Segundo o Ministério da Saúde, um milhão de brasileiros sofre queimaduras todos os anos. Devemos cuidar o tempo todo, mas fogos de artifício e panelas com o cabo para fora do fogão, criam um perigo ainda maior para as crianças. A Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) conscientiza a população sobre a prevenção. Mas é importante saber como tratar as queimaduras, principalmente no primeiro momento.

Veja aqui uma lista de centros especializados em queimados pelo Brasil. 

Em 2017, veio a público a ideia inovadora de fazer um teste usando a pele do peixe tilápia como curativo, com a finalidade de acelerar a recuperação e minimizar a dor e as cicatrizes das queimaduras.

A expectativa dos especialistas é de que no período de um ano, no máximo, tudo esteja regulamentado junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, dessa forma, a produção passe a ser feita em larga escala, podendo até ser levada para outros países. A pesquisa é nacional e pioneira, e já está despertando interesse ao redor do mundo. Mas, o melhor ainda é a prevenção, principalmente, um cuidado maior com as crianças.


Em caso de acidente, ligue: 193-Bombeiros e 192 -SAMU.


Eis algumas providências que devem ser tomadas em caso de pequenas queimaduras:

O que é

A queimadura é uma lesão da pele, causada por calor, substâncias químicas ou eletricidade. A maioria das queimaduras, de fato, ocorre em casa, e algumas vezes exige hospitalização. Variando em profundidade e tamanho, as queimaduras são classificadas como de primeiro, segundo ou terceiro graus. A maioria das queimaduras de sol, por exemplo, é considerada de primeiro grau porque envolve apenas a camada externa da pele, enquanto as de segundo grau atingem parte da camada cutânea subjacente. As de terceiro grau, que afetam todas as camadas da pele, entretanto, causam danos aos músculos, ossos, nervos e vasos sanguíneos. São sempre uma emergência médica e exigem tratamento adequado, como enxerto cutâneo, para ajudar na recuperação e minimizar a fibrose.

Sintomas

Queimaduras de primeiro grau
Dor à palpação, vermelhidão por causa do sol, com possível inchaço. Conheça a melhor maneira de tratar as queimaduras solares.

Queimaduras de segundo grau
Dor, vermelhidão, bolhas. Inchaço leve a moderado.

Queimaduras de terceiro grau
Não há dor ou sangramento imediato porque os nervos foram lesados. Pele carbonizada ou pele preta, branca ou vermelha. Não há bolhas, mas existe grande inchaço.

Quando procurar o médico 

  • Se uma queimadura de primeiro grau atingir uma grande área ou for muito dolorosa.
  • Se houver uma queimadura de segundo grau em seu rosto ou nas suas mãos, ou se a queimadura atingir uma área igual ou superior a 5 cm.
  • Se houver uma queimadura de terceiro grau, química ou elétrica – vá a um hospital.
  • Se você tiver febre, vômito, calafrios ou inchaço das glândulas; se houver pus nas bolhas; ou se a queimadura tiver odor desagradável – esses podem ser sinais de infecção.
  • Se você tiver dúvida sobre a gravidade de uma queimadura.

Causas das queimaduras

As queimaduras são comumente causadas por água fervendo, óleo, gordura ou alimentos quentes, ou exposição excessiva ao sol. Fogo, vapor ou substâncias químicas podem resultar em lesões mais sérias. As queimaduras elétricas, geralmente decorrentes de contato com fios defeituosos ou sem isolamento, podem ser enganosas: a lesão cutânea pode ser mínima, mas as lesões internas podem ser extensas.

Como os suplementos podem ajudar

O autotratamento é mais apropriado para queimaduras de primeiro grau e algumas queimaduras de segundo grau pequenas (queimaduras mais graves exigem cuidados médicos).

Antes de mais nada, para tratar, mergulhe a área queimada em água fria por cerca de 15 minutos (tenha cuidado para não romper nenhuma bolha) ou aplique compressas frias.

Após esfriar a queimadura, aplique gel de Aloe vera ou um curativo embebido em chá de camomila diretamente na área lesada para aliviar a dor e a reduzir o risco de inflamação, e diminuir a irritação da pele. A seguir, use creme de calêndula ou de hidraste, que combatem a infecção, sobre as áreas que estejam sem pele e cubra com um curativo leve.

Durante o processo de cicatrização, o corpo necessita de nutrientes adicionais. Estes devem ser tomados por uma ou duas semanas, até a queimadura cicatrizar. Associadas, as plantas Centella asiatica (que estimula o crescimento do tecido conjuntivo na pele) e equinácea; as vitaminas A, C e E, bem como o mineral zinco, atuam juntos para reforçar a resposta imune, reparar a pele e os tecidos, e evitar fibrose.

  • Lembrete: Se você tem algum problema de saúde, converse com seu médico antes de tomar suplementos.

O que mais você pode fazer 

Lave suavemente as queimaduras todos os dias, utilizando sabão neutro e tendo cuidado para não romper nenhuma bolha; enxágue bem. Use curativos de gaze esterilizada para manter as queimaduras secas e protegidas da sujeira e das bactérias. Beba muito líquido enquanto sua pele estiver cicatrizando e evite expor a pele queimada a duchas quentes ou ao sol.

Fatos e dicas

Se você não tem Aloe vera (babosa) nem camomila à mão, experimente usar uma batata. Por exemplo, coloque várias fatias de batata crua sobre a pele afetada; troque-as várias vezes – a cada dois ou três minutos – antes de aplicar um curativo. O amido presente na batata forma uma camada protetora que pode ajudar a aliviar a queimadura.

Leia mais sobre Aloe vera em nossa matéria.

O leite também pode ser um remédio bastante eficaz nos primeiros socorros de queimaduras leves. Isto é, embeba uma toalha felpuda de algodão ou um pedaço de flanela de algodão em leite e use como compressa por cerca de 15 minutos. Repita esse procedimento a cada 2 a 6 horas. Além disso, certifique-se de enxaguar a pele entre as aplicações; o leite azedo pode começar a cheirar mal.

Você sabia?

A manteiga é um remédio popular e antigo usado em queimaduras – MAS NÃO A USE. Como outros óleos ou unguentos gordurosos, a manteiga retém calor, torna mais lenta a cicatrização e aumenta posteriormente o risco de infecção.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!