Faça uma busca
|
Publicado em: 24 de setembro de 2020

Como falar com seus filhos sobre o Coronavírus

Pode ser cansativo responder todas as perguntas de seus filhos sobre o coronavírus quando nem mesmo você tem certeza. Nossos especialistas oferecem dicas para ajudar você e sua família a administrar essas situação.

Imagem: oshcherban/iStock

“Farei aniversário este ano?” A pergunta da minha filha de 10 anos me assustou. "Claro que você vai. Aniversários acontecem todos os anos, não importa o que aconteça”, respondi. “Bem, eu sei que vou fazer 11 anos, mas eu quero saber se poderei fazer algo divertido este ano? Com meus amigos? Ou será outra festa do Zoom?”

Ah. O desmancha-prazeres do coronavírus ataca novamente. Nos últimos meses, minha filha viu seus irmãos celebrarem aniversários, a formatura de um irmão, o funeral de um amigo e o chá de bebê de um parente – tudo online, por causa do distanciamento social. Não era de se admirar que ela já estivesse pensando em seu aniversário e se perguntando o que iria acontecer.

“Não tenho certeza, teremos que esperar e ver o como estará a situação”, eu finalmente disse.

Ela caiu no choro e ela não é uma criança que chora facilmente, mas desta vez uma torrente de lágrimas jorrou. Foi isso, o que finalmente a fez estourar? Para mim, foi apenas mais uma comemoração que teve de ser efetivamente cancelada devido à pandemia de Covid-19, mas enquanto ela soluçava como 11 é seu número favorito, percebi que isso significava muito mais para ela. Ela resumiu como tudo estava errado e o quanto as coisas haviam mudado desde o ano passado.

Leia também: Novo estudo revela as melhores e piores máscaras contra Covid-19

O que as crianças estão pensando durante o coronavírus

criança covid-19
Imagem: lithiumcloud/iStock

Pais em todo o mundo estão tendo conversas semelhantes como as do relato acima, diz Sanam Hafeez, neuropsicóloga especializada em desenvolvimento infantil e membro do corpo docente da Universidade de Columbia na cidade de Nova York. “Embora as crianças possam ser muito observadoras e perceber o que está acontecendo, elas não tiveram as experiências de vida necessárias para entender o que está acontecendo, como os adultos fazem”, diz ela. “Pode ser fácil para elas interpretarem mal uma situação ou ficar com medo quando não têm informações suficientes sobre, e é exatamente por isso que é tão importante que os pais falem sobre a pandemia do coronavírus com seus filhos”.

“Os cérebros das crianças funcionam de maneira diferente dos cérebros dos adultos”, diz Robert Hamilton, MD, pediatra do Providence Saint John's Health Center em Santa Monica, Califórnia, fundador da instituição de caridade Lighthouse Medical Missions.

Crianças jovens

Crianças pequenas (cerca de 10 anos de idade ou menos) são pensadores muito concretos. Portanto, você tem que ser claro e não falar sobre o assunto, esperando que eles descubram o que você quer dizer, explica o Dr. Hamilton. Eles também têm dificuldade para entender, por isso falar sobre o que aconteceu no passado ou o que pode acontecer no futuro pode não fazer sentido para eles. Mas talvez a maior diferença seja que as crianças nessa idade costumam acreditar em tudo o que você lhes diz, por isso é muito importante dar-lhes respostas precisas e adequadas para a idade, diz ele.

Crianças mais velhas

Mesmo pré-adolescentes e adolescentes, que parecem ter uma compreensão adulta das informações, não conseguem processar as informações da mesma forma que os adultos, diz ele. “Os hormônios da puberdade podem torná-los mais emocionais ou retraídos. Seus cérebros não terminam de se desenvolver por completo até os 25 anos ”, diz ele. “Você deve ser aberto, honesto e franco com crianças de todas as idades. Este não é o momento para sarcasmo ou hipérbole”.

Como falar com seus filhos sobre a Covid-19

criança conversando pai covid-19
Imagem: fizkes/iStock

Ter conversas sobre o vírus e tudo o que vem com ele, como os sintomas do coronavírus, é um grande começo. No entanto, existem coisas que você pode fazer para garantir que seus filhos recebam as informações e o suporte de que precisam, diz o Dr. Hamilton. Confira abaixo 5 dicas que irão ajudá-lo a conversar com seus filhos sobre a pandemia da Covid-19!

1. Deixe seus filhos liderarem a discussão

Deixá-los falar e fazer perguntas os ajudará a se sentirem ouvidos e possibilitará a você ver onde eles estão, diz Hafeez. “Covid-19, germes e doenças podem ser algo sobre os quais seu filho não sabe nada, então você pode precisar começar com o básico”, diz ela.

2. Mantenha o papo adequado à idade

Você não quer sobrecarregá-los com informações que não querem ou não podem processar. Como pai, você sabe melhor do que eles precisam. “Cada criança é diferente, então adapte suas conversas ao nível de desenvolvimento e às necessidades de seu filho”, diz ela.

3. Não tenha medo

As crianças refletirão as emoções de seus pais, portanto, se você entrar na conversa ansioso e com medo, é assim que elas se sentirão, independentemente das palavras que você diga, diz o Dr. Hamilton. “Se você tem muitas preocupações ou está chateado, encontre outro adulto para conversar, não o seu filho”, diz ele, acrescentando que devemos ter cuidado com o que eles ouvem também.

4. Use o toque físico

O tipo e a quantidade de toque que seu filho prefere dependerão da idade e de sua personalidade, mas, de modo geral, seu filho gosta do toque físico, especialmente se vier de você, diz o Dr. Hamilton. “Abraços, aconchegos, um tapinha no braço podem ser muito reconfortantes e acolhedores enquanto você tem essa conversa”, diz ele.

5. Converse mais de uma vez

“Você deve discutir sobre a Covid-19 e outras questões relacionadas sempre que seus filhos tiverem dúvidas. É provável que seus filhos tenham muitas perguntas, então esteja pronto para respondê-las aberta e honestamente”, diz Hafeez. Verifique periodicamente com seu filho como está se sentindo e se tem mais perguntas, acrescenta ela.

Assine a nossa newsletter e receba nosso conteúdo em primeira mão!

assine a nossa newsletter
Entendo que passarei a receber ofertas de produtos, serviços, informativos e presentes grátis, além de outras promoções de Seleções e de parceiros. Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade e Uso de Dados


close