Faça uma busca


|
Publicado em: 7 de outubro de 2020

Harmonização facial: saiba o que é e quais os procedimentos comuns

Tendência entre os famosos, a harmonização facial ganha espaço no Brasil

Imagem: AndreyPopov/iStock

A harmonização facial vem conquistando cada vez mais brasileiros. A técnica é considerada menos invasiva que uma cirurgia plástica tradicional e já conquistou artistas como Alok, Joelma e Gretchen. Mas, o que é e quais os procedimentos mais comuns?

A harmonização facial é um conjunto de intervenções estéticas realizadas na face. O objetivo, como o próprio nome diz, é deixar o rosto em harmonia, de forma mais simétrica. Para isso, diversos procedimentos podem ser aplicados.

A técnica pode ser realizada por homens e mulheres. Mas antes é preciso saber quais os pontos a serem melhorados no rosto. Para isso, é necessária a avaliação de um profissional da área.

Por se tratar de um procedimentos estético não cirúrgico, a recuperação ocorre de forma mais simples, usualmente com o paciente já podendo retomar suas atividades diárias no mesmo dia. No entanto, é recomendado evitar tomar sol forte e fazer massagens faciais por volta de 1 semana.

Já os resultados da harmonização são temporários, geralmente variando de 12 a 18 meses.

Em relação a quais profissionais buscar para fazer uma harmonização facial, há ainda uma polêmica acerca da questão de dentistas poderem ou não realizá-los.

O ideal é que se busque um cirurgião plástico certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), visto que este é um profissional capacitado especificamente para este tipo de procedimento.

Confira as 12 técnicas de harmonização facial mais buscadas:

  • Grinvalds/iStock

    Ácido deoxicólico

    O ácido deoxicólico é muito utilizado para a redução da papada. O procedimento é considerado mais seguro e menos invasivo, além de ter um menor custo quando comparado a uma lipoaspiração de papada.


  • Michaeljung/iStock

    Ácido hialurônico

    O ácido hialurônico costuma ser usado tanto para o preenchimento labial quanto para a correção de marcas de expressão como o “bigode chinês”, por exemplo, e as olheiras profundas.


  • RyanKing999/iStock

    Além disso, o ácido hialurônico também pode ser aplicado para o contorno da mandíbula e até na rinomodelação (mudança no formato do nariz). Em ambos os casos, o intuito é dar uma nova definição a estas partes do rosto.


  • Vchal/iStock

    Bichectomia

    Apesar de ser um procedimento mais invasivo, a bichectomia também pode ser realizada na harmonização facial. A técnica consiste em reduzir o volume das bochechas, garantindo maior definição ao rosto.


  • Roberto David/iStock

    Buchecha (da ex-dupla Claudinho e Buchecha) e a ex-BBB Natália Casassola foram alguns dos famosos que já usaram a técnica.


  • Bartek Wardziak/iStock

    Toxina botulínica (botox)

    A toxina botulínica, popularmente conhecida como botox, também não fica de fora. Ela auxilia no relaxamento dos músculos, reduzindo marcas e dando maior equilíbrio ao rosto como um todo.


  • Yakobchuk Olena/iStock

    A técnica é muito utilizada para amenizar as linhas de expressão e também pode ser usada para levantar as sobrancelhas e corrigir o ângulo do rosto.


  • HbrH/iStock

    No entanto, é preciso tomar cuidado com o especialista, porque às vezes o uso do botox pode não agradar.  A atriz Cameron Diaz, por exemplo, começou a usar o botox, antes mesmo de completar 50 anos – aliás, pessoas cada vez mais jovens vêm recorrendo à toxina. Já a atriz Nicole Kidman assumiu ter usado botox e não ter gostado do resultado.


  • Vadimguzhva/iStock

    Lifting facial

    O lifting facial – ou, tecnicamente falando, ritidectomia – é muito procurado para a remoção de rugas. O procedimento é realizado por um cirurgião plástico e busca o rejuvenescimento do rosto.


  • Wavebreakmedia/iStock

    Existem quatro tipos básicos de lifting. Durante a cirurgia, é muito comum o uso de fios de sustentação para tratar a flacidez facial e cervical, reposicionando os tecidos e estimulando o colágeno.


  • Andrey Popov/iStock

    Rinomodelação

    Diferentemente da rinoplastia – tratamento cirúrgico de todas as alterações estéticas do nariz –, a rinomodelação é uma abordagem não cirúrgica para modificar aspectos estéticos do nariz.


  • Dimid_86/iStock

    Na rinomodelação o ácido hialurônico costuma ser aplicado no nariz por meio de seringas com agulhas. O resultado é surpreendente, mas, segundo especialistas, o procedimento dura, normalmente, um ano. Após este período, é preciso reaplicar o ácido.


Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados