo de açúcar contribui para certos fatores de risco para problemas de coração.


  • bhofack2/iStock

    Coma mais banana 

    A banana, rica em potássio, pode ajudar a controlar a hipertensão arterial, que é tão prejudicial ao coração. Inclua-a na salada de frutas ou em vitaminas e milk-shakes. Um aviso, porém: se você estiver tomando diuréticos, pergunte antes ao seu médico. Alguns desses medicamentos podem causar acúmulo de potássio no organismo.


  • AlexRaths/iStock

    Mais de cinco

    Estamos habituados a ouvir que devemos comer cinco porções de frutas verduras e legumes, por dia para ter uma boa saúde. Agora, a Fundação Britânica do Coração está enfatizando que esse deve ser o mínimo, e que nosso coração se beneficiaria ainda mais se adaptássemos nossa dieta para incluir oito porções desses alimentos todos os dias.


  • lepas2004/iStock

    Escolha a tangerina

    Essa fruta não é apenas uma rica fonte de vitamina C e fibra. Pesquisadores da Universidade de Western Ontario, no Canadá, descobriram que a tangerina também contém um flavonoide chamado nobiletina que pode ajudar a evitar a obesidade e proteger da aterosclerose (enrijecimento da artérias), que pode levar a doença cardíaca.


  • monticelllo/iStock

    Aumente o sabor e reduza o risco 

    Em vez de sal, que contribui para a hipertensão arterial, use especiarias e ervas frescas para dar sabor à comida. Inclua estes três temperos, que têm a reputação de conferir benefícios especiais ao coração.

    Alho 
    Pesquisas sugerem que a alicina é o ingrediente-chave para que o alho faça tão bem. No organismo, a alicina é decomposta em substâncias que reagem com as hemácias e produzem sulfeto de hidrogênio, que relaxa os vasos sanguíneos e auxilia o sangue a circular com mais facilidade.

    Gengibre
    Um estudo americano publicado no US Journal of Nutrition mostrou que o extrato de gengibre reduz os níveis gerais do colesterol no sangue, bem como inibe a oxidação do LDL. Isso sugere que ele poderia ajudar a proteger do enrijecimento das artérias e da doença cardíaca.

    Cúrcuma
    Uma pesquisa japonesa sugere que a curcumina – composto vegetal que dá à cúrcuma (açafrão) sua cor amarela – pode prevenir a insuficiência cardíaca. São necessárias pesquisas mais aprofundadas para confirmar esse efeito, mas é possível que a curcumina venha a ser a base de novos tratamentos para combater essa doença.


  • tashka2000/iStock

    Habitue-se 

    Estudos mostram que comer um abacate por dia, em uma alimentação saudável, pode baixar em quase 17% o LDL, o mau colesterol, e ao mesmo tempo aumentar os níveis do HDL, o bom colesterol. Prepare-o com sal, limão, azeite, alho e pimenta e sinta seus benefícios.


  • ValentynVolkov/iStock

    Bata um supersuco 

    Pesquisadores franceses da Universidade de Estrasburgo criaram uma receita de suco para melhorar a saúde do coração. A deliciosa bebida é uma mistura de maçã, mirtilo, uva, morango, acerola, arando vermelho e arônia.


  • coffeekai/iStock

    Coma frituras saudáveis 

    Você pode se deleitar com frituras – desde que use o tipo certo de óleo. Segundo a notícia de um estudo publicado no British Medical Journal, fatores de risco para o coração ligados à ingestão de alimentos fritos não se aplicam quando a fritura é feita com azeite de oliva ou óleo de girassol. O azeite é uma fonte de ácidos graxos monoinsaturados benéficos para o coração, enquanto o óleo de girassol contém ácidos graxos ômega-6. Mas use óleo novo a cada preparo. O superaquecimento e a reutilização causam alterações químicas, transformando gorduras saudáveis em gorduras trans, prejudiciais ao coração.


  • grafvision/iStock

    Aprecie leite e queijo 

    Pesquisadores examinaram os registros de 3.630 homens e mulheres costa-riquenhos de meia-idade e não viram ligação entre risco de infarto e consumo de laticínios. Eles sugerem que a gordura saturada desses alimentos pode ser contrabalançada pelo cálcio protetor e uma gordura boa, o ácido linoleico conjugado.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados