Faça uma busca


|
Publicado em: 25 de outubro de 2020

Entenda como são transmitidas as infecções e como se proteger

Entender como as infecções são causadas pode ajudá-lo a se proteger e a proteger quem você ama.

Imagem: Prostock-Studio/iStock

Infecções de ouvidos, nariz e garganta são muito comuns, principalmente em crianças. Em parte isso acontece porque esses órgãos são a principal porta de entrada do corpo; é por eles que passam todos os alimentos, líquidos e o ar.

Mas, o que causa as doenças infecciosas?

As doenças infecciosas são causadas por microrganismos que invadem o corpo, causam inflamação e respostas imunes, que então provocam sintomas de uma doença específica.

A maioria das infecções de ouvidos, nariz e garganta é causada por vírus, algumas por bactérias e poucas por fungos ou parasitas.

Embora os vírus só se proliferem em células vivas, eles podem resistir por horas ou até mesmo dias – como no caso do coronavírus – na pele ou em outras superfícies. Por esta razão, uma infecção viral como a gripe ou como a Covid-19 podem ser contraídas ao pegar uma criança no colo, compartilhar uma toalha ou apertar a mão de alguém contaminado, por exemplo.

Leia também: Como saber se seus sintomas são de gripe ou de Covid-19

Doença transmitida pelo ar

Os vírus também são transmitidos de uma pessoa para outra por gotículas de muco produzidas por alguém já infectado. As partículas virais, expelidas pela tosse ou pelo espirro, são inaladas e chegam à mucosa do receptor. 

Um estudo constatou que, na fase infecciosa de um resfriado, mais de 6 mil gotículas eram produzidas por hora e podiam permanecer no ar por até 10 minutos.

Por esta razão que as máscaras de proteção são grandes aliadas na prevenção da Covid-19, por exemplo. Elas ajudam a limitar a a emissão de gotículas e aerossóis (partículas minúsculas liberadas no ar pela respiração) infectados no ar.

Quem é mais suscetível a contrair infecções?

É importante lembrar que o risco individual de contrair uma infecção  depende de diversos fatores, incluindo o tipo do patógeno, mas há dois fatores principais que aumentam o risco. São eles:

  • Duração da exposição: oito horas por dia em contato íntimo com alguém infectado aumentam o risco de ser infectado.
  • Condições de saúde: quem tem baixa imunidade, como os idosos e os muito jovens, corre maior risco de contrair um resfriado.

Como prevenir uma infecção?

Lavar as mãos com frequência é uma das melhores formas para prevenir a transmissão de uma infecção. A vacinação também é uma forma muito eficaz de prevenir infecções. Por isso é importante ficar atento ao Calendário Nacional de Vacinação para garantir que as crianças recebam todas as vacinas necessárias para reduzir este risco.

Antibióticos também podem ser administrados por médicos em pessoas que ainda não apresentam infecção como forma de prevenção. Essa medida preventiva é denominada profilaxia. Ela geralmente é utilizada quando o paciente passará por algum tipo de cirurgia mais delicada.

Em alguns casos, como ocorre com quem contrai o novo coronavírus, os médicos aconselham o isolamento para evitar o contato com outras pessoas e assim conter a transmissão da doença.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados