Com uma comunidade virtual com mais de 645 milhões de usuários ativos, o LinkedIn se tornou referência no modelo de rede social profissional. Além de oferecer uma série de recursos típicos de redes sociais comuns, como o Facebook, a rede oferece ferramentas para quem quer descobrir novas oportunidades ou se manter antenado nas novidades do mercado. Mas, antes de se aventurar, é preciso entender como usar o LinkedIn para construir um currículo de sucesso.

O LinkedIn tem o objetivo de conectar pessoas de diversos setores do mercado. Ele funciona como um networking virtual, ou seja, a rede de contatos que você precisa ter se quiser ser reconhecido em sua área de atuação.

Além disso, o LinkedIn possui uma área voltada especificamente para o usuário ficar sabendo de oportunidades de emprego. Para aumentar suas chances, construir um bom currículo virtual é um passo muito importante.

Entenda como usar o LinkedIn e fazer um currículo campeão:

1. Escolha uma boa foto

Uma boa maneira de saber como usar o LinkedIn é saber escolher suas fotos para a rede. E não estamos falando da mesma foto que você usa no Facebook ou no Twitter! Para ser reconhecido pelos seus colegas, evite fotos em situações casuais (ou embaraçosas). Não precisa ser como a famosa 3×4, pode sorrir à vontade! Também não é necessário estar vestido com roupas sociais, mas mantenha o bom senso. Fotos sem camisa ou de biquíni, nem pensar!

2. Atualize o seu cargo atual

Mantenha a área relacionada aos seus cargos e funções sempre atualizada. Tente contar a sua trajetória profissional de modo simples e objetivo. Você certamente conseguirá muito mais visualizações de perfil preenchendo essa área.

3. Não se esqueça das instituições que frequentou

É muito importante atualizar as áreas de cursos, atividades extras e escolaridade. Você pode encontrar mais conexões com pessoas que frequentaram os mesmos locais, logo poderá aumentar a sua rede.

Utilize o LinkedIn tanto no celular como também em seu computador (Foto: Prykhodov/iStock)
É possível utilizar o LinkedIn tanto no celular como também em seu computador (Foto: Prykhodov/iStock)

4. Diga onde mora

Um fator importante para recrutadores virtuais no LinkedIn é saber onde você reside atualmente. Por isso, não se esqueça de preencher a sua localização, mesmo quando estiver de mudança. Utilize o espaço para informar a sua cidade e estado, mas nunca exponha seu endereço residencial na web. Do mesmo modo, nunca exponha dados pessoais, como cartões de crédito, durante conversas digitais.

5. Inclua habilidades em seu perfil

Se você tem espírito de liderança ou uma boa redação, este é o espaço para dizer isso aos recrutadores. Muitos deles pesquisam por habilidades específicas para encontrar candidatos. Não deixe de dizer as suas habilidades.

Confira também: 19 dicas para ser um freelancer de sucesso

6. Faça um resumo de si mesmo

Quando os recrutadores acessam o seu perfil no LinkedIn, costumam ler primeiro o seu resumo. Diga quem é você, os seus interesses, objetivos e motivações. Com um pequeno resumo sobre você, é possível que uma empresa entre em contato.

7. Siga, curta e compartilhe conteúdos de seu interesse

O LinkedIn é repleto de conteúdos produzidos de profissionais para profissionais. Leia, curta e compartilhe esse conteúdo, e não tenha medo de comentar. Muitos usuários que não entendem como usar o LinkedIn acabam não interagindo porque a rede social pode parecer formal demais. Porém. a regra de ouro aqui é interação: quanto mais contatos fizer, melhor.

8. Não minta

Assim como nunca foi recomendável mentir em seu currículo de papel, também não se deve aumentar as informações aqui. Evite dizer que seu nível em determinado idioma é avançado se, na verdade, é mediano. Além disso, evite aumentar informações. Se você é quem diz que é, os recrutadores saberão durante a entrevista.

Crie uma rede de contatos profissionais com o LinkedIn (Foto: utah778/iStock)
Crie uma rede de contatos profissionais com o LinkedIn (Foto: utah778/iStock)

9. O ambiente virtual é como o real

Assim como não é saudável suscitar discussões acaloradas sobre determinados assuntos em seu ambiente profissional, também não é bom fazer isso no LinkedIn. Evite falar sobre assuntos polêmicos, e nunca assedie outras pessoas através de comentários dentro ou fora da caixa de entrada.

10. Deixe a mensagem de “bom dia” para o WhatsApp

Você é daqueles que adora mandar uma mensagem de “bom dia” para os seus contatos? É uma prática muito simpática, mas esqueça isso no LinkedIn. Para entender como usar o LinkedIn, é preciso identificar o conteúdo veiculado dentro da rede social: notícias de vagas de emprego, novidades do mercado ou outras informações importantes. Então, esqueça esse tipo de mensagens e parta para uma abordagem profissional.

11. Use o LinkedIn Pulse

O LinkedIn Pulse é uma ferramenta de publicação parecida com um blog. Se você tem conteúdo relevante sobre determinado assunto e quer divulgá-lo, utilize essa ferramenta!

12. Baixe o aplicativo para smartphone

Se você não passa o dia em frente ao computador, provavelmente não poderá ter acesso à versão web do site. Mas é possível fazer download do aplicativo do LinkedIn. Assim, fica fácil procurar ou postar alguma coisa a qualquer momento. O aplicativo possui versões para Android e iOS.