Pensar que ainda hoje exista discriminação racial entre os seres humanos é muito triste. Mas, infelizmente, acontecimentos com manifestações de racismo em jogos de futebol, movimentos pela supremacia branca na Europa e Estados Unidos e o aumento expressivo da taxa de homicídio de jovens negros, comprovam isso.

Hollywood até pouco tempo atrás andava fraca de filmes sobre negros ou com negros como protagonistas (a não ser biográficos). O tema ganhou um gás com Invictus (2008); filme estrelado por Morgan Freeman na pele do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela e dirigido por Clint Eastwood, embora não tenha sido tão aclamado assim.

Veja também – Cultura africana: a África nas roupas e na escola

Era difícil ver na lista de indicados ao Oscar um negro para contar história. A primeira vez que isso aconteceu foi em 1940, com a indicação e vitória de Hattie McDaniel como Melhor Atriz Coadjuvante por E o vento levou. O primeiro negro a ganhar a estatueta de Melhor Ator foi Sidney Poitier, por Uma voz nas sombras (1963). A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas só premiaria negros novamente quase quarenta anos depois: Denzel Washington, por Dia de treinamento, e Halle Berry, por A última ceia, ambos de 2001.

Coincidentemente, Poitier foi homenageado com o Oscar honorário na mesma noite. Em 2014, Doze anos de escravidão foi o primeiro filme dirigido e produzido por um negro (Steve McQueen) a ganhar o Oscar de Melhor Filme.

Confira abaixo a nossa listinha especial para este feriado:

1. O ódio que você semeia (2018)

Starr Carter é uma adolescente negra que presencia o assassinato de Khalil, seu melhor amigo, por um policial branco. Ela é forçada a testemunhar no tribunal por ser a única pessoa presente na cena do crime. Mesmo sofrendo uma série de chantagens, ela está disposta a dizer a verdade pela honra de seu amigo, custe o que custar.


2. The Get Down (2016)

Ambientada em Nova York durante o ano de 1977, The Get Down conta a história de como, à beira das ruínas e da falência, a grande metrópole deu origem a um novo movimento musical no Bronx, focado nos jovens negros e de minorias que são marginalizados.


3. Selma- Uma Luta pela Igualdade (2014)

A história da luta de Martin Luther King Jr. para garantir o direito de voto dos afrodescendentes – uma campanha perigosa e aterrorizante que culminou na marcha épica de Selma a Montgomery, Alabama, e que estimulou a opinião pública norte-americana e convenceu o presidente Johnson a implementar a Lei dos Direitos de Voto em 1965. Em 2015 é comemorado o 50° aniversário deste momento crucial no Movimento dos Direitos Civis


4. A Cor Púrpura (1985)

Este conto épico abrange 40 anos na vida de Celie, uma mulher afro-americana que mora no Sul e que sobreviveu abuso e intolerância de seu pai. Depois que seu pai a casa com o degradante Sr. Albert Johnson, as coisas vão de mal a pior. Celie procura encontrar companhia em qualquer lugar que pode. Perseverante, ela mantém o sonho de um dia reencontrar sua irmã na África