As fake news, ou notícias falsas, têm sido um tema muito debatido na internet. Você mesmo já deve ter recebido (e até compartilhado) uma notícia que recebeu pelo WhatsApp. Mas esse tipo de informação, gerado e veiculado por pessoas comuns, pode conter erros, mentiras e servir para propósitos maldosos.

Antes de tudo, é preciso saber que as fake news podem vir em qualquer formato. Um vídeo, uma imagem ou um texto podem servir como meio de espalhar notícias falsas. Geralmente, esse tipo de conteúdo é compartilhado em redes sociais como Facebook, Twitter, Instagram e o já citado WhatsApp.

A principal característica desses conteúdos é que não possuem fonte confiável. Por exemplo, se você leu um texto que comentava sobre um acontecimento político e não encontrou a fonte, muito provavelmente as informações são falsas ou estão distorcidas.

Cautela é essencial para não cair em fake news

Ao receber a informação via redes sociais, você deve ter o máximo de cuidado e evitar ler o texto com afobação. Não se empolgue caso o texto esteja apoiando uma visão pessoal sua; ainda assim, procure a fonte.

Para encontrar qualquer fonte na internet, é preciso um tempo para pesquisar. Uma busca rápida no Google resolve na maioria das vezes. Pegue trechos da notícia que leu ou descreva o que viu em imagens ou vídeos. Geralmente, as notícias falsas não estarão nos primeiros resultados da busca.

Caso não encontre conteúdos semelhantes ao que você viu em veículos confiáveis, não compartilhe. Muitas pessoas compartilham notícias sobre assaltos inexistentes em regiões perigosas de metrópoles, por exemplo, e isso acaba gerando pânico desnecessário. Não seja o causador de uma histeria coletiva.

Sempre veja a data em que a notícia foi publicada

Um detalhe importante mas que passa despercebido por muitos é a data. Muitos veículos de comunicação não incluem datas em suas postagens, o que pode dificultar na pesquisa. Para driblar esse problema, procure a mesma notícia em outros meios de comunicação. A partir daí, você pode descobrir a data.

Por vezes, algumas notícias são veiculadas tardiamente com o propósito simples de causar transtornos. Saiba que esse comportamento pode trazer muitos problemas. Portanto, evite compartilhar se estiver em dúvida e esteja atento aos pequenos detalhes.

Utilize os sites de checagem

Outro meio seguro e simples de saber se um notícia é falsa ou não é consultar os sites de checagem ou fact checking. Sites como a Agência Lupa, Boatos.org, G1 Fato ou Fake e a página do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) podem te ajudar a tirar de vez a dúvida a respeito da veracidade de uma informação.

Fake news podem ser truques de hackers

As notícias falsas não são usadas apenas por pessoas desavisadas. Hackers e outros criminosos virtuais podem valer-se delas para atrair pessoas e roubar seus dados. Alguns links contendo notícias falsas, podem redirecionar para uma espécie de vírus que rouba dados como senhas de contas virtuais e até cartões de crédito.

Nesses casos, não só notícias sobre política e segurança podem ser utilizadas como isca, mas também links contendo supostas promoções e prêmios, por exemplo.

Por isso, veja com atenção o link em que você clica para acessar determinada página. Alguns hackers disfarçam endereços de sites conhecidos trocando apenas uma letra. Por esse motivo, é fundamental reservar um tempo para aprender técnicas de segurança de dados que você pode utilizar na internet.

Não leia apenas a chamada da matéria

Muitos sites, mesmo os que pertencem a veículos de comunicação reais, podem produzir títulos tendenciosos. Assim, a falta de contexto pode atrapalhar a sua interpretação. No calor do momento, você pode entender errado e compartilhar um comentário que reflita algo que a matéria não disse. Tome cuidado, sempre leia tudo antes de compartilhar e comentar.

Em tempos de crises políticas e sociais, as notícias falsas podem ser uma dor de cabeça para todos, não apenas para os alvos da matéria. Evite propagar esse tipo de conteúdo sem qualquer cuidado. Assim, todos sairão ganhando.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteudo em primeira mão!