Faça uma busca
Saúde

Lesão por esforço repetitivo: causas, sintomas e tratamento

A lesão por esforço repetitivo são lesões musculares e tendíneas causadas pelo uso repetitivo de uma parte específica do corpo.

Escrito por:

Julia Monsores

Redator
lesão por esforço retetitivo
AnothaiThiansawang/iStock
Publicado em: Última atualização:

A Lesão por esforço repetitivo (LER) é um problema relativamente comum; os músculos e tendões dos braços são afetados com frequência. Algumas ocupações podem estar associadas ao distúrbio, como atleta, digitador ou músico.

A LER é uma parte inevitável do trabalho com teclado?

A LER pode ser evitada e não deve ser considerada uma parte inevitável do trabalho em escritório ou com uso do computador.

Os especialistas recomendam:

  • manter uma postura ereta;
  • não permanecer sentado na mesma posição por várias horas;
  • manter os braços paralelos à mesa ou colocar o teclado um pouco abaixo do nível do braço;
  • manter o monitor na altura dos olhos ou um pouco abaixo;
  • digitar com o toque mais leve possível em vez de “martelar” as teclas;
  • apoiar as mãos e os punhos sempre que possível;
  • apoiar a mão com leveza sobre o mouse ou trackball;
  • fazer pausas curtas e frequentes é melhor do que poucas pausas longas.

Acessórios ergonômicos como apoios para o punho, modelos inovadores de mouse e teclados divididos podem ajudar, mas somente se a postura e a técnica de digitação forem boas.

Veja também: 7 formas de evitar a Lesão por Esforço Repetitivo (LER)

Quais são os sintomas?

O formigamento e a dor podem ser acompanhados por restrição dos movimentos da parte do corpo afetada. Esses sintomas são graduais, no início ocorrem apenas durante a atividade, porém mais tarde estão presentes mesmo em repouso.

Como é feito o diagnóstico?

A descrição dos sintomas e o exame físico podem ser seguidos por exames de sangue e radiografias para excluir outras causas de dor, como osteoartrite.

Veja também: Maneiras de prevenir e reduzir as dores causadas pela osteoartrite

Quais são as opções de tratamento?

Normalmente, é aconselhável fazer pausas durante a atividade responsável pelo distúrbio, talvez associadas ao uso de analgésicos ou anti-inflamatórios não esteroides. A fisioterapia também pode ser recomendada. Às vezes é necessário fazer alterações no ambiente de trabalho para diminuir o esforço, como o ajuste da altura da mesa e da posição do teclado.

Home office: lugar de trabalho pode ser em casa

Qual é o prognóstico?

Se o diagnóstico for precoce e forem feitas as modificações apropriadas, o prognóstico geralmente é bom.