Os workaholics são pessoas que só pensam no trabalho. Trocam e-mails e telefonemas intermináveis a todas as horas do dia e da noite relacionados com trabalho. Dão repetidamente prioridade ao trabalho sobre a família, os amigos e o lazer – os viciados no trabalho são pessoas desequilibradas em relação à vida. E esse desequilíbrio não é saudável e, diferentemente do que se possa imaginar, nem producente.

Perigo à vista

Os workaholics correm o risco de sofrer de hipertensão relacionada com o estresse, doenças cardiovasculares, excesso de peso e diabetes tipo 2. As maiores ameaças no campo da saúde para um viciado no trabalho são stress e autonegligência.

Num estudo realizado na Grã-Bretanha com proprietários de pequenas empresas, os que trabalhavam mais horas eram os que tinham mais probabilidades de cancelar consultas médicas ou deixar acumular sintomas antes de perder tempo a consultar um médico.

Além disso, devido ao cansaço e aos horários sobrecarregados, um em cada cinco nunca praticava exercício. Quem passa o tempo acorrentado à secretária, é provável que também não ande a comer bem. Além disso, os workaholics podem ter a vida social drasticamente afetada, se isolando para poderem maximizar seus resultados no trabalho.

Sou um workaholic. E agora?

Reconhecida a sua necessidade de mudança, eis um plano de reparação:

• Estabeleça uma hora para parar… e cumpra-a

Isso significa dizer a todos com quem trabalha que a determinadas horas não estará disponível, reforçando essas palavras não atendendo o telefone nem respondendo a e-mails.

• Faça da alimentação saudável e do exercício uma prioridade

Aponte na sua agenda e cumpra intervalos saudáveis – uma refeição sossegada, um passeio a pé – tão religiosamente como se fossem reuniões com um cliente importante.

• Preencha o seu tempo livre de formas que lhe agradem

Se reduzir as horas de trabalho apenas para se sentar diante da televisão, acabará por retomar o trabalho. Em vez disso, envolva-se em atividades sociais, passe tempo com a família, dedique-se à culinária ou a algum projeto doméstico.

Preencha o seu tempo de uma forma mais relaxante do que o trabalho e contribuirá para acabar com a sua dependência. Liberte-se do estresse antes, durante e depois do trabalho.

Experimente alguns minutos de alongamentos ou ioga. Esses ajudam a libertar a tensão e a organizar as prioridades de forma sensata. Cuide melhor da sua saúde mental, e em breve poderá encarar o mundo de forma diferente.

• Desligue os aparelhos eletrônicos 

Não fique atento ao grupo do whatsapp da firma se você não estiver mais em horário de trabalho. Combata esse impulso! Quando não estiver trabalhando, tente desligar o celular, o computador e quaisquer outros meios de acesso ao sue mundo de trabalho.