Faça uma busca
|
Publicado em: 8 de setembro de 2018

Trate bem seus joelhos e tenha qualidade de vida

Uma em cada três pessoas acima dos 45 anos tem dor nos joelhos. Conheça as causas e saiba como evitá-las.

Imagem: spukkato/iStock
Os joelhos têm um trabalho importante: eles sustentam o peso considerável do corpo enquanto permitem uma boa parte de seus movimentos. Eles estão entre nossas maiores e mais complexas articulações, mas também são uma das mais fáceis de danificar. Problemas na área podem causar dor crônica, lesões frequentes e perda de mobilidade. Por isso, preservar a saúde dessas articulações pode fazer a diferença entre uma boa e uma má qualidade de vida, especialmente à medida que envelhecemos.

Como identificar

As causas de dor nos joelhos são várias. Podem ser: problemas mecânicos (rupturas de cartilagem ou de ligamentos) ou patelas instáveis; tecidos degenerativos (osteoartrite); problemas inflamatórios (artrite reumatoide ou gota). Com exceção da dor articular, os sinais de que algo vai mal com um joelho variam segundo a parte afetada. Quando há problemas no ligamento, você pode ouvir estalos ao se movimentar, não conseguir colocar seu peso sobre a perna ou sentir os joelhos prestes a se curvarem. Se o problema for no tendão ou na patela, é possível que ocorra inchaço, e você não consiga endireitar o joelho ou tenha a impressão de que ele está em vias de cair. Caso o menisco - cartilagem espessa - se rompa, o inchaço pode ser lento, e o joelho parece congelar no lugar. Existe ainda a possibilidade de bursite ou infecção junto com inchaço, vermelhidão e febre.

Exercícios de fortalecimento

Para evitar ou diminuir a dor nos joelhos, faça exercícios diários de amplitude de movimento. Esses exercícios vão aprimorar a força dos joelhos e a flexibilidade articular. Vamos a eles!
  1. Sente-se na cama, pernas estendidas à frente, ou deite-se se for mais confortável. Trabalhando uma perna por vez, vire os dedos dos pés em sua direção, contraia os músculos da coxa e pressione a parte de trás do joelho contra a cama. Faça 10 repetições em cada perna.
  2. Relaxe devagar e, em seguida, aproxime o joelho do peito, o máximo que puder. Passe para a outra perna. Faça 10 repetições em cada perna.
Outra forma de dar um pouco de atenção aos joelhos, em qualquer idade, é fortalecer os músculos que absorvem os impactos, os isquiotibiais (atrás da coxa) e os quadríceps (na frente da coxa). Profissionais recomendam trabalhar o centro do corpo e fortalecer os glúteos. Subir escadas pode ajudar, além do bônus de ser uma atividade de baixo impacto e que ajuda no condicionamento cardiovascular.
Seis mil é o número de passos por dia que diminui o risco de problemas de mobilidade em pessoas propensas a artrose no joelho.
Por fim, se seus joelhos já sofreram desgaste – por artrose, por exemplo, ou por lesões anteriores –, talvez o mais indicado para você sejam os exercícios de baixo impacto para manter a forma e o condicionamento cardiovascular. Natação e ciclismo são excelentes, assim como a caminhada nórdica (apoiada por bastões).

Atenção ao calçado!

Os calçados podem ser os inimigos ou aliados dos joelhos. Os saltos altos, por exemplo, obrigam as articulações a suportar 25% mais pressão, em comparação a quando se anda descalço. Descubra aqui como eles podem atrapalhar a saúde dos seus joelhos. Na hora de procurar sapatos adequados, prefira os modelos acolchoados e que se ajustem bem a seus pés. Observe a forma do seu pé. Pessoas com arco plantar alto podem precisar de uma compensação extra para a menor absorção natural de choque. Um jeito fácil de descobrir o seu tipo de arco plantar é molhar o pé e pisar em um papelão. Se a maior parte de sua pegada estiver visível, você provavelmente tem um arco baixo (ou pé chato); se apenas uma pequena parte aparecer, é provável que você tenha um arco alto.

O que fazer em caso de dor?

Em geral, há vários meios de administrar a dor e fazer os joelhos voltarem ao normal. Coloque uma bolsa de gelo no joelho por 20 minutos, por vez, para aliviar o inchaço. Eleve a perna e tome anti-inflamatórios de venda livra. Massageie regularmente o joelho com uma mistura de óleos essenciais de laranja e de gengibre, a fim de reduzir a dor e aumentar a funcionalidade. Se quiser, confira essas sugestões de analgésicos naturais que você pode encontrar na sua despensa.
fechar

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close