Os primeiros sinais de rosácea são placas vermelhas recorrentes nas bochechas, nariz, testa e queixo, e o aparecimento de pequenos vasos sanguíneos logo abaixo da pele. À medida que o distúrbio progride, a pele do rosto torna-se mais vermelha e podem surgir protuberâncias. Em seguida, vem a inflamação permanente. Os olhos também podem ser acometidos, resultando em queimação e coceira. Na rosácea grave, o nariz pode desenvolver excesso de tecido.

Cerca de 1 em cada 20 adultos tem rosácea, e as pessoas de pele clara estão sob maior risco. Embora as mulheres desenvolvam o distúrbio três vezes mais do que os homens, eles apresentam sintomas mais fortes. Os tabagistas são vulneráveis porque a nicotina prejudica a circulação. Sem tratamento a rosácea pode agravar-se, por isso procure o médico ao identificar os sintomas.

Principais causas

A rosácea ocorre quando fatores genéticos e/ou ambientais desconhecidos fazem com que os vasos sanguíneos da pele percam a elasticidade e dilatem-se facilmente; algumas vezes para sempre. As anormalidades dos vasos sanguíneos são uma causa possível. Os episódios podem ser deflagrados por qualquer estímulo que cause rubor. Entre os principais fatores estão:

  • Alimentos ou bebidas quentes ou condimentados
  • Álcool ou cafeína
  • Estresse
  • Clima
  • Exercícios físicos pesados
  • Alterações hormonais (principalmente na menopausa)
  • Alguns medicamentos (principalmente niacina e certos remédios para pressão arterial)

Como controlar a rosácea

Esfrie as erupções ⇒ Para acalmar a pele inflamada, borrife em seu rosto um chá forte de camomila e calêndula. Para prepará-lo, despeje dois copos de água bem quente sobre uma colher de sopa de cada planta. Em seguida, deixe assentar, coberto, por 20 minutos. Por fim, coe, esfrie e use-o para lavar o rosto.

Evite situações estressantes ⇒ O estresse é um deflagrador comum de rosácea. Quando for impossível evitar o estresse, experimente respirar profundamente para reduzir o nervosismo. Desse modo, você também evitará possíveis erupções. Aprenda a respirar a partir do abdome de modo que cada inspiração seja profunda o suficiente para expandi-lo, enquanto cada expiração o abaixe.

Homens que sofrem de rosácea podem minimizar as crises utilizando um barbeador elétrico, em vez de lâmina de barbear.

Consuma óleo de peixe ⇒ Suplementos a base de óleo de peixe são ricos em ácido graxos ômega-3, que são anti-inflamatórios. Como a rosácea está relacionada à inflamação, esses agentes favorecem a redução das erupções cutâneas. Tome 1.500 mg ou menos, duas vezes por dia. Você também pode experimentar 500 mg de óleo de prímula três vezes ao dia; conheça os benefícios.

Use corretivo verde ⇒ O tom verde contribui para cobrir a vermelhidão. Isso não eliminará a rosácea, mas irá disfarçar a cor vermelha da pele. Além disso, use maquiagem e limpadores faciais sem perfume e sem óleo. E nunca use adstringentes. Após lavar o rosto, seque-o delicadamente encostando a toalha; nunca o esfregue. Por fim, use um filtro solar com um FPS mínimo de 15 ao sair de casa.

Luz Intensa Pulsada (LIP) ⇒ Pergunte ao seu médico sobre essa terapia. Apenas duas ou três sessões já são suficientes para notarmos uma grande diferença.

Embora não haja cura, os sintomas dessa doença crônica podem ser controlados e a lesão cutânea, evitada. Inclusive, a vitamina B12 é um grande aliado no alívio dos sintomas de rosácea. Seu consumo pode ser feito por meio de alimentos ou suplementos. De qualquer modo, busque mais informações médicas para o seu caso e faça o tratamento.