Faça uma busca
|
Publicado em: 26 de novembro de 2018

Vacina contra o herpes e outras notícias da medicina

O que os cientistas estão pesquisando para cuidar da nossa saúde

Imagem: Nick Ferrari
Notícias sobre saúde e mais informações sobre o mundo da medicina. Pesquisas novas e as descobertas no campo da saúde para deixar você por dentro das novidades. Fique atualizado.

Nova vacina contra o herpes aumenta a proteção

O sistema imunológico enfraquece com a idade. Sendo assim, os idosos são mais suscetíveis a herpes e nevralgia pós-herpética, uma dor que pode perdurar depois que as lesões somem. Uma nova vacina chamada Shingrix, aprovada na Europa em março, previne pelo menos 90% dos casos esperados de herpes em todas as faixas etárias. Para comparar: a outra vacina existente contra o herpes tem eficácia de 64% entre 60 e 69 anos, 41% entre 70 e 79 anos e 18% a partir dos 80 anos.

Saiba mais sobre o tratamento do herpes labial e do herpes simples.

Creme dental não resolve hipersensibilidade dentária

Entretanto, muitos cremes dentais afirmam tratar os dentes sensíveis. Mas não é bem assim, segundo uma experiência da Universidade de Berna, na Suíça. Aliás, o dente fica sensível quando o esmalte protetor é corroído e expõe a dentina, uma camada logo acima dos nervos. Os pesquisadores testaram oito produtos “antierosivos” ou “dessensibilizantes”. Descobriram que, apesar das alegações, todos provocam desgaste do esmalte, assim como os cremes dentais comuns.

Má audição dobra risco de lesões

Uma pesquisa sobre saúde foi feita com mais de 230 milhões de americanos. Os que disseram ter dificuldade de audição apresentaram quase o dobro da probabilidade de se ferir num acidente. Portanto, alguns infortúnios associados à perda de audição aconteceram em atividades recreativas (e não dirigindo ou trabalhando). A dificuldade de ouvir os carros ao caminhar ou pedalar facilita os acidentes. Assim como a incapacidade de compreender com perfeição as orientações de segurança de um instrutor. As pessoas podem baixar a guarda nas atividades de lazer, especulam os pesquisadores, sendo que a perda de audição em geral é tratável – e não é inevitável com a idade.
POR SAMANTHA RIDEOUT

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


Cadastre-se GRÁTIS para continuar lendo


Você garante acesso a 3 conteúdos exclusivos

Já tem cadastro? Faça login aqui.

Já sou assinante da Revista Impressa

close