Roupas delicadas exigem cuidados na limpeza, no modo de guardá-las e passá-las, sem danificar o tecido. Afinal, quanto maior o cuidado na lavagem e na hora de guardar, maior é a vida útil da roupa; você garante que elas estejam em ótimas condições para serem usadas novamente.

  • Albert_Karimov/iStock

    1. Limpando roupas de seda

    Você ousa ignorar aquela etiqueta que diz “lavagem a seco” na sua blusa de seda? Aqui está uma alternativa mais barata do que mandá-la para a lavanderia. Encha o tanque com água (quente para roupas brancas e fria para as coloridas). Acrescente uma colher de sopa de condicionador de cabelo. Mergulhe a blusa na água e deixe por alguns minutos. Em seguida, retire-a, enxágue e pendure para secar. O condicionador conserva a suavidade da seda.

  • Irina Shatilova/iStock

    2. Lavando lingerie

    Lave suas peças de lingerie e as que precisem de cuidados, como blusas com renda ou bordados, usando saquinhos vendidos especialmente para serem colocadas na máquina de lavar. E programe a máquina para não centrifugar. É melhor retirar as peças delicadas com um pouco de água ainda, elas durarão mais dessa forma.

  • akiyoko/iStock

    3. Borrife a roupa para eliminar os amassados

    Num mundo perfeito, a roupa lavada já deveria sair da máquina de secar passadinha. Até que isso aconteça, evite secar roupa delicadas na secadora. E os amassados da roupa seca podem ser tirados borrifando as peças com uma solução de 1 parte de vinagre e 3 partes de água. Após ter borrifado a peça inteira, sem esquecer parte alguma, pendure a roupa e deixe secar. Para algumas roupas, talvez essa solução seja ainda melhor do que passá-las a ferro; certamente é muito menos agressiva para os tecidos.

    Conheça mais sobre o vinagre neste link.

  • LightFieldStudios/iStock

    4. Use vapor no brilho

    Se depois de passar calças escuras surgirem pontos brilhosos no tecido, não se preocupe. Misture duas colheres de sopa de vinagre branco destilado com 10 colheres de sopa de água fria. Mergulhe um pano limpo na mistura e passe-o suavemente nas manchas. A seguir, ligue o ferro a vapor e, segurando-o de três a cinco centímetros acima do tecido, passe o vapor por cima da área afetada várias vezes. O vapor ajudará o vinagre a esconder o brilho. Pendure a peça para secar de 5 a 10 minutos e ela estará pronta.

  • Evgeniia Siiankovskaia/iStock

    5. Use extras só se for necessário

    Os fabricantes tentam nos vender todo o tipo de produtos que auxiliam na lavagem de roupas, embora elas não precisem de amaciante ou de agentes antiestática. Se peças de vestuário grudam umas às outras por causa da estática, simplesmente molhe as mãos e passe-as sobre os tecidos para tirar a eletricidade. Os atoalhados absorvem melhor a água se não estiverem cheios de amaciante. Mas o amaciante pode ser útil para peças mais finas ou feitas de cashmere. Com o tempo, as fibras longas tendem, de fato, a formar bolinhas nas partes sujeitas a maior fricção, como debaixo dos braços. E a única forma de evitar isso é guardando essas peças para ocasiões especiais e usando amaciante para “relaxar” as fibras.

  • undrey/iStock

    6. Preserve roupas delicadas

    Antes de guardar o vestido de noite especial ou o terno que você usa para entrevistas, sempre os lave – com água ou a seco. Mesmo que ele pareça impecável, você corre o risco de estragá-lo se o guardar como está. Estas roupas delicadas podem estar com manchas “invisíveis” tais como de limonada, vinho branco e até de suor, que ficarão amarelas ou marrons com o tempo e, então, impossíveis de serem removidas. Observe ainda que traças não são apenas atraídas por fibras naturais, como lã e algodão, mas também adoram roupas sujas, manchadas ou suadas.

  • MilaDrumeva/iStock

    7. Tome cuidado especial com o seu vestido de noiva

    Talvez esta seja a sua peça mais cara e delicada do armário. Então, pergunte como cuidar dele quando o comprar ou encontre uma lavanderia que ofereça tratamento especial para protegê-lo.

    Se recorrer a uma lavanderia, certifique-se de que ela possua a expertise para fazer um bom trabalho e pegue recomendações de outras pessoas que já tenham usado os serviços. Do mesmo modo, descubra como o vestido será guardado. Verifique se será a vácuo. Isso preservará o tecido e impedirá que oxide e que adquira um tom castanho-amarelado.

    Se ele não for guardado a vácuo, deve ser embrulhado em papel livre de ácido – mais uma vez, para impedir que amarele – e embalado numa caixa de papelão de pH neutro, que permita ventilação.

    Veja também o artigo sobre as superstições de casamento ao redor do mundo. 

  • LuckyBusiness/iStock

    8. Tire os sacos plásticos

    Jamais guarde roupas no saco plástico que veio da lavagem a seco. Além disso, roupas delicadas precisam respirar, e a umidade que fica nesses sacos pode causar mofo, que as danifica. Se quiser proteger uma peça que ficará guardada por muito tempo, acondicione-a em uma fronha, onde permanecerá bem cuidada.

  • Francesco Scatena/iStock

    9. Fique longe das traças

    Você tem a impressão de que seu casaco de tricô está infestado de traças? Se tiver, lave-o à mão com um suave xampu para lãs, deixe-o secar e coloque-o no freezer por dois dias, afim de matar quaisquer traças – e os ovos – que puderem estar naquela peça. Além disso, saiba que os poderes repelentes de guarda-roupas e baús de cedro são superestimados. As traças, de fato, correm quando sentem o cheiro forte do cedro, porém o aroma mais pungente perde a força depois de um ou dois anos.

    Aliás, reavivar o cheiro requer lixar a camada superficial da madeira. Da mesma forma, se lhe perguntarem na lavanderia se você deseja um tratamento antitraças para as roupas, diga que não. Pois esse tipo de tratamento dura apenas um ou dois meses. Entretanto, um modo mais eficaz de armazenar roupas delicadas de lã e de seda é colocá-las  em sacos com lacre especial à prova de traças, disponíveis em algumas lojas de departamento e em lavanderias.